14 agosto 2012

Cearense continua desaparecido no mar da Nova Zelândia


Seis dias depois do desaparecimento do estudante cearense João Felipe Martins de Melo, de 17 anos, no mar de New Plymouth, na Nova Zelândia, as equipes de busca admitem que não há mais esperança de encontrar o jovem com vida.

Além do brasileiro, outros dois neozelandeses estão desaparecidos. No fim de semana, apenas a mochila do estudante Stephen Lewis Kahukaka-Gedye foi resgatada. Os dois jovens caíram em um penhasco no Parque Paritutu, no último dia 7, e o instrutor Bryce John Jourdain, de 42 anos, pulou no mar para tentar salvá-los e acabou desaparecendo também. A região é considerada uma das mais bonitas da Nova Zelândia e são comuns as escaladas e passeios com orientados por guias. O embaixador do Brasil na Nova Zelândia, Eduardo Gradilone, passou o fim de semana na região onde houve o acidente. Ele conversou com as equipes de busca e também se reuniu com parentes e amigos de João Felipe. O estudante cearense fazia intercâmbio na Nova Zelândia e estava em um passeio com 11 colegas do Spotswood College. Eram acompanhados por dois instrutores de uma empresa de esportes de aventura.

* Com informações da Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.