21 maio 2011

A lista de Dilma – Por Nelson Motta (*) - Postado por Armando Rafael


Uma lista de 120 nomes de companheiros de partido desempregados - porque perderam as eleições ou não sabem fazer nada - para ocupar cargos bem pagos no governo e em estatais não é só uma afronta a 120 profissionais de alto nível, concursados que estudaram, trabalharam, dedicaram sua vida à carreira e se tornaram os melhores em suas áreas. É um prejuízo incalculável ao País. Os que sabem mais, os mais competentes, que conhecem mais as estruturas e os problemas da área, serão atropelados pela ignorância e voracidade dos dirigentes partidários e preteridos, na melhor hipótese, por incompetentes e, na pior, pelos corruptos de sempre, que apodrecem a máquina estatal por dentro.

Como o partido vai falar em democracia, justiça social, direitos humanos, ética, cidadania, igualdade de oportunidades, sem provocar risos e constrangimentos?
Encurralados pela evidência dos danos morais e materiais que essa política faz à Nação e às instituições, sem argumentos além das "causas" do partido, eles repetem Lula justificando o mensalão: todo mundo faz. Dizem que Dilma flambou a lista com as labaredas que saíam de sua boca, com adjetivos que não ficavam nada a dever aos piores de Lula. Companheiros, tremei.

É bom demais para ser verdade, ou para durar, mas o suficiente para alegrar os corações democráticos. O provável é que, pressionada, ameaçada e acuada pelo partido, ela acabe cedendo, ao menos em parte, pela governabilidade. Mas já terá sido um avanço para a ética e a eficiência. Dá-lhe Dilmão!

O aparelhamento partidário do Estado na era Lula provocou novos comportamentos oportunistas entre funcionários de carreira, que se filiaram aos partidos na expectativa de se beneficiarem de cargos e promoções. Assim, quando eles são indicados aos melhores salários e atropelam colegas mais competentes, podem ser apresentados publicamente como funcionários de carreira. Uma mão suja a outra e todos ficam contentes. Só o País perde.
Instituir a meritocracia em todos os níveis da administração pública é muito mais barato e viável, mas muito mais difícil do que acabar com a miséria no Brasil.

(*) Nelson Motta é jornalista

4 comentários:

  1. Por falar em desempregados, surgem rumores de que o ministro Antônio Palocci não resistiria a novas denúncias que estão para surgir. A coluna de Claudio Humberto deste sábado publicou:
    “Fontes do Planalto confirmaram a esta coluna que o agravamento da crise, com novas denúncias contra o ministro Antonio Palocci (Casa Civil), permite antever sua demissão até a terça-feira (24), a depender ainda do noticiário deste fim de semana, “a não ser que ocorra um milagre até lá”, conforme assessor presidencial. Palocci já colocou o cargo à disposição duas vezes, mas a presidenta Dilma recusou”

    ResponderExcluir
  2. Aliás, acho uma besteira esses comentários da imprensa contra o Palocci...
    Só por que ele comprou um apartamentozinho de R$ 7 milhões e um escritoriozinho de R$ 1 milhão? Bobagem!
    Cite um companheiro que ocupou cargos no governo – desde que o PT chegou ao poder em 2002 – que teve o patrimônio diminuído.
    Faltou apenas inteligência a Palocci, a de se preparar para as eventualidades de vazamento de suas recentes aquisições imobiliárias...
    Por que ele não pensou em sair pelo mundo afora, fazendo palestras sobre o “paraíso” que virou o Brasil no governo Lula e depois dizia que tinha ganhado R$ 500 mil por cada palestra?
    Pronto! A questão estaria resolvida...

    ResponderExcluir
  3. Além do mais, a nossa "Dama de Ferro" já declarou que considera "superado" o "Caso Palocci...
    O que querem mais???
    Povinho invejoso!

    ResponderExcluir
  4. E o pior é que ainda existem pessoas que acreditam que o PT é um partido diferenciado, e que sua ideologia socialista será capaz de promover mudanças estruturais no nosso pais.
    A unica mudança estrutural importante, ocorre no patrimonio dos seu dirigentes como no caso de Antonio Palocci.
    Abraço Armando e a todos do blog do Crato
    Gilson de araújo
    Campina Grande-PB

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.