25 dezembro 2010

Projeto para ampliação e modernização do parque da ExpoCrato nunca obteve resposta do Governador Cid Gomes


Um completo projeto de urbanização da área já foi entregue por 5 vezes e sempre obteve o silêncio como resposta!

Cadê os 25 a 30 milhões que o Governador Cid Gomes prometeu há mais de um ano para a EXPOCRATO ? Há um projeto de urbanização da área, que é somente 30 por cento ocupada pelo parque atualmente. O projeto já foi entregue 5 vezes ao governador Cid Gomes, que deu o silêncio como resposta. 

Veja reportagem da época ( Julho de 2009 )

samuel 01

Em audiência pública realizada na manhã da última terça-feira, dia 14 de Julho, no SESC Crato, para uma platéia de diferentes segmentos da sociedade, intelectuais, e a presença ilustre do representante do Governo do Estado, secretário do desenvolvimento agrário Camilo Santana, o prefeito de Crato, Samuel Araripe se adiantou à polêmica gerada por alguns sobre se deve ou não mover o parque de exposições para outro local, e já prevendo que a esmagadora maioria dos Cratenses optariam pela permanência do parque no local onde hoje se encontra, tirou literalmente "da manga", um projeto pronto, que contempla a ampliação e modernização do atual parque de exposições, e que o transformaria numa espécie de "Central Park" em pleno coração do Crato, com áreas verdes, pistas de cooper e até um lago, semelhante ao parque do Ibirapuera, em São Paulo. A audiência, que foi brilhantemente conduzida pelo Promotor de Justiça - Dr. Pedro Luis Lima Camelo, teve o pronunciamento de inúmeras pessoas renomadas da sociedade Cratense, e a cada vez em que os oradores se posicionavam sobre a permanência do parque no local atual, eram aplaudidos veementemente.

Segundo o prefeito Samuel Araripe:

"Precisamos trabalhar hoje projetando como será o Crato daqui a 50 ou 100 anos. Em breve, essa região que hoje é ocupada pelo parque da expocrato será o coração do novo Crato. Por ali, passarão avenidas gigantescas, que unirão bairros como Grangeiro à Vila Lobo, por exemplo. Pelas inúmeras manifestações do povo do Crato em diversas ocasiões, não temos mais dúvidas de que a população já escolheu que o parque deve permanecer aonde se encontra, agora, precisa ser modernizado e ampliado. Essa é uma excelente oportunidade de fazermos o Crato dar um Salto para o futuro, através da construção de uma malha viária que circundará o parque, e permitirá o acesso de quem vem de qualquer parte. O projeto da nossa autoria, e que consta no PRU, plano de requalificação urbana do município, contempla a qualidade de vida dos Cratenses, através de uma visão ecológica e ambientalista. Acreditamos no desenvolvimento sustentável. O Crato que eu quero deixar para as futuras gerações, é um Crato que pensa em desenvolvimento, em modernidade, mas a exemplo das melhores cidades do mundo, tem um sistema de integração voltado ao bem-estar do ser humano, sobretudo.

Esperamos que o nosso governador, para quem enviei o projeto de modernização, olhe com muito carinho para ele, e eu acho que ele vai olhar, pois já se dispôs a investir até 25 milhões de reais no parque de exposições ou no Crato. Creio que esse é um daqueles momentos históricos, em que temos a grande oportunidade de fazer o Crato dar um salto para a modernidade, preservando a qualidade de vida da população. Agora, não falta mais um projeto de modernização do nosso parque."

"A colocação do professor Cacá Araújo foi feliz, quando disse que nesta reunião temos o casamento perfeito, pois aqui veio o representante do governo do estado trazendo a boa vontade do governador em construir, e por outro lado, o prefeito do Crato que já trouxe o projeto para a ampliação e modernização do parque da expocrato. Agora, se quiserem, é só realizar."


Como Será o Parque de Exposições:


parque 04



parque 03


parque 02


parque 01


O Arquiteto José Sales explica o projeto de ampliação e modernização do Parque de Exposições, apresentado por Samuel Araripe:

"A proposta é originária do escopo de projetos estruturantes do PRU CRATO/ Plano de Requalificação Urbana do Crato, de sua primeira versão Maio 2005. E gradativamente veio sendo melhorada e adequada as demandas tanto do Crato, que teria um grande parque central multiuso, como do próprio Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante, o modernizando integralmente.

Constam da mesma, além da contemporanização das instalações e equipamentos do próprio Parque de Exposições, melhorias incomensuráveis à area central do Crato. No ambito do Parque de Exposições, teríamos:

*
Implantação de um calçadão central de 1.400 metros de extensão onde estariam posicionados todos os equipamentos principais do parque.
*
Um novo tartesal para leilóes
*
Um conjunto de novos pavilhões de exposição agropecuária com 440 baias moduláveis
*
Um núcleo de restaurantes com funcionamento permanente
*
Um auditório com palco interno e abertura externa semlhante ao novo auditório do Parque do Ibirapuera, em São Paulo
*
Uma arena de vaquejada, com arquibancadas
*
Uma arena de shows e apoio infraestruturado por manifestações diversas durante todo o ano
*
Urbanização do Riacho do Parque de Exposições e preservação integral da arborização existente, notadamente das grandes timbaúbas lá postadas
*
Pista de cooper e equipamentos de ginástica ao ar livre
*
Estacionamento para público
*
Estacionamento para expositores
*
Currais e apoio infraestruturado
*
Alojamento para tratadores
*
Administração do complexo
*
Modernização do Corpo de Bombeiros Militar para suporte ao Parque
*
Modernização das Instalações Cavalaria Militar
*
Dotação de infraestrutura de drenagem e saneamento básico em todo o parque e equipamentos.
*
Arborização intensiva e primoroso agenciamento paisagístico com espécies nativas da Chapada do Araripe

No ambito do entorno teríamos:

*
A extensão da Avenida José Marrocos entre as imediações do Cemitério a interconectando diretamente com as Ruas Carolino Sucupira e Coronel Antonio Luís, acima do posicionamento das instalações do Campus do Pimenta da URCA, com extensões à Rua Anusia Rolim e à futura ligação Granjeiro/ Lameiro, resolvendo de forma definitiva a questão da mobilidade e acessibilidade ao bairro do Pimenta, ao Granjeiro e ao Lameiro. E também ao Alto da Penha, Conjunto Ossian Araripe e Conjunto Pantanal. Esta seria a maior modernização do sistema viário estrutural do Crato. Drneagem e pavimentação da via. Luminotécnica urbana.
*
Reconstrução do Açude do Parque de Exposição a montante, o transformando em uma bacia de acumulação para prevenção dos alagamentos no Parque, no Cemitério, na Rua da Vala e Praça da Sé. Transformação desta situação em um parque acessório ligado ao Baixo Granjeiro
*
Urbanização da Encosta do Alto da Penha e arborização intensiva da mesma. Consolidação de via paisagística. Consolidação de pista de cooper e equipamentos de ginástica ao ar livre.Drenagem, saneamento e luminotécnica urbana.
*
Urbanização da mata do IBAMA que originalmente faz parte da gleba original do Parque de Exposição e sua abertura para usofruto da população para fruição da natureza. Drenagem e saneamento da gleba.nUrbanizazação do encosta do Alto da Penha e sua transfromação em uma P
*
A dimensão da intervenção ultrapassaria a área restrita da gleba do Parque que é de 36 hectares, alcançando 44 hectares de benfeitorias urbanas e ambientais.

Cordialmente
José Sales

PS - Todos os estudos e proposições tem base técnica e podem ser comprovados inclusive do ponto de vista da viabilidade urbanística e ambiental, como economica e financeira. Não existe nenhuma área com esta dimensão, qualificação e posiconamento logístico, notadamente este, no Crato e já de propriedade pública. Só na compra e urbanização de algo similar seriam empregados algo da ordem de R$ 10 a 12 milhões, que já estão ali amortizados. Urbanização e acesso à mata do IBAM. A proposta consiste numa adequação do Parque de Exposições para PARQUE CENTRAL DO CRATO, com a reformulação dos usos e espaços, além de obras viárias, com abertura de via pericentral e via paisagística, implantação de drenagem da Área Central e rede de saneamento. Deverá ser um lugar de referência para as Exposições como para esporte e lazer e ter utilização permanente pela população local.

Reportagem: Dihelson Mendonça

Agradecimento ao Arquiteto José Sales:

O Blog do Crato agradece ao ilustre arquiteto José Sales, por nos fornecer todo o material da apresentação para a publicação aqui no Blog do Crato, bem como o texto com o detalhamento de cada parte do projeto. Esperamos poder publicar maiores detalhes do mesmo futuramente.


10 comentários:

  1. Incrível e inacreditável. Fica bem claro que não é por falta de esforço do prefeito, que surgiu com uma boa solução e pensando não só no problema mas também no bem-estar da população.A falta de interesse do governador faz até o mais cético acreditar na teoria da conspiração contra o Crato. Ironias a parte isso se deve a falta de representantes CRATENSES com responsabilidade, que numa situação dessas fariam a voz do prefeito e articulariam facilmente uma negociação entre interesses.

    ResponderExcluir
  2. Caro Dihelson

    Como sugestão, para obter os recursos para construção do novo Parque da Exposição, o Prefeito Samuel Araripe deveria marcar uma audiência com o Governador, reunir todas as lideranças cratenses, como Presidente da Câmara Municipal, Presidentes das entidades representativas das classes produtivas: CDL Associação Comercial, Clubes de Serviços, e com todo esse pessoal formar uma caravana para pressionar pessoalmente o Senhor Governador. É assim que as lideranças do Juazeiro fazem e conseguem tudo que pleiteiam. Inclusive eu presenciei pessoalmente quando eles foram reivindicar a sede regional do DETRAN que seria instalada em Crato e conseguiram levá-la para Juazeiro.
    É apenas uma sugestão, porque estou convencido de que a pressão do grupo é muito mais eficaz.
    O Comentário anterior foi excluído para pequenas correções de digitação.

    ResponderExcluir
  3. Carlos, sua sugestão é muito bem-vinda. Só que se não me falha a memória, o prefeito Samuel Araripe já esteve com o governador em audiência apenas para resolver essa ampliação do parque de exposições e a construção dessas avenidas de contorno, que desafogariam o centro do Crato, que a bem da verdade, está um Caos. A cidade cresceu muito em número de veículos.

    Acontece que o governador ficou de analisar o projeto e até hoje.

    Agor,a a sua sugestão vai algo além. Ela implica numa CARAVANA, e não apenas numa audiência entre 2 pessoas. Com uma CARAVANA, com o prefeito, vereadores, e outras autoridades do município, e sobretudo, a IMPRENSA cobrindo tudo, acho mais difícil o governador engavetar novamente a idéia.

    Eu não entendo o Cid Gomes. Se foi ele mesmo quem propôs gastar 30 milhões no parque de exposições. E ao mesmo tempo, eu entendo a terrível politicagem que pode haver por trás disso. El pode simplesmente pensar:

    "Ora, eu vou lá dar 30 milhões ao Crato na mão do Samuel ? Vou é fazer meu candidato lá no Crato e prometer que se votarem nele, aí EU libero essa grana".

    Ou seja, ele pode estar fazendo corpo mole até chegar o tempo das eleições pra sair com esse trunfo debaixo da manga pra tentar eleger o seu candidato...

    Essa também é uma possibilidade...

    O Samuel vai ler esse seu comentário, e se ele não ler, eu faço questão de lhe passar a idéia da caravana.

    Abração,
    FELIZ NATALe PRÓSPERO ANO NOVO, para você e a nossa querida Magali.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  4. Pedro dos Reis,

    Eu só não acredito em uma teoria da conspiração contra o crato porque ao invés acredito mais é que existe um plano muito bem arquitetado para tentar levar o poder político do Crato.

    As eleições vem aí...
    O Cid deve estar pensando:

    "Ora, eu vou lá dar 30 milhões ao Crato na mão do Samuel ? Vou é fazer meu candidato lá no Crato pra ganhar as eleições e prometer que se votarem nele, aí EU libero essa grana".

    Ou seja, ele pode estar fazendo corpo mole até chegar o tempo das eleições pra sair com esse trunfo debaixo da manga pra tentar eleger o seu candidato...

    Veja por essa possibilidade...

    Falta pouco tempo.
    Tu acha que ele iria dar isso assim de mão beijada ? Os Gomes ?

    Meu amigo, eles tinham poder para evitar a saída do SESI do Crato. E o que fizeram ? NADA!

    Ahhhhhhhhh
    Melhor tirar o cavalinho da chuva. Só acredito, vendo!

    DM

    ResponderExcluir
  5. O que é difícil é o tal do Dedé Cariri vir comentar aqui. Ele só faz comentários atacando o prefeito. Quando há um fato bom para o município, jamais vem elogiar. É um dos Marianildos do Crato. Apenascritica, sem elogiar o que é bom. É por isso que o Crato não se desenvolve muito. Porque assim como esse Dedé Cariri, tem muita gente que torce para o Crato NÃO DAR CERTO!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  6. E a destruição dessa mata ciliar, para a construção da avenida?
    Será onde fica a sede do IBAMA?
    Brincadeira.

    ResponderExcluir
  7. Não há nenhuma destruição da Mata Ciliar. O projeto é feito por especialistas. Jamais se colocaria a nossa flora em risco.

    É porque você é do contra mesmo, Elmano. Cada projeto que se faz pelo Crato, partindo do Poder Público, eu nunca vi a sua aprovação, sempre fica procurando piolho na careca. Seja um cara positivo! Quando a coisa for boa para o município, apóie essa idéia. Não seja um Zé do Contra! Vamos fazer uma oposição com responsabilidade, minha gente, sem picuinhas, por favor!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  8. Apenas fiz uma pergunta sobre essa marcação no mapa, onde a faixa amarela passa por cima de um lugar onde está escrito mata ciliar.
    O problema é que não se pode questionar nada, que se é tratando grosseiramente, como se estivesse criticando ou maculando o nome de alguma pessoa ou instituição.
    A democracia dá o direito às pessoas de se expressarem, ou tentarem esclarecer aquilo que lhes surge como uma dúvida, principalmente quando se trata de interesse público. Infelizmente quando o interesse privado está acima de qualquer coisa, se age dessa maneira.
    Não citei, muito menos critiquei o trabalho de ninguém, nem nenhuma pessoa ou a administração que venha a tocar, ou esteja ligado ao projeto.
    O resto não adianta nem falar.

    ResponderExcluir
  9. Elmano, não há nenhuma agressividade. Engraçado esse pessoal sensível demais, quando o debate fica acalorado, eles acham que se está sendo agressivo. É preciso se embasar mais em argumentos verdadeiros do que em posar de vítima, durante um debate.

    Vamos apoiar as grandes causas!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.