26 setembro 2011

A decadência do Crato e os Políticos Canalhas


"E finalmente chegamos ao domingo. Dia de parar para refletir e colocar em órdem nossos pensamentos e ações. Conforme os leitores poderão verificar logo abaixo dessa postagem, publicamos a "notícia-surprêsa" de que o SESI pretende instalar unidades nas cidades de Sobral e Iguatu.

Isso é uma notícia que para qualquer cratense que ama esta cidade é uma verdadeira punhalada nas costas empreendida pela FIEC, pelo fato de que esta mesma FIEC recentemente desativou a unidade do SESI do Crato, que funcionava e trazia benefícios há mais de 30 anos, e era um dos símbolos da nossa cidade. Mas não perdemos apenas o SESI, perdemos também nos últimos tempos dezenas ou centenas de investimentos e órgãos que funcionavam aqui.

Porque será que o Crato tem tantos inimigos ?

Tantos "homens", para não dizer outra palavra, que só vem aqui para tirar o que é nosso e levar para outras cidades ? Não me esqueço da reunião em 2010 quando veio o Pres. da FIEC comunicar lá no salão nobre da prefeitura, que a decisão de desativar o SESI do Crato era em caráter irrevogável, e que o prédio seria vendido, não havendo nada que o município poderia fazer. Aliás, o prédio está lá para ser vendido nesse momento. E agora vão ativar em Iguatu e Sobral ? Qual é a lógica disso ?

É preciso que os Cratenses façam uma retrospectiva do que a cidade já perdeu nos últimos tempos: Perdemos diversas universidades, perdemos grandes investimentos, que foram levados para a cidade vizinha ou pior, estavam funcionando e foram RETIRADOS do Crato. Vocês sabem quem está por trás de tudo isso, não sabem ??? Pensem um pouco...

Há poucos meses publicávamos mais um golpe que viria, dessa parte, do Governo do Estado do Ceará, da Secretaria das cidades, e denunciado pelo então secretário de Meio Ambiente de Controle Urbano do Crato, Sr. Nivaldo Soares, de que estava em andamento um plano macabro para a construção de um grande centro que funcionaria no local do "Centro de Apoio aos Romeiros" em Juazeiro do Norte, e que iria levar os últimos órgãos do Crato e da região do Cariri, centralizar tudo. A truculência foi descoberta a tempo e o engodo não se concretizou porque a voz da imprensa e do povo foi mais alta contra a secretaria das cidades, e a coisa toda estava escancarada demais, mas temos as provas documentais de tal atrocidade que pretendiam fazer.

O CONTO DA REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI

O Crato e as outras cidades do Cariri cairam no conto da "região metropolitana do Cariri", aonde se pensava que o desenvolvimento regional seria igualitário. Pensava-se que todas as cidades sairiam beneficiadas. Hoje vemos que fomos enganados, apenas UMA cidade se desenvolve, as outras entraram pelo cano nessa "estória". Nós mesmos fomos grandes apoiadores na época, da iniciativa, pois acreditávamos piamente que uma região metropolitana seria bem vinda. Quando recebi do Deputado Ely Aguiar uma mensagem dizendo que os políticos de Juazeiro queriam mudar o nome para "Região Metropolitana do Juazeiro" ao invés do "Cariri" em plena sessão da Assembléia Legislativa com o aval de toda a "turma do Cid Gomes", igual à época em que quando foram decidir aonde ficaria a Universidade ( UFC ) , se em Crato ou em Juazeiro, os políticos daquela cidade, mesmo inimigos, se cotizaram para levar a Universidade para lá, eu pensei com meus botões: "Estamos perdidos!". Graças ao Dep. Ely Aguiar que se movimentou na época, o nome hoje não é "Região Metropolitana do Juazeiro", e assim a coisa vem se arrastando. Temos tudo documentado. Aqui não é conto da carochinha nem falácias. O Blog do Crato funciona há 6 anos e temos todas as notícias amplamente registradas e guardadas. Todo mês, o Crato tem recebido uma verdadeira machadada, um duro golpe da parte de políticos que foram inclusive eleitos com o voto dos próprios cratenses.

MEA CULPA - A Culpa é dos Cratenses

Como sempre faço questão de frisar nas minhs crônicas, que não devemos ficar a culpar as outras cidades pela retirada dos órgãos do Crato. Eles fazem a parte deles, que é ir para o corpo-a-corpo e tentar ganhar. Vence quem tiver mais força. Na verdade, grande parte da culpa é dos cratenses que não votaram em quem defenda a cidade. Nosso eleitorado daria para eleger vários deputados Estaduais e Federais, mas os Cratenses sempre votaram em candidatos de fora. É preciso que as pessoas se conscientizem de que por pior que sejam os candidatos locais, é SEMPRE melhor votar num local do que votar em Políticos de fora. Num forasteiro. Porque os forasteiros não tem qualquer compromisso com nossa terra, eles só precisam do nosso voto e vão embora.

O Crato hoje amarga sem defêsa e à mercê de verdadeiros bandidos, que vem aqui e fazem o que querem. Ficam aí agora antes das eleições pulando de partidos, já preparando o próximo golpe, porque para eles, só interessa se dar bem no plano pessoal, nunca pensam no coletivo. São egoístas por natureza.

Crato precisa acordar e fazer uma lista dos órgãos que já foram levados da cidade e POR QUEM. Quem está por trás de tudo isso, caso a caso, e NUNCA votar nos mesmos canalhas daqui pra frente. E aliás, cuidado, porque os canalhas são os mesmos, eles apenas mudam de partidos para confundir a população. Essa é a dura realidade que precisamos compreender se quisermos ainda salvar o que resta da cidade do Crato - Outrora cognominada "Coração do Cariri".

Por: Dihelson Mendonça

3 comentários:

  1. Caro Dihelson

    A verdade que mais dói é que o cratense elege muito mal seus prefeitos. E não temos representantes cratenses na alta câmara. Se fizermos uma retrospectiva dos últimos 50 anos, (1961-2011), sem desejar ofender a dignidade de nossos prefeitos anteriores, destaco apenas dois deles que tiveram bom desempenho, além do atual, que luta contra a maré: O Sr. Pedro Felício e Dr. Raimundo Bezerra, o maior líder político que o Crato já teve (e que foi muitas vezes ignorado pelos nossos eleitores) e somente foi eleito prefeito graças ao esforço do Sr. Tasso Jereissati.
    Além do mais, que povo acomodado!
    Gostei deste seu texto, pois é um forte argumento para que o cratense desperte e sinta-se ferido em sus brios. Vamos malhar mais sobre este tema!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Carlos,

    Tenho passado muitos anos e cada vez mais tentando compreender essa engenhoca que chamamos de MUNDO. É uma coisa incrivelmente complexa, mas parece-me que há leis definidas. Certos padrões em como a engrenagem funciona. Estou estudando isso bastante. Há uma elite no topo da cadeia que controla tudo.

    Sobre o micro-universo da nossa região, já chego à conclusão que os políticos não estão mais nem um pouco perturbados com a opinião de ninguém. Nossas crônicas caem no vazio. Depois da era Lula ( e não estou dizendo que tenha sido por causa dele ), o nosso povo perdeu a vergonha na cara. A Incapacidade de se indignar.

    A maioria se transformou em
    ZUMBIS, não estão interessados em política, nem nos destinos da sua terra. Não sabem de mais nada além do alimento na frente. São animais semi-irracionais que sequer sabem que estão vivos. Esse é o triste perfil da maioria do povo.

    Por isso mesmo, os políticos podem até ler os nossos artigos, mas dão risadas deles, porque no fim das contas eles fazem aquilo que eles querem. DEITAM E ROLAM. Estão Caçando e Andando para o que as pessoas reclamam.

    E fica tudo por isso mesmo. Não temem mais nada, nem povo, nem Imprensa e nem a Justiça. Se acham imortais e intocáveis. E se alguém incomodar demais o "sistema", esse poderá ser apaziguado, intimidado ou em casos extremos, eliminado. Vários jornalistas já foram. Sumiram misteriosamente. São planos cuidadosamente arquitetados pelos grandes do poder, que não querem que alguém reclame demais.

    Mas esses poderosos só agem hoje em dia se forem MUITO incomodados, no mais qualquer denúncia ou reclamação, como eu disse, nem arranha a sua imagem. Ouvem tudo, mas fazem o que querem, numa total falta de controle.

    Por isso mesmo, é preciso algo muito além do simples reclamar e reivindicar. Não vou ao extremo como fazem nos países do Oriente Médio que consideram essencial a luta armada e o terrorismo para atingirem os seus alvos, mas pode-se compreender porque escolhem essa opção, porque as minorias nunca são ouvidas. Mas isso são medidas abomináveis que jamais gostaríamos que o povo brasileiro, pacífico por natureza seguisse.

    Mas concordo que um movimento popular em larga escala se faz necessário. Algo que provoque a indignação do povo, das massas, porque somente assim, os poderosos poderão legislar novamente em favor do povo, e não somente em causa própria como fazem.

    O POVO PRECISA ACORDAR!
    DE ALGUMA FORMA. Antes que seja tarde demais. E para a tristeza dos poderosos que irão ler isto: Vocês se enganam! AINDA não é tarde demais!

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  3. Carlos, concordo plenamente com você, em relação a competencia do Dr. Raimundo bEZERRA. Lembro-me que quando adolescente, minha mãe já falava muito bem dele, como médico humanitário, do seu amor pelo Crato. "no tempo que a sua candidatura tinha como mote, a ZEBRA".Se desde aquela época, tívessemos acreditado "na zebra", poderíamos ter um Crato diferente.Com certeza Dr. Raimundo pensava grande, em benefício de uma população e não somente para o seu sucesso individual. Dr.
    Raimundo é o que se pode dizer "FOI O CARA".

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.