11 abril 2012

Quem paga é sempre o Judas - Por Blog do Sanharol

Cheguei ao Crato em Março de 1969. O Prefeito era o Dr. Humberto Macário de Brito. Eleito com o apoio de um grupo formado por lideranças do porte de Filemon Fernandes Teles, Dr. Ossian de Alencar Araripe, Deputados Estadual e Federal respectivamente. Na oposição Pedro Felicio, Senador Wilson Gonçalves, Deputado Estadual Kleber Callou, Walter Peixoto, Brigadeiro José Macedo formavam a outra opção para o eleitorado cretense.

De lá para cá, se alternaram no puder os mesmos, com algumas exceções, o Walter Peixoto oportunizou a todos os lados.

Em 1972, Pedro Felicio com o Brigadeiro Macedo de vice. Em 1976, Ariovaldo Carvalho com o Dr. Humberto de vice. Em 1982, Walter Peixoto se elege com o apoio do Humberto Macário. Em 1988, um indicado do Walter, Dr. José Adega. A seguir, António Primo de Brito, candidato do Dr. Humberto Macário. Em 2002 Walter Peixoto novamente, e, por fim O atual prefeito Samuel Araripe, filho do Deputado Federal Ossian Araripe do grupo do prefeito em 1969. Portanto o povo vem mantendo uma ou outra tendência no comando do município.
O tempo passa, se esvai, e, o Crato amiudando-se, dizem alguns que perde tudo para outras cidades da região, principalmente para o Juazeiro, embora a ultima grande perda tenha sido para as chuvas, o Canal do Rio Grangeiro se foi. O povo vota nos mesmo e, o Judas paga a conta. Toda Semana Santa, Judas é ridicularizado comparado aos políticos locais e do Brasil a fora.

Estamos há seis meses das eleições municipais, já temos candidatos pra todo gosto. Candidato se achando eleito, candidato se oferendo para ser vice de outro, mas o certo é que para se bancar uma campanha é preciso ter um suporte financeiro e politico muito grande, não adianta mais sair falando por aí em Barbara de Alencar, Filemom Teles, Raimundo Bezerra, por que o povo da Batateira, Grota, Seminário, Alto da Penha, Muriti, etc - não sabe, nem quer saber, quem foi essa gente.

Quem for candidato vai saber com quantos paus se faz uma porteira.

5 comentários:

  1. Parabéns Morais, pela bela e conlusiva postagem.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Morais, pela bela e conlusiva postagem.

    ResponderExcluir
  3. Elmano.

    O Crato sempre foi altaneiro. Tinha autoridade para decidir suas candidaturas. Hoje, as decisões são tomadas fora. O Guimarães é quem decide se o PT terá candidato, e, por isso não vai ter. O Eunicio é quem decide pelo PMDB. Ciro Gomes pelo PSD. Talvez por essa razão, essas lideranças vem na peia a muito tempo.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com Morais... O Crato já não tem mais poder de decisão. Tudo isto porque a maioria dos nossos representantes políticos, a nível de município, vendem até a "alma", para obter o poder.Inclusive entregando aos políticos forasteiros, as decisões políticas do seu município.Parece até um leilão...quem dá mais para que eu apoie este ou aquele político.Para nós cratenses, que batalhamos arduamente,principalmente quem está nas escolas diariamente,lutando por seus direitos, tudo isto é uma grande falta de vergonha.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Morais, pela retrospectiva da política cratense, exposta na esclarecedora postagem.

    J.TAVARES - FORTALEZA-CE

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.