27 julho 2012

Crato será sede da Rede Cegonha


Crato. Este Município será uma das sedes regionais das ações do programa Rede Cegonha, desenvolvido pelo Governo Federal para sistematizar e institucionalizar um modelo de atenção básica de abrangência às mulheres que irão dar a luz. Ao todo, serão coordenadas pela regional outras 12 cidades, que fazem parte da circunscrição.

 O projeto vai atender mulheres de cidades do Cariri, como Crato, Assaré, Antonina do Norte, Araripe, Altaneira, Campos Sales, Farias Brito etc FOTO: YAÇANA NEPONUCENA - Até o mês de outubro, o programa deverá estar funcionando parcialmente. Entre as ações, serão contratados dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos e neonatal, dez de Unidade de Cuidado Intermediário (UCI), leitos cangurus, onde a criança permanece em contato direto com a mãe durante o tratamento e de retaguarda, para gestantes de alto risco. Além da ampliação da disponibilidade de exames para as gestantes e bebês.

Segundo dados da Vigilância Epidemiológica, a mortalidade infantil no Município é de 20 para cada mil crianças nascidas vivas. Em 2011, aconteceram dois óbitos maternos. Os números são considerados altos. No Ceará, o indicador de recém- nascidos é de 13 mortes. Atualmente, o Crato conta com uma rede de assistência à saúde da mulher que dispõe de serviços preventivos de pré-natal de alto risco e exames para gestantes e bebês. Na cidade, existem cinco leitos de UCI. Até agora, a Secretaria de Saúde já tem assegurado, por portaria ministerial, R$ 844 mil para a ampliação dos exames específicos do período reprodutivo da mulher. Mas, ainda serão disponibilizados recursos para a contratação e implantação dos demais serviços. Em todo o Ceará, o programa vai beneficiar 23 Municípios. Inicialmente, o Estado recebeu R$50 milhões, para investir nas atividades estratégicas de fortalecimento e na funcionalidade do programa.

Para oferecer humanização da atenção, assistência à saúde da mulher e do bebê e internamento sem a ocupação de leitos hospitalares, o Rede Cegonha também vai permitir o apoio de assistência familiar. A previsão é que, com os investimentos, seja construída a Casa da Gestante, espaço de auxílio a gestantes e recém-nascidos de alto risco. No local, haverá, permanentemente, equipe de profissionais para realizar os atendimentos. Segundo a secretária de Saúde do Crato, Sayonara de Oliveira, o Rede Cegonha vem atender a uma necessidade antiga das mulheres do Cariri. "Iremos conseguir melhorar os indicadores da assistência ao parto e aos bebês", revela.

YAÇANÃ NEPONUCENA
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.