09 outubro 2011

Rios, florestas e cidades: vida! - Por José de Arimatéa dos Santos



A natureza nos brinda e nos dá lições diariamente e sempre. O homem é que deve explorar os recursos dados por essa natureza tão bondosa, mas que parece já em estado de stress para a falta de cuidado e ganância de parte da humanidade. A natureza é sábia. O homem tem a inteligência. Só que tem um problema não resolvido por parte dos homens. A exploração desses recursos sem o devido cuidado e a exaustão levam destruição de rios, florestas e cidades. É necessário o mais urgente que os recursos naturais sejam explorados de forma mais responsável. Essa preocupação é de ontem.

Poluem os rios despejando tudo que é esgoto, além de desmatar suas margens e não proteger as suas nascentes. Crime contra a humanidade fatos dessa maneira. Rio não é esgoto. Uma diversidade de animais e plantas dependem do rio para sobreviver e para o homem explorar economicamente.

Já as florestas todos os dias os noticiários anunciam a quantidade de áreas devastadas da amazônia e todas as matas desse Brasil imenso. A exploração econômica da floresta de forma racional e usando as técnicas de manejo corretas ajudam e muito na preservação da vida tão presente nas matas. Isso não significa só preservar rã, cobra ou onça. Preserva também a atividade econômica do homem que mora na floresta. Explorando de forma correta a mata produz dividendos para toda uma comunidade da cidade e do campo.

As cidades infelizmente não têm um planejamento e isso se reflete nas construções em topo de morro, muito próximas de rios ou em cima de antigos lixões. Depois de construídos prédios comerciais e residenciais aí vem o poder público tentar remediar com medidas paliativas que não resolvem os problemas. É importante a cada momento fazer a nossa reflexão e ver o quanto ajudamos na preservação da vida. O cuidado com o nosso lixo em separá-lo para a coleta e se preocupar com o seu destino final. Tem também a economia de água e energia que demanda investimentos altos e impactos ambientais(mesmo pequenos) para se produzir essa energia. Toda essa miscelânea de temas expostos acima devem ser debatidos hoje e sempre. A qualidade de vida de todos está em jogo.

Foto: José de Arimatéa dos Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.