19 novembro 2010

O Gato
- Claude Bloc -

 Eu escrevo versos
Ele...
pula (in)versos
descreve sinuosidades
piruetas, malabarismos

Quando encontro a rima
lá se vem o gato
pisando no meu teclado
borrando o meu bordado
e nessa acrobacia
vai digerindo o tema
(com leveza e graça )


o gato habilmente
conseguiu o seu intento
(produziu o que queria)
ser a inspiração e a sinfonia,
o maestro insigne,
a minha própria poesia.

Claude Bloc
Fotos: pés de Ricardo Rocha
Gato (de Elvira - em D. Quintino - CE)

4 comentários:

  1. Claude, acabas de colocar esse Gato na prateleira dos imortais!
    Tua poesia é cheia de leveza, nos transporta para o imaginário rico da pureza da alma. Que bom, reencontrá-la.

    Manoel Severo

    ResponderExcluir
  2. Que fotos maravilhosas, Claude!
    Cê sabe que eu adoro gatos...

    Bjus!

    DM

    ResponderExcluir
  3. ADOREI CLAUDE! Movimento e poesia em uma foto? Tem tudo.
    Abraço,

    Gabí

    ResponderExcluir
  4. Só tenho a agradecer a vocês todos.

    *A Manoel, pela análise perfeita e incentivadora. Pela leitura completa das coisas da alma.

    *A Dihelson que conheceu esse gatinho na casa de Elvira e que certamente tem algum registro na sua câmera "super-biônica" (risos).

    *Para Gabi, pela interpretação técnica e precisa do momento.

    Abraços,

    Claude

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.