26 fevereiro 2011

Câmara defende regularização dos Mototaxistas em Crato


Com o propósito de acelerar o processo de regularização da profissão de mototaxista, em Crato, o Poder Legislativo abriu espaço na sessão ordinária da última terça-feira, dia 22, para uma discussão sobre o tema. O presidente Vereador Florisval Coriolano - PTC, convidou para participar do debate, o diretor do Demutran, de Juazeiro do Norte, Péricles Cardoso, o diretor do Demutran do Crato, Luís Joatan de Sousa, o presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Juazeiro, Clóvis Mendonça, o presidente da Associação dos Mototaxistas do Crato, Carlos Alberto "Molão" e a presidente do SindMoto Crato, Fátima Canejo.

O diretor do Demutran, de Juazeiro do Norte, Péricles Cardoso, respondeu a pergunta que está na boca dos mototaxistas do Crato. Porque, em Juazeiro do Norte, a categoria é reconhecida como profissional, mesmo sem ter participado do curso, exigido pela lei federal e, no Crato, o Demutran só libera para colocação da placa vermelha, que reconhece o veículo como de aluguel, após a realização do curso? Péricles afirmou que, em Juazeiro, foi usado o bom senso. "Mesmo reconhecendo a lei, houve um entendimento de que se fosse esperar pelo curso, sem saber quando seria realizado e quem o administraria se perderia muito tempo e os mototaxistas e a população ficariam prejudicados”, afirmou Péricles. Ele defende que o curso pode ser feito, após a regularização da categoria. Já o diretor do Demutran do Crato, Luís Joatan de Sousa, disse que prefere respeitar a lei e esperar a realização do tal curso, mesmo sendo questionado, para continuar o processo.

Outro ponto levantado, que chamou a atenção da plenária, foi à reclamação dos mototaxistas do Crato, que segundo eles, estavam impedidos de fazerem corridas à Juazeiro do Norte, com a bata de identificação, sob pena de serem multados ou passarem por outros constrangimentos. Péricles Cardoso afirmou que desconhecia o fato e que, em nenhum momento, partiu do Demutran a orientação para tal medida. Garantiu, ele, que qualquer mototaxista do Crato tem a liberdade de transitar com passageiros e se alguém, por acaso, vier a ser multado, por este motivo, o Órgão tem como resolver o problema. O presidente do Sindicato dos Mototaxistas de Juazeiro do Norte, Clóvis Mendonça, também convidado para participar da sessão, relatou que só a união, a organização e o compromisso com a causa permitirão a conquista da categoria.

O presidente da Associação dos Mototaxistas do Crato - Carlos Alberto – “Molão”, de forma moderada, também pediu a união e a participação de todos, na luta pela regularização da profissão, em Crato. Já a presidente do SindiMotos Crato - Fátima Canejo, criticou o Demutran do Crato e o Governo Municipal, quando disse que não há compromisso, de ambos, para regularizar os mototaxistas. Ela entende que o curso pode acontecer, logo após a regularização e acrescentou que cidades, tais como, Fortaleza, Sobral e Iguatu, as motos já circulam com placa vermelha.

A Secretária Vereadora Joana Pedroza - PSB, indagou se apenas uma pessoa poderia ter mais de uma moto cadastrada como veículo de aluguel e se a escolha do fardamento era uma determinação ou uma escolha democrática. Em relação a primeira pergunta, a resposta dos convidados é que cada indivíduo só pode ter uma moto cadastrada e, no tocante a bata e a cor da moto, fica a critério de cada município. Os vereadores Fernando Brasil - PSB, Mara Guedes – PT e Pedro Alogoano - PSB elogiaram ao presidente do Legislativo Cratense, Vereador Florisval Coriolano – PTC pela sessão e o debate, bem como, a disposição dos juazeirenses em participarem e colaborarem com os mototaxistas do Crato.

Fonte: Câmara de Vereadores do Crato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.