20 março 2012

Máquinas da Prefeitura do Crato trabalham no desassoreamento do Canal Rio Grangeiro


A prefeitura do município em parceria com a Defesa Civil, preocupados com a atual situação do Canal do Rio Grangeiro, montou vigilância permanente em toda a extensão do Rio, na tentativa de garantir a segurança e a tranqüilidade dos moradores. A administração municipal mandou máquinas e demais equipamentos realizar o desassoreamento, retirando troncos de árvores, pedaços dos gabiões e todo o material que foi arrancado pelas chuvas e jogado no leito do canal. Como medida de segurança o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) interditou a Avenida José Alves de Figueiredo, nas proximidades do Colégio Objetivo, devido o aumento do deslizamento de barreiras avançando em direção aos prédios ali existentes, principalmente no trecho entre a sede do Tiro de Guerra e a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, no bairro Pimenta.

A construção do projeto definitivo para o Canal Rio Grangeiro poderá custar R$ 500 mil reais e a sua execução deverá ser entorno de R$ 50 milhões. Foi com esta expectativa que o prefeito municipal chegou de Brasília onde, no Ministério da Integração, apresentou três reivindicações. A primeira foi o pedido de apurar a responsabilidade dos R$ 2 milhões e 600 mil reais que foram investidos nas obras emergenciais e que as águas levaram. A segunda reivindicação feita pelo prefeito foi a liberação de verbas para construção de um novo canal e o terceiro pedido foi o envio de recursos federais para realizar ações pontuais no que foi danificado pelas recentes precipitações, principalmente a cratera que surgiu frente ao colégio Objetivo e que avança de maneira extremamente perigosa e tem que ser contida, urgentemente.

O prefeito disse que os poderes municipal, estadual e federal têm que dar as mãos para resolver o problema do Canal do Rio Grangeiro. Para ele, a sociedade é a maior vítima desse episódio e por isto ela deve ser consultada e convidada a participar das audiências públicas quando da elaboração do projeto definitivo. O ministro Fernando Bezerra, segundo o chefe do executivo cratense, demonstrou interesse nas idéias apresentadas. Os relatórios já foram enviados para o Ministério da Integração Nacional e esta semana o prefeito do Crato estará novamente na Capital Federal para novos entendimentos sobre o futuro do canal.

ASCOM - PMC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.