14 janeiro 2012

Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - 14/01/2011


URCA terá Doutorado em Etnobiologia e Conservação da Natureza

A Universidade Regional do Cariri (URCA) obtém mais uma vitória no fortalecimento do ensino de pós-graduação, uma das principais metas da atual administração da Instituição. A Reitora da URCA, Professora Otonite Cortez, e o Vice-Reitor, Patrício Melo, além da Pró-Reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, Professora Doutora Arlene Pessoa, estiveram reunidos com os coordenadores do Doutorado em Etnobiologia e Conservação da Natureza, primeiro programa na área da América Latina e terceiro do gênero no mundo, que será implantado de forma integrada na URCA, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Durante a reunião, realizada na quarta-feira, 11/01, foi debatida a elaboração da proposta de edital, para seleção no meio do ano de interessados da URCA e também foi discutido o fechamento do regimento do Doutorado. O coordenador do Doutorado na URCA é o Professor Doutor Irving Rose Alencar Menezes.

O Doutorado funcionará de forma permanente e será o primeiro regular do Cariri, que oferecerá disciplinas na própria URCA e também nas outras universidades. O curso tem a coordenação geral do Professor Doutor Ulysses Paulino Albuquerque, da UFRPE. O Doutorado foi aprovado junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Vários temas como Ecologia Humana, Diversidade Animal e Vegetal nos Trópicos, Etnobiologia, Etnoecologia, Comportamento Animal e Conservação, Manejo e Conservação da Fauna e Flora Tropical, Bioprospecção – Farmacologia e Produtos Naturais poderão ser explorador por meio do Doutorado. As linhas de pesquisa a serem seguidas são: Sistema Cognitivo e Uso dos Recursos Naturais; Bases Ecológicas e Evolutivas das Relações entre Pessoas e Natureza; e Conservação e
Manejo da Fauna e Flora em Regiões Tropicais.

Segundo o coordenador geral, a procura por vagas junto ao novo doutorado vem sendo intensa. Já são 95 interessados, inclusive de outros países. Os primeiros editais começam a ser lançados ainda este mês e a aula inaugural acontece em Recife, na segunda semana de março. A aula inaugural será durante a I Jornada de Etnobiologia e contará com a participação de uma comissão da URCA, incluindo Reitora Otonite Cortez.

O Doutorado foi proposto pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e a Universidade Regional do Cariri (URCA). Segundo a Pró-Reitora de Pós-Graduação e Pesquisa da URCA, Professora Arlene Pessoa, sem dúvida tal aprovação se reveste da mais relevante importância no âmbito da Pós-graduação e da Pesquisa na Instituição.

De acordo com o Professor do Departamento de Biologia e coordenador geral da proposta, Ulysses Paulino de Albuquerque, a criação do programa chegou em momento muito oportuno em que cada vez mais se discute a necessidade de unir diferentes competências profissionais para estudar a biodiversidade, sua conservação e aproveitamento.

Doutorado em Bioquímica Toxicológica

O primeiro doutorado aprovado em universidade pública no interior do Estado foi iniciado no dia 12 de setembro, na Universidade Regional do Cariri (Urca). São 12 doutorandos em Bioquímica Toxicológica, todos da própria instituição. O Doutorado será desenvolvido de forma interinstitucional, em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul. A meta é que nos próximos anos, a instituição tenha implantado totalmente um curso de doutorado. Atualmente a Urca conta com um Mestrado em Bioprospecção Molecular, o primeiro do gênero no Brasil.

Universidade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 - 8812.5525 ramal 2617
www.urca.br – Crato, 05 de janeiro de 2012


2 comentários:

  1. Enquanto alguns departamentos demonstram um grande desenvolvimento observamos que outros infelizmente são apenas cabides de emprego. A univerdidade não é uma escola que pode funcionar tão somente com aulas. A pesquisa é fator fundamental para seu desenvolvimento.

    ResponderExcluir
  2. Sávio,concordo plenamente com você.
    Recebo na escola onde estou como diretora, inúmeros universitários que buscam estágios.A URCA infelizmente ainda continua voltada para aulas.O trabalho de pesquisa e extensão quase não existe.Alguns cursos funcionam sem muitas expectativas no que se refere preparar seus alunos para serem bons profissionais.Principalmente os cursos de licenciatura.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.