30 junho 2011

Não é preciso mudar o Parque de Exposições, que só tem 30% da Área Construída. O que precisa é fazer o Projeto já Apresentado !


Somente 30% da área do Parque de Exposições é Utilizada. Qual o interesse em mudar de local? O que há por trás disso ?

Um completo projeto de urbanização da área já foi entregue umas 5 vezes e sempre obtém o silêncio como resposta!

Cadê os 30 milhões que o Governador Cid Gomes prometeu há mais de dois anos para a EXPOCRATO ? Virou Fumaça ? Era só promessa mesmo, ou era apenas um plano bem articulado entre os jagunços para tentarem levar a Exposição do Crato para terrenos super valorizados ali na divisa Crato-Juazeiro ? Terrenos estes que têm donos muito bem definidos ???? O prefeito do Crato fez um projeto de urbanização da área, que é ocupada somente 30 por cento atualmente. O projeto já foi entregue uams 5 vezes a Cid Gomes, que deu o silêncio como resposta. Aparentemente, a coisa toda era apenas um grande Engodo para iludir os Cratenses.

Veja reportagem da época ( Julho de 2009 )

samuel 01

Em audiência pública realizada na manhã da última terça-feira, dia 14 de Julho, no SESC Crato, para uma platéia de diferentes segmentos da sociedade, intelectuais, e a presença do representante do governo do estado, secretário do desenvolvimento agrário Camilo Santana, o prefeito de Crato, Samuel Araripe se adiantou à polêmica gerada por alguns sobre se deve ou não mover o parque de exposições para outro local, e já prevendo que a esmagadora maioria dos Cratenses optariam pela permanência do parque no local aonde hoje se encontra, deu uma cartada de mestre, ao tirar literalmente "da manga", e entregar ao governo do estado, todo um projeto de ampliação e modernização do atual parque de exposições, e que o transformaria numa espécie de "Central Park" em pleno coração do Crato, com áreas verdes, pistas de cooper e até um lago, semelhante ao parque do Ibirapuera, em São paulo. A audiência, que foi brilhantemente conduzida pelo Promotor de Justiça - Pedro Luis Lima Camelo, teve o pronunciamento de inúmeras pessoas renomadas da sociedade Cratense, e a cada vez em que os oradores se posicionavam sobre a permanência do parque no local atual, eram aplaudidos veementemente.

Segundo o prefeito Samuel Araripe:

"Precisamos trabalhar hoje projetando como será o Crato daqui a 50 ou 100 anos. Em breve, essa região que hoje é ocupada pelo parque da expocrato será o coração do novo Crato. Por ali, passarão avenidas gigantescas, que unirão bairros como Grangeiro à Vila Lobo, por exemplo. Pelas inúmeras manifestações do povo do Crato em diversas ocasiões, não temos mais dúvidas de que a população já escolheu que o parque deve permanecer aonde se encontra, agora, precisa ser modernizado e ampliado. Essa é uma excelente oportunidade de fazermos o Crato dar um Salto para o futuro, através da construção de uma malha viária que circundará o parque, e permitirá o acesso de quem vem de qualquer parte. O projeto da nossa autoria, e que consta no PRU, plano de requalificação urbana do município, contempla a qualidade de vida dos Cratenses, através de uma visão ecológica e ambientalista. Acreditamos no desenvolvimento sustentável. O Crato que eu quero deixar para as futuras gerações, é um Crato que pensa em desenvolvimento, em modernidade, mas a exemplo das melhores cidades do mundo, tem um sistema de integração voltado ao bem-estar do ser humano, sobretudo.

Esperamos que o nosso governador, para quem enviei o projeto de modernização, olhe com muito carinho para ele, e eu acho que ele vai olhar, pois já se dispôs a investir até 25 milhões de reais no parque de exposições ou no Crato. Creio que esse é um daqueles momentos históricos, em que temos a grande oportunidade de fazer o Crato dar um salto para a modernidade, preservando a qualidade de vida da população. Agora, não falta mais um projeto de modernização do nosso parque."

"A colocação do professor Cacá Araújo foi feliz, quando disse que nesta reunião temos o casamento perfeito, pois aqui veio o representante do governo do estado trazendo a boa vontade do governador em construir, e por outro lado, o prefeito do Crato que já trouxe o projeto para a ampliação e modernização do parque da expocrato. Agora, se quiserem, é só realizar."

Como Será o Parque de Exposições:
( Se a foto não aparecer completa, veja num monitor de 17 pol. ou superior )

parque 04



parque 03



parque 02



parque 01


Arquiteto José Sales explica o projeto de ampliação e modernização do Parque de Exposições, apresentado por Samuel Araripe:

"A proposta é originária do escopo de projetos estruturantes do PRU CRATO/ Plano de Requalificação Urbana do Crato, de sua primeira versão Maio 2005. E gradativamente veio sendo melhorada e adequada as demandas tanto do Crato, que teria um grande parque central multiuso, como do próprio Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante, o modernizando integralmente.

Constam da mesma, além da contemporanização das instalações e equipamentos do próprio Parque de Exposições, melhorias incomensuráveis à area central do Crato. No ambito do Parque de Exposições, teríamos:

*
Implantação de um calçadão central de 1.400 metros de extensão onde estariam posicionados todos os equipamentos principais do parque.
*
Um novo tartesal para leilóes
*
Um conjunto de novos pavilhões de exposição agropecuária com 440 baias moduláveis
*
Um núcleo de restaurantes com funcionamento permanente
*
Um auditório com palco interno e abertura externa semlhante ao novo auditório do Parque do Ibirapuera, em São Paulo
*
Uma arena de vaquejada, com arquibancadas
*
Uma arena de shows e apoio infraestruturado por manifestações diversas durante todo o ano
*
Urbanização do Riacho do Parque de Exposições e preservação integral da arborização existente, notadamente das grandes timbaúbas lá postadas
*
Pista de cooper e equipamentos de ginástica ao ar livre
*
Estacionamento para público
*
Estacionamento para expositores
*
Currais e apoio infraestruturado
*
Alojamento para tratadores
*
Administração do complexo
*
Modernização do Corpo de Bombeiros Militar para suporte ao Parque
*
Modernização das Instalações Cavalaria Militar
*
Dotação de infraestrutura de drenagem e saneamento básico em todo o parque e equipamentos.
*
Arborização intensiva e primoroso agenciamento paisagístico com espécies nativas da Chapada do Araripe

No ambito do entorno teríamos:

*
A extensão da Avenida José Marrocos entre as imediações do Cemitério a interconectando diretamente com as Ruas Carolino Sucupira e Coronel Antonio Luís, acima do posicionamento das instalações do Campus do Pimenta da URCA, com extensões à Rua Anusia Rolim e à futura ligação Granjeiro/ Lameiro, resolvendo de forma definitiva a questão da mobilidade e acessibilidade ao bairro do Pimenta, ao Granjeiro e ao Lameiro. E também ao Alto da Penha, Conjunto Ossian Araripe e Conjunto Pantanal. Esta seria a maior modernização do sistema viário estrutural do Crato. Drneagem e pavimentação da via. Luminotécnica urbana.
*
Reconstrução do Açude do Parque de Exposição a montante, o transformando em uma bacia de acumulação para prevenção dos alagamentos no Parque, no Cemitério, na Rua da Vala e Praça da Sé. Transformação desta situação em um parque acessório ligado ao Baixo Granjeiro
*
Urbanização da Encosta do Alto da Penha e arborização intensiva da mesma. Consolidação de via paisagística. Consolidação de pista de cooper e equipamentos de ginástica ao ar livre.Drenagem, saneamento e luminotécnica urbana.
*
Urbanização da mata do IBAMA que originalmente faz parte da gleba original do Parque de Exposição e sua abertura para usofruto da população para fruição da natureza. Drenagem e saneamento da gleba.nUrbanizazação do encosta do Alto da Penha e sua transfromação em uma P
*
A dimensão da intervenção ultrapassaria a área restrita da gleba do Parque que é de 36 hectares, alcançando 44 hectares de benfeitorias urbanas e ambientais.

Cordialmente
José Sales

PS - Todos os estudos e proposições tem base técnica e podem ser comprovados inclusive do ponto de vista da viabilidade urbanística e ambiental, como economica e financeira. Não existe nenhuma área com esta dimensão, qualificação e posiconamento logístico, notadamente este, no Crato e já de propriedade pública. Só na compra e urbanização de algo similar seriam empregados algo da ordem de R$ 10 a 12 milhões, que já estão ali amortizados. Urbanização e acesso à mata do IBAM. A proposta consiste numa adequação do Parque de Exposições para PARQUE CENTRAL DO CRATO, com a reformulação dos usos e espaços, além de obras viárias, com abertura de via pericentral e via paisagística, implantação de drenagem da Área Central e rede de saneamento. Deverá ser um lugar de referência para as Exposições como para esporte e lazer e ter utilização permanente pela população local.

Reportagem: Dihelson Mendonça

Agradecimento ao Dr. José Sales:

O Blog do Crato agradece ao ilustre arquiteto José Sales, por nos fornecer todo o material da apresentação para a publicação aqui no Blog do Crato, bem como o texto com o detalhamento de cada parte do projeto. Esperamos poder publicar maiores detalhes do mesmo futuramente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.