30 dezembro 2011

VOU DEIXAR SAUDADES? - Por Vicente Almeida

Sei que vou partir antes de você. O meu tempo está celeremente se esgotando. O diagnóstico sobre a minha enfermidade está correto. A ciência nada poderá fazer para impedir o meu desenlace. Posso seguramente afirmar que poucas horas me separam do meu fim.

Partirei em paz, como aquele que amou intensamente todos os amigos.

Faça-me um favor: Divirta-se na minha partida. Outros me substituirão em seqüência e você ainda estará aqui falando sobre mim.

Se tiver vontade de rir, ria o bastante.

Se durante e vigília que antecederá minha partida, seus amigos falarem a meu respeito sobre o que pude fazer por eles, ouça-os e acrescente sua versão. Fale sobre mim. Diga o que pude fazer por você. Fale de suas realizações e dos seus projetos futuros já sem este velho amigo e companheiro de todos os momentos.

Defenda-me quando julgar necessário, acrescente fatos novos, mas que sejam verdadeiros.

Se tiver vontade de chorar um pouco, por que vai sentir saudades minhas, não faz mal, derrame uma lágrima ou duas, mas saiba que dia virá, em que você também partirá e os outros discorrerão sobre seu passado da mesma forma que farão comigo em breve.

Se alguém tentar ofuscar minha existência, transformando-me em demônio, não acredite! Fiz tudo para agradar a gregos e troianos. Fui igualitariamente leal com todos. Não fiz distinção entre aqueles que me xingavam dos que me elogiavam. Dei a cada um, oportunidades várias para reconciliação consigo e com o mundo. Dei tempo para solucionar suas pendências, organizar a vida e ser feliz. Mas aquele que me acusar, desde já está perdoado.

Não vou estranhar por partir antes de você. A eternidade dos tempos me espera. Cheguei trazendo esperanças e partirei sereno, levando saudades. Sei que fiz a minha parte. Continue tentando realizar seus projetos meritórios, você vai conseguir!  Os que me sucederem irão lhe proporcionar igualmente as mesmas oportunidades como eu o fiz durante a minha transitoriedade.

Eu realmente estou triste. Não pela minha partida. Sei muito bem que começamos a morrer a partir do dia em que nascemos. O tempo inexorável não permite que estacionemos indefinidamente, mas permite que nos transformemos e é esta transformação que dá continuidade ao tempo o tempo todo, e embora o tempo não tenha tempo para contemporizar, tem todo tempo para eternizar.

É... Estou triste por que a eternidade um dia fará você me esquecer. Em poucas horas serei uma simples lembrança. Em mais algum tempo, poucos fatos se ligarão especificamente a mim. E após uma geração, a lembrança já será remota e continuará indefinidamente se distanciando até se perder na noite dos tempos.

Sou um contador do tempo.
Sou um degrau para meus companheiros de jornada.
Falei "Eu" por que sou único. Não houve outro antes de mim, nem haverá outro depois.
Ninguém passará à eternidade dos tempos, sem antes passar por mim!

EU SOU 2011 - Snif, snif, snif.

A D E U S. Good-bye. Adieu. adiós. Arrivederci. Auf Wiedersehen. Ah... sei lá; ATÉ NUNCA MAIS!
Escrito por Vicente Almeida
30/12/2011

4 comentários:

  1. Vicente Almeida,

    Parabéns pelo excelente artigo.

    Aproveito para te desejar um feliz 2012, com muita paz, sabedoria, prosperidade e saúde de corpo e alma, extensivo aos seus familiares.

    Tavares - Fortaleza - CE.

    ResponderExcluir
  2. Quantos de nós em 31 de Dezembro de 2012 estarão aqui vivos ? Ou já terão se mudado repentinamente para a R. Nelson Alencar, aonde todos iremos ?

    Todo ano eu penso nisso. Nesse ano eu não morri, mas será que minha morte será em 2012 ?

    Feliz ANo Novo, Almeidinha.
    Parabéns pela excelente crônica.

    DM

    ResponderExcluir
  3. Feliz Ano Novo, Almeidinha, para você e toda a sua família !!!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  4. É...

    J. TAVARES:

    Obrigado por sua participação. Lhe retribuo as felicitações.

    AMIGO DIHELSON:

    Não te preocupes com aquele dia. Viva intensamente o hoje, ame e se deixe amar. O amanhã será sempre uma incógnita.

    Desejamos que você e a Ninha sejam cada vez mais felizes e consigam realizar seus projetos, não só em 2012 mas em todos os anos futuros.

    Obrigado por enaltecer nossa postagem.

    Abraços sinceros do

    Vicente Almeida e Valdênia.
    ******************************

    E.T. Você continúa nos devendo aquela visita. Será que ela sai em 2012?

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.