22 maio 2011

GOLA DE VIOLÃO - Por Mundim do Vale.


Uma vez Antônio de Romão, Edilmo Correia e Ferrim, estavam de madrugada na calçada da capela de Santo Antônio preparando uma serenata. De lado dos três um violão, um litro de cachaça Cariri e uma tigela de tripa de porco assada para tira-gosto.

Zé Vitorino ia passando para tirar o leite, viu os três deu bom dia e perguntou:
- Vão fazer uma serenata?
- Antônio de Romão respondeu:
- Vamos Seu Zé. O Senhor quer tomar uma bicada para despertar?
- Não Senhor obrigado.
Quando Zé Vitorino afastou-se um pouco, começou uma arenga de Edilmo e Ferrim, na confusão Edilmo bateu com o violão na cabeça de Ferrim que desceu até o pescoço.

Com o barulho Zé Vitorino voltou para ver o que estava acontecendo. Quando subiu a calçada viu Edilmo com o braço do violão na mão e o bojo feito um colarinho no pescoço de Ferrim. As cordas chegavam a confundir-se com os cabelos pixaim.

Vendo aquela arrumação ele perguntou:

- Desistiram da serenata?
Antônio de Romão disse:
- Não Senhor. É só Edilmo terminar de afinar o violão na cabeça de Ferrim, que nós vamos começar. Quer tomar uma para passar o susto?

Por: Mundim do Vale

3 comentários:

  1. Oi, Mundim, me diverti bastante com esse seu texto. Não sei se publicou aqui por acaso, mas eu agradeço bastante.

    Um abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  2. Mundim,

    Você é meu contador de causos predileto. Meu amigo muito querido.

    Parabéns pela postagem.

    Abraço,

    Claude

    ResponderExcluir
  3. Pois é, Claude!
    Seja Bem-Vinda à nossa terrinha novamente, rs rs

    DM

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.