15 dezembro 2011

Prefeito Municipal do Crato, Samuel Araripe reúne-se com representantes da Associação dos Camelódromos - Por: Wilson Rodrigues




Crato – Na manhã da quinta-feira, dia 08 de dezembro de 2011, o chefe do Executivo Municipal do Crato, Samuel Araripe, recebeu representantes da Associação dos Camelódromos para uma reunião no Gabinete do Palácio Alexandre Arraes. Na ocasião, foram discutidas medidas para tentar solucionar alguns impasses que já se arrastam há 4 anos e interferem na construção do Shopping Popular da cidade – um projeto arrojado da Prefeitura Municipal que envolve medidas de segurança, higiene e uma nova plataforma arquitetônica que impacta diretamente no aspecto paisagístico do local, tornando-o mais arejado, convidativo e com uma pavimentação adequada para os transeuntes e visitantes turísticos. Tendo em vista se tratar de um ponto estratégico que incentiva a geração de emprego e renda e atrai grande movimentação popular todos os dias, o que aquece a economia do Crato, o prefeito Samuel Araripe tem dado atenção especial à causa.

Há 4 anos, o prefeito tentou intermediar uma linha de financiamento junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para que o repasse da verba fosse efetuado diretamente à Associação dos Camelódromos para a construção dos Boxes na área que fica situada no coração da cidade, na Rua Santos Dumont, mais especificamente no Centro. Neste caso, o estabelecimento já sairia em nome de cada proponente que, por mês, pagaria uma taxa equivalente a R$ 100,00, como forma de quitar o empréstimo adquirido durante prazo estipulado pelas partes envolvidas na transação econômica. O que beneficiaria o trabalhador, sem colocá-lo refém de qualquer iniciativa privada. À época, o Banco alegou que só poderia firmar contrato caso os permissionários do local estivessem com 100% de adimplência garantida perante o sistema monetário nacional. Devido a um pequeno índice de 20% de inadimplência, a instituição financeira se negou a conceder o crédito e desde então nenhuma obra foi iniciada no local e os comerciantes continuaram prejudicados com a situação precária das instalações do Camelódromo.

Durante a reunião que aconteceu na quinta-feira, dia 08 de dezembro, no Gabinete do Prefeito, os permissionários comunicaram ao prefeito Samuel Araripe o possível interesse do empresário Silvio Rui do Grupo Empresarial Sílvio Rui Empreendimentos Ltda, em privatizar a construção do Shopping Popular mediante a doação do terreno por parte da Prefeitura, como medida de solucionar a liberação do crédito junto ao BNB, já que o mesmo entraria com o pedido formal enquanto CNPJ de Pessoa Jurídica. Inclusive, esta mesma empresa ganhou o processo licitatório para a concessão dos serviços nos Mercados Públicos Municipais de Juazeiro do Norte, o qual a Câmara Municipal daquela cidade investiga por irregularidades. Acatando ao pedido dos camelôs, na ocasião, Samuel assegurou que não vai privatizar o Camelódromo e nem muito menos doar o terreno para nenhuma iniciativa privada e que o interesse da sua gestão é manter negociações e atender às reivindicações da Associação dos Camelódromos. O prefeito orientou ainda que os autônomos formassem uma comissão a fim de procurar novamente o BNB e tentar formalizar o crédito, desta feita, explicando que não haveria riscos de dívidas, pois mediante a contratação o Box seria hipotecado como medida de segurança para a instituição. Ou seja, caso houvesse algum processo de inadimplência o imóvel seria confiscado pelo Banco. Ao final do encontro, o prefeito Samuel Araripe reafirmou o seu compromisso junto aos permissionários e garantiu que mediante a solução do crédito e a legalização do processo, ele repassaria a posse do terreno para a Associação dos Camelódromos.

Wilson Rodrigues
Repórter - Colaborador


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.