26 dezembro 2011

32 Milhões passam fome no Brasil, segundo a CNBB

Qual o Brasil Real ?

DADOS E ESTATÍSTICAS

Um relatório elaborado pelo Centro de Justiça Global, pela Comissão Pastoral da Terra e pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra prova a verdade da afirmação da CNBB. Por esse documento ficamos sabendo que o grau de concentração de terra no Brasil é um dos maiores do mundo.

Menos de 50 mil propriedades rurais possuem áreas superiores a mil hectares e controlam 50% das terras cadastradas. Cerca de 1% dos proprietários rurais detêm em torno de 46% de todas as terras. Dos aproximadamente 400 milhões de hectares reconhecidos como propriedade privada, apenas 60 milhões são utilizados para lavoura. As terras restantes estão ociosas, sub-utilizadas, ou destinam-se à pecuária.

Segundo o censo de 1995, existem cerca de 4,8 milhões de famílias de trabalhadores rurais "sem terra", que vivem em condições de arrendatários, meeiros, posseiros, ou com propriedades de menos de 5 hectares.

O QUE AS TERRAS PRODUZEM

O Brasil produz apenas 75 milhões de toneladas de grãos por ano. Esse número é quatro vezes menor do que a média da produção em países com condições climáticas e de solo iguais ou piores. Segundo o Censo Agropecuário, entre 1985 e 1996, as áreas com lavoura permanente foram reduzidas em 2 milhões de hectares, e as com lavouras temporárias em 8,3 milhões de hectares. De 1980 a 1996, a área cultivada reduziu em 2% e a população aumentou em 34%. Na década de 80, o Banco do Brasil investia em torno de 19 bilhões de dólares na agricultura. Entre 1994 e 1998, a média de financiamentos foi de 6 bilhões de reais por ano.

OS QUE TRABALHAM A TERRA

De acordo com o censo de 1995, existem cerca de 23 milhões de trabalhadores no meio rural, e deles somente 5 milhões são classificados como assalariados rurais. Cerca de 65% desses assalariados não possuem carteira assinada e apenas 40% possuem trabalho o ano todo. Muitos desses trabalhadores chegam a trabalhar até 14 horas por dia. Nesse contexto, mulheres e crianças são as mais vulneráveis. A maioria das mulheres realiza dupla jornada, dedicando-se a trabalhar a terra e às tarefas domésticas. Cerca de 4 milhões de crianças trabalham no meio rural e somente 29% delas recebem remuneração. Entre as crianças de 5 a 9 anos, somente 7% recebem remuneração e um grande número não têm acesso à educação.

AS CONDIÇÕES DE QUEM TRABALHA NA TERRA

Entre 1980 e 1996, a renda média de todos os agricultores diminuiu 49%. Enquanto as melhores terras destinam-se à monocultura de cultivos para a exportação, como café, cana, algodão, soja e laranja, 32 milhões de pessoas passam fome no País e outros 65 milhões alimentam-se de forma precária. Desses 32 milhões que passam fome, metade vive no meio rural. Isso explica a migração para a cidade, que aumentou visivelmente nos últimos 30 anos. Os trabalhadores rurais diminuíram em 23%, de 1985 a 1996. Hoje mais de 77% da população brasileira vive nas cidades.
Por isso a concentração de terras tem aumentado muito nestes últimos anos. As propriedades acima de 2 mil hectares passaram de 10.977 em 1992 para 27.556 em 1998, isto é, aumentou o número dos grandes fazendeiros.

A CNBB PRONUNCIA-SE SOBRE MISÉRIA E FOME NO BRASIL

Em seu último documento a CNBB afirma que o Brasil tem a possibilidade de vencer esse grande desafio. É um problema que o Brasil pode superar sozinho...

" temos recursos e tecnologia para vencer a fome. Falta-nos o espírito solidário e evangélico para renunciar a privilégios e libertar-nos do vírus do egoísmo. Falta-nos, ainda, decisão política(...) Temos capacidade de produzir alimento bastante para o consumo interno.e para a exportação. A combinação das redes pública e particulares de armazéns é capaz de atingir toda a população, em qualquer parte do Brasil.

Apesar disso, existe gente passando fome porque a renda familiar não permite comprar a comida que o mercado oferece. As raízes da fome estão, especialmente, na distribuição iníqua da renda e das riquezas, que se concentram nas mãos de poucos, deixando, na pobreza, enormes contingentes populacionais nas periferias urbanas e nas áreas rurais...à condição que haja solidariedade e simplicidade.

Continuam os bispos dizendo que "da afirmação da dignidade do ser humano decorre, também, o princípio ético da solidariedade". Princípio esse que "não pode ser confundido com certas práticas de assistência que humilham quem recebe. É preciso aprender a lição de ética que dá o povo da rua quando reparte o pouco que tem, para que todos sobrevivam. Essa ética particular, com mais razão, interpela a sociedade a repartir a abundância para que todos vivam humanamente, hoje e no futuro". Da afirmação da dignidade humana decorre também a exigência da simplicidade. (...) Precisamos abdicar do sonho consumista, ilusoriamente inculcado pela propaganda e implementar uma globalização solidária, a partir de um estilo de vida inspirado no Evangelho.

PROPOSTAS CONCRETAS

Reconhecem os bispos que a própria "Constituição 'Cidadã' de 1988 inova, em seu Preâmbulo, ao tratar da erradicação da pobreza e da marginalização", mas, infelizmente, temos ainda "um longo caminho a percorrer, pois, os governos pouco fizeram no campo dos direitos sociais, conformando-se antes a uma agenda monetarista e colocando a política financeira acima do desenvolvimento da cidadania".

"Garantir o alimento para todos, superando a miséria e a fome, exige de cada um de nós o engajamento pessoal. Mais do que isto, supõe a experiência pessoal do humilde e corajoso processo de gestação de uma nova sociedade, que atenda aos direitos e às necessidades básicas da população: educação, saúde, reforma agrária, política agrícola, demarcação das terras indígenas e das terras remanescentes dos quilombos, distribuição de renda, reforma fiscal e tributária, moradia. Exige também que desenvolvamos novas relações de trabalho e de gestão da empresa, criando uma economia de comunhão comprometida com a solidariedade e atenta às exigências da sustentabilidade".

Para isso a CNBB lança o Mutirão Nacional para a Superação da Miséria e da Fome, convidando "Dioceses em seus diversos níveis de organização" para que "sejam convidadas pessoas da própria comunidade eclesial a fim de formar grupos" que assumam esse Mutirão. Essa é uma resposta ao imperativo do Evangelho. Antes da multiplicação dos pães, Jesus disse aos apóstolos:
"Dai-lhes vós mesmos de comer" (Mc 6,37).

Revista Mundo e Missão.

14 comentários:

  1. Ôxente, e Lula não alardeava que ninguém mais passava fome no Brasil?

    Que todo mundo fazia 3 suculentas refeições por dia?

    Que vários milhões de brasileiros tinham saído da pobreza e galgado a classe média?

    Que os shoppings estavam sempre cheio pelos novos "consumistas"?

    Que todo mundo agora podia andar de avião?

    Que os brsileiros viviam agora num verdadeiro paraíso de progresso e numa ilha de prosperidade, em meio a decadente sociedade capitalista?

    Será que os bispos não estão é com inveja do surto de riqueza que caiu nas casas dos brsileiros????

    ResponderExcluir
  2. A Igreja Católica com tantos escandalos de pedofilia onde boa parte dos seus serviçais estão envolvidos do Piauí ao Rio Grande do Sul, há muito andava procurando um mote para continuar em evidência. Não é sem motivo que o seu rebanho vem se dispersando.
    Foi do tempo em que nomes como Dom Helder, Dom Pedro Casaldiga, Dom Tomás Balduino e mais uns poucos, serviam de exemplo, e davam um tom de seriedade as propostas expostas por seus membros.

    ResponderExcluir
  3. A Igreja Católica com tantos escandalos de pedofilia onde boa parte dos seus serviçais estão envolvidos do Piauí ao Rio Grande do Sul, há muito andava procurando um mote para continuar em evidência. Não é sem motivo que o seu rebanho vem se dispersando.
    Foi do tempo em que nomes como Dom Helder, Dom Pedro Casaldiga, Dom Tomás Balduino e mais uns poucos, serviam de exemplo, e davam um tom de seriedade as propostas expostas por seus membros.

    ResponderExcluir
  4. Ao invés de responder às perguntas feitas, o Sr. Elmano optou por atacar -- -- aleatoriamente, e sem citar os nomes, membros da hierarquia Igreja Católica.

    É a tal coisa. Tenta descredenciar o acusador já que não tem argumento para defender o acusado. Tática stalinista já desmoralizada no tempo e no espaço.

    Sr. Elmano: cite os nomes da “boa parte dos seus serviçais envolvidos do Piauí ao Rio Grande do Sul, há muito andam procurando um mote para continuar em evidência”. (sic).

    Fica o desafio!
    Cite se tem coragem, pois dessa maneira sua defesa dos demagogos, dissimulados e corruptos fica sem nenhuma credibilidade.

    Há tempos, não levo mais em conta os “comentários” feitos pelo Sr. Elmano. Desde os postados por ele em matéria do jornal “O Povo”. Ele se lembra do episódio. Como muita gente daqui ainda lembra.

    Mas tem deles que causam espécie, como o acima (por sinal repetido, como se fosse um “SEGUNDO TEMPO”).

    Embora respeite a defesa que ele faz da Guarda Pretoriana dos corruptos que infestam Brasília não ficarei calado e usarei minha cidadania para defender os que têm coragem de falar a verdade, a exemplo dos bispos da CNBB.

    Vamos fundo!
    O espaço é democrático!
    Os leitores só tem a ganhar se abrirmos o baú...

    ResponderExcluir
  5. É preciso defender o Governo Petista de alguma forma, nem que para isso seja preciso atacar a própria Igreja Católica. 32 milhões passam fome no Brasil. Dados oficiais. Contra fatos, não há argumentos.

    PT Saudações.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  6. É isso aí, Dihelson.

    As autoridades governamentais têm grandiosíssima obrigação para com 8,5% da população brasileira que vive em extrema pobreza, sobrevivendo com uma renda per capita inferior a R$ 70/mês.

    E ao invés de cobrar este urgente problema, alguns ficam desviando o foco para problemas pontuais de outras instituições da sociedade.

    Que se combata a pedofilia, por acaso denunciada nas igrejas (evangélicas, católica, e outras); que se combata os abusos sexuais contra menores (muitos feitos pelos próprios pais, como vemos nas notícias quase diariamente).

    Mas sejamos honestos: o governo tem o grave dever de melhorar a situação econômica dessa grande camada da população brasileira (32 milhões) que passa fome.

    Não adianta tentar tapar o sol com urupema...

    ResponderExcluir
  7. 15/03/2010 - 14h57
    Igreja afasta monsenhores e padre acusados de pedofilia em Arapiraca (AL)
    Carlos Madeiro
    Especial para o UOL Notícias
    Em Maceió

    A Igreja Católica anunciou neste fim de semana o afastamento das atividades eclesiásticas de dois monsenhores e um padre do município de Arapiraca (AL), a 130 km de Maceió. Eles são acusados de participarem de esquema de pedofilia e vão responder a um inquérito policial por conta de denúncias feitas por ex-coroinhas e familiares.

    A decisão da igreja foi anunciada durante celebração no último sábado (13) à noite, pelo bispo da diocese regional, Dom Valério Breda. Nesta segunda-feira (15), a cúria diocesana se reuniu para definir o nome dos substitutos das paróquias, entre elas, a catedral de Nossa Senhora do Bom Conselho, comandada por um dos acusados.
    Leia outras notícias

    Polícia deve convocar Vagner Love a depor sobre escolta em favela do Rio
    Polícia encontra refinaria de drogas na zona sul de SP
    Homem atingido por árvore em SP permanece em estado gravíssimo após cirurgia
    Após chuva, CET registra mais de 40 árvores caídas em São Paulo
    Rapaz de 17 anos mata vítima e filma crime no celular

    A Polícia Civil já instalou inquérito para investigar o caso. Duas delegadas já foram designadas para apurar as denúncias. O pedido de investigação partiu do Ministério Público Estadual.

    O escândalo de pedofilia foi denunciado na última quinta-feira (11) pelo programa Conexão Repórter, do SBT. A reportagem especial, feita pelo jornalista Roberto Cabrini, denunciou diversos

    ResponderExcluir
  8. Igreja ataca pedofilia, mas socializa a culpa Assembleia geral da CNBB toma decisão histórica e decide criar uma comissão para discutir o assunto. Arcebispo de Porto Alegre, porém, defende a instituição e diz que o crime é "uma anomalia da sociedade humana"

    Rodrigo Couto

    Publicação: 05/05/2010 07:00 Atualização:
    Pressionada pelo aumento das denúncias de pedofilia praticadas por integrantes da Igreja Católica no Brasil e no exterior, a 48ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) aprovou, pela primeira vez em sua história, a criação de uma comissão de estudo para debater o assunto. Formado por até seis integrantes, com apoio de quatro auxiliares, o grupo pode sugerir, até o fim do encontro, na quinta-feira da semana que vem, novas instruções aos religiosos que comprovadamente têm ou tiveram relações sexuais com meninos e meninas.

    A oficialização de uma discussão inédita para a Igreja Católica levou a reações inesperadas. Citando dados de um artigo publicado nos Estados Unidos, o arcebispo de Porto Alegre, Dadeus Grings, que é coordenador do tema central da assembleia da CNBB, mais importante reunião dos representantes católicos do Brasil, disse que apenas 0,2% dos casos de pedofilia na Alemanha, por exemplo, estão na Igreja. “É uma anomalia da sociedade humana e que deve ser corrigida. Somos os únicos que atacamos a pedofilia e, por isso, somos mais visados”, argumentou. “Essa questão deve ser discutida em um âmbito maior que o da Igreja.”

    Homossexualidade
    Polêmico, o bispo admitiu que a Santa Sé tem dificuldade em cortar na própria carne e que o papel de prender e punir cabe à Justiça. “É muito raro um pai levar um filho à polícia. Então, primeiro investigamos para depois tomar algum tipo de medida. Mas é claro que a Igreja tem problemas para punir seus filhos”, admitiu. “Não escondemos nada de ninguém. Todos os casos são devidamente investigados.”

    Para o arcebispo, a pedofilia é resultado da liberalização sexual. “Quando há essa liberação, pode ocorrer desvios sexuais”, destacou, ao classificar a homossexualidade como “um desvio (1) relacionado à educação dos jovens. “O adolescente espontaneamente é homossexual. Menina brinca com menina e menino brinca com menino. Se não houver uma boa orientação, isso se fixa.”

    ResponderExcluir
  9. A notícia do Brasil como sexta economia do Mundo, ativou novamente as frustrações de alguns.
    Esse sentimento de perda que vem se repetindo, cria realmente alguns sintomas interessantes.
    Cairam de porrada na URCA, perderam.
    Cairam de porrada no Santana e Juazeiro, Juazeiro bombando.
    No Cid, Ciro, Sineval...estenderam o tapete, e lamberam botas.
    Cuba com sua exposição Global, e os ricos na loucura, querendo seu espaço na ilha da fantasia.
    E a vida pregando das suas mostrando que os deuses estão nús. Ainda bem que Anicetos, Higino, Zulina, Zabumbeiros, Bigode, Bruno, Luciano, Nicodemos, Nezite, Eugenio, Josenir, Abraão,Williane, Alemberg, Severo, e outros grandes Mestres, terminam o ano mostrando a beleza da vida e de sua arte.

    ResponderExcluir
  10. Fraquinho que só “caldo de bila” este comunistóide Elmano.

    (Ele vai dizer: “não sou filiado a partido nenhum embora tenha simpatia pelo PCdoB... ou PC do Bolso, de Orlando Silva do 2º tempo, do partido que já foi partido do corrupto Agnelo, agora governando o DF aboletado no PT.

    Quando da vitória deste último, Elmano ainda postou uma foto “comemorando” a vitória de Agnelo. Ridiculo. Coisa de subserviente como ele o é)

    No primeiro comentário que fez o “camarada” enrustido cantou de galo: “boa parte dos seus serviçais estão envolvidos do Piauí ao Rio Grande do Sul”. (SIC)
    Terminou por requentar notícias do ano passado de 3 casos pontuais em Alagoas.

    Todos punidos pela Igreja e pela lei.
    Ora me poupe! Falta citar os prováveis anunciados casos do CE, RN, PB,PE,SE,BA,ES,RJ,SP,PR,SC,RS,DF,MT,MS,MG,GO.

    Dizer que tenho frustração porque não rezo pela cartilha dos atuais donos do poder é no mínimo hilário. Realmente não rezo pela cartilha deles. Nem dos subservientes às serpentes de vértebras quebradas que existem na URCA!

    Nem vivo simulando comentários anônimos atacando a honra das pessoas, como vocêjá fez.

    Assumo o que escrevo.

    Por isso afirmo: Elmano é um subserviente, mau caráter, falso, dissimulado, useiro e vezeiro lamber as botas dos esquerdistas que estão no poder.
    É esta a característica maior dessa abominável figura que vomita a bílis do veneno que abunda nele.
    Aguardo suas respostas mentirosas...

    ResponderExcluir
  11. De você Armando desprovido de caráter, Mau Caráter até que é uma boa pedida.

    ResponderExcluir
  12. Cite os nomes que ameaçou enumerar no primeiro comentário.

    E se não o fizer ficará reconhecido por toda a comunidade não só como os adjetivos -- de domínio público -- que ornam a sua personalidade, mas como RELES mentiroso.

    E faça-me o favor de nunca mais me dirigir um cumprimento. Detesto falsidade!

    ResponderExcluir
  13. Calma, meu Povo!

    Calma!

    É possível uma boa convivência mesmo tendo opiniões diferentes.

    O Armando Rafael é uma rocha muito sólida de conhecimentos e idéias corretas. Nunca vi o Armando dizer inverdades. Nunca o flagrei espalhando mentira. Qualquer coisa que falarem mal do Armando bate na parede e escorre ao chão, porque seu caráter é inquebrantável. Ele nem precisa se defender. Acho que o Elmano também não.

    Por outro lado, não acirremos os ânimos apenas por termos divergências em determinados assuntos. Não vamos fazer daqui um campo de batalha como bem queria e fizeram no passado o Zé do Vale, Zé Nilton Mariano e o Zé Flávio. Graças a Deus que aquele tempo passou. Todos eles estão noutra dimensão agora onde eu nem sei nem quero saber. E por isso voltamos à PAZ e à Prosperidade aqui.

    Essa paz que passou a existir aqui porque mesmo discordando de certas opiniões, os membros passaram a se respeitar.

    Eu fico feliz porque o Elmano tem idéias muito contrárias às minhas em quase tudo, mas nossas contendas nunca passaram dos limites, nunca fomos às vias de fato, e isso é bom. O Elmano sempre soube manter a ira dentro do controle. Não podemos ter um Blog apenas de pessoas de direita. Para que debatamos com mais realismo os problemas do Brasil, precisamos de gente de todos os lados, mas que saibam ser educadas.

    Peço a todos os dois autores, todos Notáveis, homens muito respeitáveis, que parem com essa discussão, pois isso não leva a nada, só causa stress que é ruim para a saúde.

    Muito melhor faremos pela comunidade se nós trouxermos coisas positivas. Hoje é Quinta-Feira, o Crato aguarda ansiosamente pela Coluna Armando Rafael que passou a ser da cidade, como um monumento jornalístico.

    E do Elmano, queremos outras postagens. Creio que todos dois possuem bom caráter. Será que estou tão errado assim ?

    Abraços,
    É TEMPO DE PERDOAR, É TEMPO DE PAZ. VAMOS DEMONSTRAR O NOSSO LADO CRISTÃO. SOMOS PECADORES, MAS ALCANÇAREMOS PERDÃO.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  14. Vamos deixar isso pra lá, gente. Revidar o que o outro falou só gera mais bate-boca. Vamos encerrar essa discussão improfícua ?

    Abraços,
    PAZ

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.