16 novembro 2010

Mostra SESC Cariri de Cultura:O Dom Que a Palavra Consagra-Por Wilson Bernardo.

A valorização do homem Nordestino é fundamental para preservação da própria identidade do sertanejo,conciliado com uma rica cultura diversificada de ritmos, costumes e tradições.O mestre Suassuna, deixa bem claro que a cultura americana se instala de uma forma pragmática, e que se diga de passagem,uma cultura pobre de silogismos e de outros aspectos culturais, fazendo com que o sertanejo substitua seu Oxente pelo tão banal e inexpressivo OK! Uma aula digna de grandes universidades e um publico cativante e atento a tudo que o mestre profanava em relação ao que se massifica, para enfraquecer uma cultura tão rica e substancial como é a nossa,valorizar o umbigo da terra seria fundamental.


A criança se diverte com Suassuna
O povo participa plenamente de uma aula histórica
O mestre e menestrelde um Sertão brasileirisimo...A satisfação da palavra conselheira.
Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

6 comentários:

  1. Esta última imagem daria para ser feito um busto, parabéns Wilson Bernardo.
    Ariano Suassuana, um Brasileiro, Brasileiríssimo!
    Este DNA se multiplicou,pois tive o privilégio de ser aluna de sua sobrinha Lívia Suassuna, quando entrei para cursar Licenciatura Plena em Química na UFRPE, minha prof de português.

    ResponderExcluir
  2. Bela cobertura, Wilson

    Valeu a pena!

    Parabéns!

    Claude

    ResponderExcluir
  3. O professor Ariano defende a cultura popular em face da cultura de massa imposta pelos meios de comunicação. Deixando claro que não é contra outros tipos de cultura, mas sim a favor do fortalecimento da nossa, para que nada que venha de fora possa nos influenciar, a ponto de abandonarmos aquilo que é nosso, e não só porque é nosso, mas também porque é bom.

    Parabéns Wilson Bernardo. Como sempre entendo que sua poesia se confunde com sua fotografia.

    Jorge Aguiar

    ResponderExcluir
  4. Em 2006 tive a oportunidade de traze-lo à Sobral para ministrar uma aula-espetáculo no Centro de Convenções,e testemunhei a sabedoria e a simplicidade de um verdadeiro menestrel,um contador de causos como ninguém.
    Mas estava na abertura da XII mostra do Cariri e fiquei extasiada com a belíssima recepção prestada a ele.
    Acho que em nenhum lugar seria igual,faz parte da cultura e do jeito de ser do povo do Cariri,em especial do Crato.
    Foi uma noite memorável!
    Parabéns ao SESC,em especial a Dane de Jade,pela riqueza de um evento relevante pro fortalecimento da cultura de nosso País.

    ResponderExcluir
  5. Maria,

    O destino tem sido cruel para comigo, por estar muito doente exatamente no dia em que o Suassuna estêve aqui em Crato. E infelizmente, ninguém se lembrou de gravar a palestra dele, que eu teria feito, filmado e entrevistado.

    Qiue me perdoem os amigos pelo desabafo: digo arrogantemente: Sinceramente, tem horas em que penso que o Crato sou EU, porque quando estou longe dos eventos, quando viajo ou adoeço, as coisas desandam. NINGUÉM faz estes trabalhos. Ninguém registra nada, nem faz entrevistas.

    Quero saber quando eu estiver morando na Europa ( que pretendo ir ), como é que essa turma vai se virar por aqui. Será como era antes de existir o Blog do Crato: Um Nada, um mar de nada no meio do deserto.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.