29 dezembro 2011

Coluna Armando Rafael - Notícias do Cariri


http://3.bp.blogspot.com/-EKWXb9WbhP8/Tvw7P_QysDI/AAAAAAAAGn8/OspQKcnA8H4/s1600/Coluna_Armando_Rafael.gif

Edição 29 a 31 de dezembro de 2011

Foto histórica


Neste mês de dezembro, a comunidade católica relembrou 13 anos do falecimento de Dom Vicente de Paulo Araújo Matos, terceiro bispo e maior benfeitor de Crato. Após sua morte ele não recebeu nenhuma homenagem pública. Sequer é nome de uma rua na cidade para onde carreou inúmeros melhoramentos que só trouxeram progresso. Na foto acima, Dom Vicente Matos (penúltimo à direita) quando foi recebido (juntamente com outros bispos brasileiros) pelo então presidente da República – Juscelino Kubitschek – em 1960, nos primeiros dias de Brasília como nova capital brasileira. Ao lado de Juscelino está Dom Hélder Câmara e logo atrás deste o cardeal Eugênio Sales, este o único sobrevivente da histórica foto.

Foto recente
Numa foto feita hoje por Heládio Teles Duarte, eis como ficou a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, de Barbalha, após as obras de restauração. Uma imagem – dizem os entendidos – vale mais do que mil palavras...

Centenário de Gonzagão

A Prefeitura de Maracanaú escolheu o centenário de nascimento do cantor Luiz Gonzaga como o tema central para o carnaval de 2012, naquela progressista cidade. Dentre as razões para essa escolha, o prefeito Roberto Pessoa, incluiu a grande ligação que Gonzagão tinha com o Ceará, “especialmente com a cidade de Crato” (sic). Enquanto isso ainda não se sabe quais homenagens que serão prestadas a Gonzagão na Princesa do Cariri. Até agora ninguém se manifestou, sequer, sobre a sugestão de transferência de um busto de Luiz Gonzaga – existente no interior do Parque de Exposição – para a pracinha Filemon Teles que fica em frente à ExpoCrato...

Proibido cochilar

Muitos pensam que a construção do monumento a Nossa Senhora de Fátima, localizado no bairro Barro Branco em Crato, está parada. Ledo engano. A estátua – que será de fibra de vidro – já está sendo feita no Sul do País. O terreno, que foi doado pela Prefeitura de Crato pertencia à Diocese e foi permutado por outro, que a Prefeitura possuía na subida do bairro do Lameiro. Como se vê todo mundo está contribuindo para a construção do monumento a Nossa Senhora de Fátima, na cidade de Frei Carlos.

Achado histórico

Nas escavações das obras de requalificação da Rua João Pessoa, em Crato, os operários encontraram dois sinos de bronze que estavam enterrados no solo há muitos anos. Pensaram (os operários) que eram jarros de ferro e os estavam utilizando no transporte de areia. Um colecionador de antiguidades (cratense da gema, como gostam de dizer os ufanistas, e residente na Rua da Vala) que passava no local das obras (ele pediu para não ser identificado), viu os sinos – que devem ter pertencido à primitiva capela de São Vicente Ferrer, existente até 1910 no local da atual Praça Siqueira Campos – e os adquiriu. Menos mal, pois ficarão aqui e ainda poderão ser restaurados.

A pressa é inimiga da perfeição

O governador Cid Gomes apressou-se em inaugurar a requalificação urbana da Rua João Pessoa e duas praças centrais em Crato. Esta semana as pessoas comentavam alguns lances, ali registrados: não colocaram plantas nas jardineiras do quarteirão que forma a Rua Miguel Limaverde. Nesse mesmo quarteirão – no início do Beco do Padre Lauro – também não colocaram protetores de ferro nos locais onde a calçada nivela com a pavimentação da rua. Resultado: tem carros estacionando na calçada do mercantil Casa da Feijoada. Na Praça Siqueira Campos – como estava previsto – um bar está utilizando parte do logradouro, colocando mesas e cadeiras de plástico no espaço destinado ao público.

Tem mais

Fizeram a reforma da Praça Siqueira Campos, mas esqueceram de retirar as palhas secas das palmeiras lá existentes. Nessas palhas secas as andorinhas passam as noites... sujando com suas fezes, alguns bancos de madeira daquele logradouro. Logo, logo, esses bancos estarão com a pintura prejudicada. E é tão fácil retirar essas palhas secas...

Por que parou?

Tomara que seja apenas uma pequena parada de fim de ano. Mas quem passou – esta semana – em frente às obras da escola profissionalizante da Rua Teodorico Teles, ou do Centro de Convenções da Av. Padre Cícero, ou do canal do Rio Grangeiro, constatou uma coisa: todas estavam com os serviços parados. Igualzinho ao que vem acontecendo – há tempos – com o Parque Ecológico do Fundão.

Pegou mal
A declaração do ministro do STF, Ricardo Lewandowski, de que alguns crimes do “mensalão” (à esquerda José Dirceu, o idealizador e operador do esquema) poderiam prescrever, já que ele teria de “começar do zero” a leitura dos autos a ser disponibilizado pelo ministro Joaquim Barbosa. Igualmente estranho foi o que disse outro ministro, Cezar Peluso, cobrando de Barbosa – por meio de ofício – a liberação dos documentos daquele processo. Mas esse jogo do “empurra-empurra” não “colou”! É que os dois apressados ministros desconheciam (?) o fato de os autos do “mensalão” já se encontrarem na Internet há mais de quatro anos...

Los Hermanos ou “quem vê a barba do vizinho arder”...

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, (foto à direita) conseguiu do Senado daquele país – onde o governo tem ampla maioria – aprovar uma lei para calar, ainda mais, a imprensa de lá. Agora a lei só permite falar sempre bem do país, de seus governantes, proclamar a prosperidade, alardear índices fantásticos de crescimento, taxas baixas de inflação, o combate à corrupção, os programas de investimentos etc. e tal. Nos elogios deverá ser dito que caixa 2 de campanha são recursos não contabilizados e praticados por todos; que o povo está fazendo três refeições por dia; comprando em shoppings e viajando de avião. Deve ser horrível viver num país assim...


Apesar dos pesares

No nosso país o governo deixa muito a desejar, mas a iniciativa privada é a força-motriz que faz o progresso acontecer. Sem nenhum mérito para o governo, o Brasil ultrapassou o Reino Unido e se tornou a 6ª maior economia do mundo. Foi a conclusão a que chegou os dados coletados pelo Centro de Economia e Pesquisa de Negócios, consultoria inglesa responsável pelas pesquisas. A crise bancária de 2008 e a consequente recessão foram os pivôs da queda britânica, que pela primeira vez é ultrapassada por um país sul-americano no ranking das maiores economias do planeta. A informação foi divulgada na última segunda-feira, 26, pelos jornais The Guardian e Daily Mail.

Dá para comemorar?

O povo brasileiro recebeu com frieza a notícia acima. Muitos até argumentaram: de que adianta ser a sexta economia mundial (o ministro da Fazenda, Guido Mantega, chegou a prever que em breve, seremos a quinta, superando também a França), se continuamos ocupando um humilhante 84.º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano-IDH. O ideal seria o povo brasileiro usufruir de eficientes políticas públicas de saúde, educação e segurança; ver a corrupção banida dos governos; eleger políticos honestos e competentes; ter seus direitos humanos respeitados, enfim viver com dignidade...

Balanço anual

2011 chegou ao fim. E, com ele, o primeiro ano da administração de Dilma Rousseff. Nenhuma realização de vulto foi feita, as reformas prometidas não saíram do papel em 2011. O governo se defende do pífio desempenho, alegando o pacote de controle de gastos e os compromissos herdados da gestão anterior. O destaque mesmo foram as denúncias de irregularidades contra ministros, feitas pela imprensa. Seis deles caíram por corrupção. Na verdade caíram sete ministros. Mas um – Nelson Jobim, da Defesa – foi demitido porque elogiou o ex-presidente FHC e declarou que não tinha votado em Dilma, e sim em José Serra. O “dado concreto” – lembram-se deste mote? – é que enquanto a presidente estiver sob o jugo do seu guru e dependente dos partidos fisiológicos aliados, nada poderemos esperar de inovação para o Brasil nesta atual administração.

No mais

O governo vetou aumento para funcionários públicos aposentados e para os aposentados do INSS que ganham acima de 1 (isso mesmo: um) salário mínimo; elevou a previsão para a inflação anual e se rendeu à redução do crescimento pífio programado para o PIB 2011, o qual chegou a ser projetado como um “Pibão” e ficará na história como um “Pibim”)... Vôte!

Torpedos

1 – Na sua rápida passagem por Crato, na última 5ª feira, o secretário das Cidades, o cratense Camilo Santana anunciou que a ordem de serviço para a restauração do Centro Histórico de Barbalha, será assinada dentro de duas semanas.

2 – No próximo domingo – dia 1º – dom Fernando Panico comemora (com uma missa às 9h da manhã) os seus 66 anos de vida no santuário da Mãe do Belo Amor, localizada no Sítio Páscoa, nas Guaribas.

3 – A professora Cláudia Pierre lançará seu livro Culpa, Cura e Relacionamento, no domingo, 8 de janeiro de 2012, às 19 h., no Auditório Padre Cícero, do Encosta Hotel da Serra, localizado no bairro Grangeiro, em Crato.

Não tem explicação

Pois não é que o Itamaraty ainda anda alardeando o fato de o Brasil ter “estabelecido relações diplomáticas” com Tonga”? Que diabo é Tonga? Trata-se de uma nação (adota a forma de governo da monarquia constitucional) integrante da Polinésia, na Oceania. Na verdade, um pequeno conjunto de ilhas – com área de 747 km², ocupando o 172º lugar do mundo em extensão territorial – com uma população menor do que a do município de Crato. Os críticos da política externa de dona Dilma lembram que nos anos 70, o poeta e diplomata de carreira, Vinícius de Moraes, já havia composto uma musiquinha, onde constava esta frase: “Eu vou é mandar você/Pra Tonga da milonga do kabuletê”. Faz sentido.


Um comentário:

  1. Parabéns pela excelente coluna desta sexta-feira, Armando!

    O Tavares me pediu que sempre que fosse publicada a Coluna Armando Rafael eu pudesse colocar o anúncio da Aço Cariri ( empresa dos filhos dele ) abaixo da coluna.

    Pois é, sua coluna tem muitos fãs e admiradores.

    Um grande abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.