20 novembro 2010

AQUARELANDO FLORES...


Para ouvir o vento
- Claude Bloc -

Que todos os dias voltem
a ter novas cores,
entre flores-guardiãs.
E nessa dança vital,
possamos viver
a pacífica liberdade,
as passagens da idade
o que queremos ter.


Que nossa raça seja una,
humana
nessa transitoriedade
de vida e coragem
.
Porque calar
é mesmo coisa rara
mais ainda em pensamento:
quando a vida estanca
quando a voz se estampa
quando o silêncio se instala
quando perdemos a fala
para ouvir o vento.

Claude Bloc

2 comentários:

  1. Ah! se um dia alguém transformassse todas essas aquarelas em quadros reais para expor em uma galeria. Quanta beleza caberia!

    DM

    ResponderExcluir
  2. Quem sabe, Dihelson, quem sabe...

    Quem sabe na Expo Crato (risos)

    Abraço,

    Claude

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.