16 dezembro 2011

PELA SEGUNDA VEZ NUMA SEMANA CAMELÔS DISCUTEM COM SAMUEL ARARIPE CONSTRUÇÃO DO SHOPPING POPULAR - Wilson Rodrigues



Pela segunda vez consecutiva esta semana o prefeito do Crato, Samuel Araripe recebeu nesta sexta feira dia 16 em seu gabinete os permissionários do camelódromo do Crato para reuniões sobre a construção do Shopping Popular, cujo projeto existe há muito tempo e ainda não foi construído com financiamento do Banco do Nordeste por questões de inadimplência por parte de alguns dos camelôs o que inviabilizou a liberação do financiamento. Nos dois encontros o prefeito Samuel Araripe assegurou que de fato, o terreno onde funciona o camelódromo, já é de propriedade dos permissionários que estão apossados a bastante tempo e o que falta é apenas um entendimento o que está sendo feito no momento e garantiu que na sua gestão não vai ser colocada nenhuma dificuldade para que o negocio seja feito com a anuncia dos permissionários a quem cabe decidir o que é bom e o que é ruim pra eles próprios.

A principio, disse Samuel Araripe, seu sonho era passar o terreno direto para o nome da Associação dos permissionários com o Banco do Nordeste financiando a construção, porem o Banco, apesar de todo interesse na obra, alegou que não poderia financiá-la porque 30 % dos camelôs encontram-se inadimplentes. Diante do impasse, explicou o prefeito, só resta o município prestar toda assistência que for precisa e auxiliar os permissionários nas orientações necessárias para que não haja prejuízos pra nenhum dos lados porque, disse Samuel, o que deseja é o melhor para todos.

O presidente da Associação dos Comerciantes Informais do Crato, Paulo Ferreira dos Santos disse que a entidade está ouvindo as propostas apresentadas pelo município sobre as condições de doação do terreno, da instituição financeira que vai financiar o projeto e do empresário Silvio Rui que quer construir o empreendimento através de uma Parceria Publica Privada PPP. Paulo achou interessante a idéia do prefeito Samuel Araripe que se colocou a disposição dos permissionários dentro de um processo de transparência e que colocou a assessoria jurídica da prefeitura para ajudar no quem for necessário, disse o presidente. Paulo explicou que não é somente a ACIC que está envolvida na questão, existem outras quatro associações que também precisam ser ouvidas. A ACIC, disse ele, responde apenas por 156 permissionários entre os 321 associados, numero esse compatível com a quantidade de BOXES a serem construídos pelo projeto. No final da segunda reunião, o prefeito Samuel Araripe entregou um documento para ser assinado pelos camelôs, caso aceite a proposta. O documento tem o seguinte teor.

“Nós, que somos permissionários do Camelódromo de Crato, somos inteiramente favoráveis que o município possa fazer doação da área ao Grupo Empresarial Silvio Rui Empreendimentos LTDA que se compromete a edificar um Shopping Popular e repassar novamente aos seus associados e ou permissionários, através de um BOX, mediante a certa remuneração durante um determinado tempo. No caso de aceitação da proposta tal ato deverá ser reverendado entre os permissionários através da associação, a empresa e o executivo municipal.

Por: Wilson Rodrigues
Repórter e Colaborador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.