26 janeiro 2011

André Figueiredo pode ter diploma cassado por compra de votos


O deputado federal André Figueiredo pode ficar inelegível por 8 anos e ter o diploma cassado por denúncia de compra de votos, nas eleições de 2006, ajuizada pela Procuradoria Regional Eleitoral no Ceará contra ele e um assessor. A conclusão do julgamento, iniciado terça-feira, 25 de janeiro, depende do voto de um juiz. O relator do processo e outros três juízes já votaram a favor da cassação e da pena de inelegibilidade. O procurador regional eleitoral, Alessander Sales, quer que o voto do juiz seja apresentado ainda neste mês, já que a partir de fevereiro já começa uma nova legislatura e a ação vai ficar sem objeto.

Fonte: Portal Verdes Mares

Um comentário:

  1. O deputado federal André Figueiredo (PDT) foi absolvido nesta segunda-feira do processo de cassação por 3 votos a 2, após decisão ter sido revertida. Os juízes Luciano Lima Rodrigues, Raimundo Nonato Silva Santos e Cid Marconi votaram contra a cassação e da pena de inelegibilidade de oito anos do deputado. Votaram a favor o relator do processo, desembargador Ademar Mendes Bezerra, e o juiz Jorge Luís Girão Barreto.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.