21 novembro 2011

Rodovia Padre Cícero já precisa de reparos

NE - Nem terminou, aliás, nem começou e já precisa de reparos...

A rodovia deve facilitar o caminho entre a Região do Cariri e Fortaleza. Mas, mesmo antes de ser inaugurada completamente, alguns trechos da Rodovia Padre Cícero apresentam problemas. Já há buracos em alguns locais. Em outras, a pavimentação é ótima e a sinalização, adequada. O POVO percorreu boa parte da rodovia e percebeu que, enquanto alguns lugares estão com condições de tráfego muito boas, outros já precisam de reparos.

Para os motoristas que trafegam pela região, a obra deve facilitar. “A ideia é boa, mas, antes de inaugurar, já tem parte esburacada”, comenta Francisco Soares, que mora em Fortaleza, mas precisa ir à Região do Cariri a cada duas semanas, pelo menos. O comerciante Edimar Morais, que trabalha próximo ao município de Orós, conta que os motoristas reclamam dos prejuízos com o carro. Mas ele não esquece o elogio: “Tem uma parte que está toda boa. Quando tiver tudo pronto, vai ser bom pra gente”.

De acordo com a Secretaria da Infraestrutura do Estado (Seinfra), as obras já concluídas da via são a CE-385 no trecho entre Caririaçu e o distrito de Quitaiús (Lavras da Mangabeira), no entroncamento com a BR-230.

Foram 46,7 quilômetros. Os municípios beneficiados, com essa área, são Caririaçu e Lavras da Mangabeira. Outra obra já concluída é na CE-153, entre Banabuiú e Solonópole – 49,9 quilômetros. Está em andamento um trecho da CE-153, entre Solonópole e Nova Floresta (em Orós). São 60,5 quilômetros. Os municípios beneficiados serão Solonópole, Jaguaribe e Orós.

A Rodovia Padre Cícero é um conjunto de várias rodovias que ligam Fortaleza ao município de Juazeiro do Norte. Tem como objetivo diminuir em cerca de 70 quilômetros o trajeto entre a Capital e o município. A via passa por Quixadá, Banabuiú, Solonópole, Orós, Cedro, Lavras e Caririaçu.

A obra não é recente. Começou em 2007. No mês de outubro, o governador Cid Gomes anunciou o roteiro da nova estrada. Um somatório de trechos compõe a rodovia. São eles: partes da CE-060, da CE-368, da construção de 50 quilômetros da CE 153, e da CE- 385.

Fonte: O Povo


Um comentário:

  1. É uma vergonha. Onde estar a fiscalização do DER? ou será que também existe algo por trás nas licitações?
    Heládio Teles Duarte

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.