28 setembro 2011

Dep. Sérgio Novais rechaça denúncia sobre sumiço de dinheiro e chama ex-vereador Rogério de “inadimplente”


NE
- E continua a briga do Grupo Cidista com o grupo do Dep. Sérgio Novais pela direção do PSB em Fortaleza. É interessante observar que o governador Cid Gomes já aparece na TV, com um sorriso nos lábios e falando no seu partido, como quem finca em definitivo uma bandeira no território. Mas ao que parece, muita água ainda vai rolar em baixo da ponte, principalmente porque o Sérgio Novais foi reconduzido recentemente à direção do partido por meio de uma assembléia com 800 militantes.

Sobre denúncia feita pelo ex-vereador Rogério Pinheiro (PSB) acerca do sumiço de R$ 140 mil do caixa do PSB de Fortaleza, o presidente destituido da legenda, Sérgio Novais, manda nota par ao Blog. Confira:

Diante das recentes denúncias do dirigente do PSB, Rogério Pinheiro, acerca a movimentação financeira do partido, informo:

Há aproximadamente seis meses Rogério Pinheiro vem obstruindo os recursos do partido, se recusando a assinar cheques, atrasando compromissos da legenda – como pagamento da folha e de impostos – e impedindo a realização de pesquisas e eventos do PSB, entre eles os seminários que debateram temas como “Planejamento Urbano” e “Transporte Público em Fortaleza”, a fim de formar militantes e possíveis pré-candidatos para a construção de um projeto de gestão para a capital cearense.

Diante do impasse, autorizei que a movimentação do partido fosse feita pelos primeiro e segundo tesoureiro do PSB. Tenho documentos que comprovam todos os gastos do partido, bem como a recusa de Rogério em assinar os cheques da legenda.

Considero as acusações feitas à imprensa como uma tentativa de criar um clima de instabilidade partidária. Rechaço esta atitude, especialmente de quem, na condição de tesoureiro, nunca zelou pelas finanças do PSB, sendo, inclusive, inadimplente com suas contribuições financeiras à legenda.

Atenciosamente,

Sergio Novais.
( Via Eliomar de Lima )

Compreendendo a Notícia:

Briga no PSB de Fortaleza vira caso de polícia

A crise interna no PSB de Fortaleza está longe de um desfecho e já virou até caso de Polícia. Rogério Pinheiro, 1º secretário de Finanças do partido, denuncia que cerca de R$ 140 mil foram retirados ilegalmente da conta bancária da sigla, deixando o PSB “inviabilizado financeiramente”. O responsável pelo ato que fere o estatuto do partido teria sido, segundo Rogério, o presidente destituído Sérgio Novais, que foi afastado do comando da legenda no último dia 15.

Rogério Pinheiro, que integra a parte da ala histórica do PSB que rompeu com Novais, explica que apenas ele poderia autorizar as ordens de pagamento em nome do partido. Por isso, solicitou ontem à Caixa Econômica Federal que explique como esse montante de recursos saiu da conta da agremiação. A resposta deverá sair amanhã, quando a nova direção da sigla deverá realizar um Boletim de Ocorrência na Polícia. Em seguida, acionará a Justiça para conseguir reaver os recursos.

Apesar do caso ainda não estar esclarecido, Rogério afirma ter tomado conhecimento de que Sérgio Novais enviou ofício à Caixa autorizando o 2º secretário de Finanças do PSB, Marcos Pires, a assinar os cheques em nome da sigla. “Isso é uma irregularidade grave, já que o estatuto do partido é muito claro ao dizer que o 2º secretário (de Finanças) só pode assinar se o 1º estiver impedido, o que não é o caso”, esclarece Rogério.

Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.