18 julho 2012

NO CARIRI HÁ EMPREGO PRA TODOS, FALTA MÃO DE OBRA QUALIFICADA


MATÉRIA EM DESTAQUE

O Cariri é uma das poucas regiões do Nordeste onde há emprego pra todo mundo. Basta ver as ofertas disponíveis no calendário organizado pelo SINE/IDT. O que falta no mercado de trabalho na região é mão de obra qualificada, porque muita gente quer trabalhar e não procura estudar uma especialização profissional, embora as facilidades existam para se fazer cursos profissionalizantes, até mesmo por correspondência. Por incrível que pareça, muitas pessoas que procuram as agencias de emprego no Cariri nem sequer têm a documentação pessoal básica. É preciso explicar que estamos nos tempos em que, até pra ser vigia é necessário ter o mínimo de conhecimento de informática.

O mundo dos negócios tem sido o principal setor empregatício para os caririenses. A criação da Região Metropolitana possibilitou a vinda de grandes empresas nacionais e internacionais para a região, criando postos de trabalho e gerando renda. A construção civil se expandiu absorvendo toda mão de obra local e é um dos setores que sofre a escassez de profissionais. Os investimentos públicos e privados nos últimos anos também estão impulsionando a economia do Cariri. Precisamos acompanhar esses avanços e não ficarmos de braços cruzados esperando que tudo caia do céu.

Mas é bom lembrar que os grandes empreendimentos que no Cariri chegaram nos últimos anos reclamam da falta de mais infraestrutura na região e de melhor assistência por parte do poder publico. As nossas estradas precisam melhorar e assim também a segurança publica e outros setores essenciais. Um dos pedidos ou sugestões é a duplicação da Avenida que liga Barbalha a BR-116, a exemplo da Padre Cícero que liga Crato a Juazeiro e a Leão Sampaio de Juazeiro a Barbalha. O cinturão das águas a partir de Jati até Carius, asseguraria o abastecimento suficiente ao desenvolvimento comercial e industrial do Cariri. Sobre o fornecimento de energia elétrica suficientemente, sem afetar o atual sistema da energia convencional que já temos, seria a implantação da eólica, aproveitando o potencial de nossos ventos.

Por: Wilson Rodrigues
Radialista/Repórter
Colaborador do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.