31 maio 2011

Festa de Santo Antonio em Barbalha é reconhecida pelo IPHAN


A festa de Santo Antonio de Barbalha, que acontece anualmente de 1º a 13 de junho, foi reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional IPHAN, como patrimônio cultural brasileiro. Os resultados dos inventários foram apresentados no balaio do patrimônio que acontece em todo o Brasil e ano passado ocorreu no Crato , sendo o primeiro do Ceará com a participação de secretários municipais de cultura de 20 municípios do Cariri, destinado a promoção do programa nacional do patrimônio imaterial para os gestores da área da cultura.

Para Teófilo Herbert, ex-diretor de patrimônio da secretaria de cultura de Barbalha, a festa de Santo Antonio tem no pau da bandeira como um de seus principais atrativos e que contribuiu em muito para o evento ter ganhado dimensão nacional. A festa, no âmbito religioso, é uma das maiores do Nordeste e faz parte do calendário turístico nacional, concluiu Herbert.

Segundo Ítala Bianca da Silva, coordenadora do balaio e técnica do IPHAN, está sendo iniciado o inventário dos lugares sagrados das romarias de Juazeiro do Norte. Para o Crato nenhuma ação está prevista mas ela acredita que seja o próximo município com foco nas bandas cabaçais.

A secretária de cultura do Crato, Danielle Esmeraldo explicou que o município ainda não teve a oportunidade de ser contemplado por projetos de demandas espontâneas por parte do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional, a exemplo de Juazeiro do Norte e Barbalha, embora sejamos um caldeirão cultural com diversas manifestações populares como a malhação de Judas que tem mais de um século, reisado, lapinha, dança do coco, festa da baixa rasa e o festival folclórico com 35 anos ininterruptos de existência. Mas a secretária acredita que a partir de agora, com essa aproximação do IPHAN, o município vai planejar ações e capacitação para a execução de inventários de seus bens materiais e imateriais, concluiu Danielle Esmeraldo.

O Crato é tido como berço da cultura nordestina e não tinha secretaria municipal de cultura. Reconhecendo esse potencial artístico e cultural de nossa cidade, o prefeito Samuel Araripe, ao assumir o cargo em 2005 acabou com esse paradoxo e criou a pasta com ações amplas a todos os segmentos culturais do município. Nomeada para o carga, a secretária Danielle Esmeraldo vem realizando um trabalho na busca de reconhecimentos por parte do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional IPHAN.

Por: Wilson Rodrigues - Repórter - Colaborador
Blog do Crato e Chapada do Araripe Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.