31 março 2011

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Litoral de Fukushima tem radiação 4.385 vezes acima do normal


Um nível de iodo radioativo 4.385 vezes superior ao padrão foi medido na água do mar a cerca de 300 metros da central nuclear de Fukushima, no nordeste do Japão, informou nesta quinta-feira o operadora Tepco. A medição desta quinta é superior ao resultado obtido na véspera, quando o nível de iodo radioativo foi 3.355 vezes superior ao normal na água do mar recolhida na mesma zona. A água do mar analisada nos últimos dois dias tem o nível de iodo 131 mais alto desde o início da crise nuclear em Fukushima, inundada por um tsunami em 11 de março passado. O problema é provocado, provavelmente, porque a água utilizada para resfriar os reatores nucleares vazou para o mar.

AIEA DIZ QUE ZONA DE EXCLUSÃO É INSUFICIENTE

O governo japonês deve analisar o aumento da zona de retirada de moradores em torno da usina nuclear de Fukushima para 40 km, recomendou na quarta-feira a AIEA. "Uma primeira avaliação indica que foi ultrapassado um dos critérios da AIEA para a retirada [dos moradores]", afirmou em entrevista coletiva Denis Flory, subdiretor de Segurança Nuclear da agência. O especialista indicou que a agência sugeriu ao Japão que analise de perto a situação em Iitate, que está localizada fora do perímetro de 20 quilômetros de distância da usina, cuja população já foi retirada. Segundo especialistas da AIEA, os níveis de contaminação são o dobro do permitido, por isso a retirada dos habitantes dessa cidade deve ser considerada.

Em meio às operações emergenciais de auxílio aos atingidos pelo tremor seguido de tsunami e de contenção do vazamento nuclear, o governo japonês tem sido alvo de críticas da AIEA, da comunidade internacional e da própria oposição por não ser mais incisivo quanto à retirada dos moradores ao redor da usina.

DA FRANCE PRESSE DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.