03 junho 2011

Morre em São Paulo o cantor Manolo Otero


Artista espanhol, conhecido na década de 70 e 80, faleceu na quarta-feira. Ele estava internado desde maio para tratamento de um câncer no fígado.

O cantor e ator espanhol Manolo Otero, uma das vozes românticas de maior sucesso nos países latinos nas décadas de 70 e 80, morreu às 15h25 desta quarta-feira (1º), em São Paulo. As informações foram divulgadas nesta quinta (2) por um representante do artista. Otero faleceu no Hospital das Clínicas, onde estava internado desde o dia 30 de maio para tratar um câncer de fígado, descoberto há três meses. Segundo o hospital, ele tinha 63 anos. O corpo do artista foi cremado às 13h desta quinta, no Crematório de Santos.

"Fomos pegos de surpresa, ninguém esperava por isso", disse Evandro Segato, que o representava no Brasil. Otero morava numa chácara em Indaiatuba com sua mulher e produtora, a brasileira Celeste Ferreira. Segundo Segato, o cantor perdeu em dezembro sua mãe. Em seguida viajou à Espanha para resolver assuntos familiares. Quando retornou ao Brasil, descobriu a doença em estágio avançado

Do G1, com informações da EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.