05 maio 2011

Governo CID GOMES sucateia o Crato, e leva os últimos órgãos para Juazeiro


NO CRATO NÃO SE FALA EM OUTRA COISA !

Em uma Região metropolitana, todas as cidades se desenvolvem. A burrice ( ou a esperteza ) dos nossos governantes é tanta, que nesta Região Metropolitana do Cariri, somente a metrópole é que se desenvolve, sucateando as cidades-satélite.

Cid Gomes desgostou os Cratenses - EMATERCE, DER, Junta Comercial, SEFAZ, SEMACE, COGERH,UFC são alguns dos órgãos que irão para o novo Centro criado por Cid Gomes em juazeiro do Norte.

Cid_gomes2Há tempos, temos denunciado o sucateamento do Crato pelo Governo do Estado do Ceará. Agora, o golpe de misericórdia foi dado pelo Governo Cid Gomes, com a construção de um centro mulfifuncional que sugará o restante de órgãos e serviços que ainda funcionavam em outras cidades do Cariri. Segundo um documento expedido pela própria Secretaria das Cidades do Estado, para o novo Centro Multifuncional deverão ser transferidos, além da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (CIOPS) e o Museu de Arte Sacra Popular, as instituições e órgãos abaixo: 1. Companhia de Água e Esgoto do Ceará (CAGECE), 2. Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), 3. Departamento de Edificações e Rodovias (DER), 4. Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), 5. Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (EMATERCE), 6. Instituto Centro de Ensino Tecnológico (CENTEC), 7. Junta Comercial do Estado do Ceará (JUCEC), 8. Secretaria de Ciência e Tecnologia (SECITECE), 9. Secretaria de Educação Ceará (SEDUC), 10. Secretaria da Fazenda (SEFAZ), 11. Secretaria da Saúde (SESA), 12. Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), 13. Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE), 14. Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (COGERH), 15. Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte (PMJ), 16. Universidade Regional do Cariri (URCA), 17. Universidade Federal do Ceará (UFC).

Afinal, estamos falando de uma Região metropolitana do Cariri, ou de uma Região Metropolitana do Juazeiro ? Pelo acima exposto, vê-se um claro objetivo do Governo do Estado de pôr o Crato de joelhos, levando o que restava de órgãos que ainda funcionavam em cidades satélite. leia a seguir, uma crônica do prof.

Dr. Nivaldo Soares, secretário de Meio Ambiente e Controle urbano do Crato denuncia a manobra, e fala sobre essa dura “machadada” contra a cidade do Crato, pelas mãos perversas do Governador Cid Gomes:

CENTRO MULTIFUNCIONAL DE SERVIÇOS DO CARIRI DE JUAZEIRO DO NORTE

Repetindo erros Por:
Nivaldo Soares de Almeida

Nivaldo_soares01Alegando reparar erros cometidos a mais de uma década atrás quando da concepção e construção do elefante branco denominado de Centro de Apoio aos Romeiros em Juazeiro do Norte, que se utilizou de uma montanha de recursos financeiros oriundo do Projeto de Desenvolvimento Urbano e Gestão de Recursos – PROURB, alem de outras fontes de recursos da União e do Estado, o governo Cid Gomes, através da Secretaria das Cidades que tem como titular o Caririense Camilo Santana resolveu transformar aquele enorme arcabouço estrutural que conta com uma área de 28.515,94 m², disposto por 05 (cinco) pavimentos, incluindo o térreo, em um Centro Multifuncional. Desta vez com recursos do Projeto Cidades do Ceará – Cariri Central. Melhor explicando, a decisão é tornar uma estrutura concebida para o atendimento às necessidades de hospedagem dos romeiros durante suas visitas a Juazeiro, em um espaço voltado à prestação diversificada de serviços a população regional, relativos à administração pública estadual e municipal, além do outras atividades. Sendo assim, o Centro Multifuncional poderá abrigar instituições públicas e/ou privadas da região do Cariri.
Como pré-requisito para a efetivação da obra e fator condicionante da efetividade dos investimentos, o Governo do Estado deverá garantir a sustentabilidade do empreendimento junto ao Banco Mundial. Para tanto, deverá apresentar ao Banco um elenco de órgãos, prioritariamente, prestadores de serviços relativos à administração pública estadual e municipal que passarão a funcionar no referido espaço. Ou seja, deslocar instituições e órgãos que atualmente funcionam, normalmente, na cidade de Juazeiro e nos municípios de Crato e Barbalha para ocupar a edificação referida.


Conforme documento expedido pela Secretaria das Cidades, para o Centro Multifuncional deverão ser transferidos, além da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (CIOPS) e o Museu de Arte Sacra Popular, as instituições e órgãos abaixo: 1. Companhia de Água e Esgoto do Ceará (CAGECE), 2. Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), 3. Departamento de Edificações e Rodovias (DER), 4. Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), 5. Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (EMATERCE), 6. Instituto Centro de Ensino Tecnológico (CENTEC), 7. Junta Comercial do Estado do Ceará (JUCEC), 8. Secretaria de Ciência e Tecnologia (SECITECE), 9. Secretaria de Educação Ceará (SEDUC), 10. Secretaria da Fazenda (SEFAZ), 11. Secretaria da Saúde (SESA), 12. Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), 13. Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE), 14. Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (COGERH), 15. Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte (PMJ), 16. Universidade Regional do Cariri (URCA), 17. Universidade Federal do Ceará (UFC).

A principio, tudo parece interessante e justificável, mas por trás esconde, pelo menos, três graves equívocos, a saber: O primeiro é o arcaico modelo insustentável de concentrar, fortemente, serviços públicos e/ou privados em lugares distantes da população usuária, aumentando a dependência de veículos automotivos. E no caso especifico de Juazeiro do Norte, o quadro é mais grave ainda em função de sua disposição urbanística, com ruas estreitas e convergentes, aliada a um movimentado comercio e constantes eventos religiosos que, necessariamente, provocam fechamento de ruas e congestionamentos no transito. O segundo é penalizar ou reduzir a importância dos municípios vizinhos, Crato e Barbalha, subtraindo deles órgãos estaduais que a muito funcionam nestes municípios. É o caso do DER-Crato, SEMACE-Crato, COGERH-Crato, URCA-Crato, alem de DETRAN-Juazeiro, localizado na av. Pe. Cícero, e CAGECE-Juazeiro próximo a av. Pe. Cícero, portanto, órgãos de atuação regional que ficam mais próximos dos usuários dos três municípios (Juazeiro, Crato e Barbalha) e dos municípios circunvizinhos. O terceiro é a localização do Centro Multifuncional em área periférica úmida, com limitações ambientais e de acesso, próximo ao rio Salgadinho para onde converge toda a drenagem pluvial e boa parte dos esgotos domésticos e industrial das zonas urbanas de Crato e Juazeiro, alem das proximidades da estação de tratamentos de esgotos de onde, invariavelmente, exala odores desagradáveis para todo seu entorno. Se não bastasse.

È primário entender que em intervenções urbanas desta magnitude há limites a serem considerados e interpretados numa lógica de pesquisa local e regional, desde as condicionantes naturais, socioeconômicas e culturais, passando pelos de segurança viária, transporte público entre outros. Assim sendo, a decisão da Secretaria das Cidades pode ser considerada desastrosa, e deixa claro que a mesma despreza os fundamentos básicos do planejamento urbano e de desenvolvimento equilibrado da região Metropolitana.

Se querem consertar equívocos, improvisar ou atender a conveniências de qualquer natureza sobre o malogrado Centro de Apoio aos Romeiros, que ocupem os espaços disponíveis com órgãos do Município de Juazeiro do Norte. Embora, da maneira que está posta, uma sala de órgãos e conseqüentemente de serviços diversos, é provável que a população usuária seja sacrificada. Diante do pernicioso fato, é preciso que a sociedade através de suas lideranças políticas e civil se manifeste no sentido de fazer os mentores do projeto raciocinarem sobre as conseqüência danosas a população regional.

DOCUMENTOS:

01 – Centro Multifuncional em PDF
02 – Diretrizes em PDF

Por: Nivaldo Soares
Secretário de Meio Ambiente e Controle Urbano do Crato

Com prefácio de Dihelson Mendonça

Foto: Wilson Bernardo e Dihelson Mendonça

10 comentários:

  1. Os cratenses, e os caririenses de outras cidaes, precisam dar uma resposta a mais esse descaso do Governador CID GOMES, que tem agido com uma mão perversa especialmente contra a cidade do Crato. O objetivo está mais do que claro para nós.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  2. Na lista de reações você deveria colocar outras opções: ( ) não gostei ( ) pouco interessante ( )discordo

    O.B.S - Sou covarde, tenho medo de assinar meu próprio nome aqui.

    ResponderExcluir
  3. Não publicamos comentários de Anônimos, porque todo anônimo é um COVARDE. Mas para responder a essa pergunta, publiquei essa pergunta acima.

    A resposta é simples: para elogiar, fazer o bem a alguém não precisa se identificar, mas a massa, o povão em geral, tem uma tendência para o MAL. Nenhum jornal hoje em dia coloca opções de "não gostei", e "péssimo", porque a internet está cheia de idiotas.

    Quando nós tínhamos aqui, o "não gostei" e o "péssimo" vimos por exemplo, vários comentários de péssimo até para um artigo do Carlos Eduardo Esmeraldo elogiando jesus Cristo.

    Por isso, decidimos que quanto alguém não gostar de um artigo, deve primeiro: SE IDENTIFICAR, e escrever um comentário explicando porque não gostou. Sem identificação, não tem direito a postagem.

    Entendeu ?

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  4. ANÔNIMOS, LEIAM ISSO !

    O Blog do Crato muda a política em relação aos comentários anônimos. A partir de hoje, os comentários que porventura passarem como anônimos,( que forem liberados ) terão o nome "anônimo" trocado por COVARDE. Então, um comentário anônimo publicado, ao invés de aparecer:

    "Anônimo disse..."

    Aparecerá assim:

    "Um Covarde disse..."

    Na próxima semana, isso vai piorar, pois aparecerá assim:

    "Um Filho da Puta disse..."

    Essa e uma forma definitiva de dizer que não aceitamos comentários não identificados. Quem quiser ver seus comentários publicados, e que ainda não estiverem devidamente cadastrados no cadastro de comentaristas, enviem E-MAIL identificado para o nosso e-mail de controle:

    blogdocrato@hotmail.com

    Contendo:

    01 - Nome COmpleto
    02 - Endereço
    03 - telefones de Contato
    04 - Local de trabalho e Cargo que ocupa.

    Suas informações não serão publicadas, mas podem ser verificadas para autenticidade a qualquer momento.

    A Constituição Brasileira veda o Anonimato. E assim, nós também. Quem quiser escrever comentários, já fica sabendo.

    Atenciosamente,

    Dihelson Mendonça
    Administrador

    ResponderExcluir
  5. Edivania sobreira3 de maio de 2011 07:00

    É realmente uma tristeza para nós cratenses ver o Crato ser roubado a céu aberto. Querem tiras estes orgãos que anos estão no Crato e ainda querem levar a exposição pro brejo ( existe motivos escusos por trás disso, terrenon valioso). Querem deixar o Crato uma cidade fantasma, que não serve para nada. Agora seria bom os cratense dar uma resposta a tudo isso, né Joana Pedroza, Fernando Brasil, Dr. Leitãoe o dep. Roque, sim e André Barreto que fazem parte deste absurdo contra o povo co crato. Estes baixam a cabeça para este gov. que n]ão gosta do Crato.

    ResponderExcluir
  6. Quero parabenizar o Dr. Nivaldo Soares, pelo excelente artigo.

    ResponderExcluir
  7. Caro Dr. Nivaldo

    Louvável a sua iniciativa de levantar o problema. Como cratense fico bastante triste porque nossa terra tem sido tratada praticamente a pão de ló. Muitas coisas já siram do Crato. O escritório REgional da Secretaria de Agricultura era no Crato, um municipio primordialmente agrícola e foi transferido para Juazeiro, que possuipouca área agricultável.
    Em parte da culpa é dos prórpios cratenses que votam em candidatos de outras terras e principalmente em plíticos do Juazeiro.
    Certa vez vi todos os deputados do Juazeiro juntamente com as principais lideranças do municipio: CDL, Associação Comercial, Rtary, Liosn, Maçonaria em romaria ao Cambeba. Perguntei a um amigo que fazia parte do grupo qual o motivo daquela revoada. Era para reverter a sede do Detran que ficaria no Crato, conforme prmessa do Governador ao Dr. Raimundo Bezerra. Logo após isso, houve o falecimento de Dr. Raimundo e a sede do DETRAN foi para onde?
    Além de não haver uma consciência da nossa cidadania, há uma forte acomodação dos prórpios cratenses. Já ouvi gente dizer que não deseja que o Crat cresça. Pode?
    Parabéns pelo grito, ao qual todos nós cratenses deveriam fazer eco!

    ResponderExcluir
  8. Pois é, Carlos Eduardo, enquanto POUCAS cabeças como as nossas ainda pensam nos benefícios para o Crato, milhares de Cratenses votam em candidatos de fora.

    Vejam por exemplo, nas últimas eleições o que foi que aconteceu.

    Vejam por exemplo, que naquele tempo, CIRO GOMES teve 10.000 votos dos Cratenses. E o que foi que Ciro Gomes trouxe de bom para o crato ? NADA!

    São os próprios Cratenses afundando o Crato! Ô povo Idiota!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  9. Aristides Figueiredo4 de maio de 2011 16:37

    Concordo quanto a falta de consciencia política da população.É lamentável e até revoltante.

    Mas, em relação ao tira e bota de repartições, tive informação de que o escritório da COGHER sairá da rua André Cartaxo e virá pra um imóvel aqui ao lado de minha casa, onde houve uma prolongada reforma.

    Por outro lado, é de estranhar que um cidadão pretensamente influente na atual administração estadual - o senhor André Barreto, que anda num silêncio de mosteiro - não venha a público e de fato a reinvidicar que seja a sede da SEMACE-Cariri(da qual já foi chefe)construida onde deveria ter sido a muito tempo: no sítio Fundão.

    Não por puro capricho pra dizer "vejam, a sede é aqui no carto, que beleza", mas por ser conveniente de que este equipamento de fiscalização ambiental esteja presencialmente inibindo depredações naquela reserva ambiental.

    Muito interessante seria se o prefeito - e não apenas um secretário seu- botasse a boca no trombone. Ele e os deputados que tem uma basezinha aqui. No melhor estilo "zé roberto celestino"

    Aristides Tavares de Figueiredo

    ResponderExcluir
  10. Dihelson... Estas notas servem de alerta, pois tememos que a CREDE 18 também possa fazer parte deste grande centro. Vamos cobrar de nossos representantes "ou seja aqueles deputados paraquedistas" que vieram até o Crato, inclusive com o apoio de alguns vereadores, buscar votos.Crato é uma cidade que tem competencia para gerir tais órgãos. Já basta a delegacia da polícia federal, receita federal,detran ,hospital regional fazerem parte de uma métropole que só beneficia uma cidade. Não somos bairristas, mas podemos e devemos lutar contra tais absurdos.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.