25 julho 2011

Cariri ganha coleção de obras sobre história da região

O Cariri ganha uma seleção de obras que contam a história da região. Sete livros do escritor cearense José Alves de Figueiredo Filho foram reeditados pela Secretaria da Cultura do Ceará, Universidade Regional do Cariri (URCA) e Edições UFC, na série Memória, da Coleção Nossa Cultura. Todas as obras, que estavam esgotadas, foram relançadas em edições de mil exemplares cada, sem fins financeiros, que serão distribuídas pela URCA. Ainda não foi marcada a data de lançamento.

Foram reeditados os livros: "Engenhos de Rapadura do Cariri", "Folguedos Infantis do Cariri", os quatro volumes da "História do Cariri" e "Cidade do Crato" (com Irineu Pinheiro). Os sete livros de J. de Figueiredo Filho foram publicados como parte de 10 títulos que enfocam a história e os costumes do Cariri. Os engenhos de rapadura tornaram-se um símbolo da região que nasceu e cresceu na sombra da agroindústria da rapadura. De Irineu Pinheiro, a série inclui dois livros: "Efemérides do Cariri" e "O Cariri: seu descobrimento, povoamento, costumes".

De Floro Bartolomeu da Costa, foi publicado o livro "Juazeiro do Padre Cícero", que reproduz o célebre discurso do deputado pronunciado na Câmara Federal, em 1923, em defesa da Meca do Cariri e do seu líder político e religioso, Padre Cícero Romão Batista. "A reedição desse rico acervo ocorre numa outra feliz coincidência de data: os100anos de Juazeiro. "A leitura é imprescindível para todos quantos queiram compreender o mais extraordinário fenômeno sócio-religioso ocorrido, na última década do século XIX e nas primeiras do século XX, no Brasil: o Padre Cícero Romão Batista, criador e criatura do Juazeiro do Norte", dizem na apresentação dos livros o então Reitor da URCA, Plácido Cidade Nuvens, e a atual Reitora, Otonite Cortez.

"Engenhos de Rapadura do Cariri", de José de Figueiredo Filho, com ilustrações de Percy Lau, foi originalmente publicado pelo Ministério da Agricultura, em 1958, no Serviço de Informação Agrícola (SIA). Traça o perfil de uma atividade que tinha papel central na economia agrícola caririense e na alimentação do homem no Nordeste. Fonte: (Diário do Nordeste/Antônio Vicelmo).

Via URCA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.