30 outubro 2010

Vamos Dilmar o Serra ou Serrar a Dilma Por João César Mousinho de Queiroz



Vamos Dilmar o Serra ou Serrar a Dilma para o bem da Vila Silvestre, da Ponta da Serra, do Crato, do Nordeste, de São Paulo, do Brasil.
Todos nós merecemos uma segunda chance é o que dita nossas imperfeições. Considero que todos os leitores e candidatos a cargos executivos como: prefeitos, governadores, presidente deveríamos ter a chance do segundo turno.
Por simples curiosidade comecei a investigar entre meus familiares, amigos, clientes,
colegas de trabalho e comunidade se alguém que conheço ou apenas me relaciono já
tiveram a oportunidade de ler a plataforma do partido dos candidatos que votaram nessas eleições para os mais variados mandatos.
Não me causou surpresa, mas lamentações. De 16 anos a 86 ninguém leu e não demonstraram a menor boa vontade de uma dia ler.
Já na década de 70, no colégio Diocesano nos ensinaram que Democracia é o governo do povo, para o povo, com o povo, pelo povo nas aulas de OSPB- organização social politica brasileira,e que o professor Jaime Milfon, enfatizava nas suas aulas de história e em suas provas mensais.
Ninguém que convivo já leu a plataforma do P.V, PSDB, PT.
Uma democracia não só se analisa pelo números de seus eleitores, mas também pelo quantidade de partidos que se revezam no poder. Assim sendo USA não é um bom exemplo de democracia, pois lá a mais de 50 anos apenas dois partidos assumem o poder. França, Itália, podemos considerar.
Aqui nós estamos seguindo em passos largos para um referendum entre um partido de cunho popular e outro centro-direita.
O PSDB é um partido político brasileiro cujos militantes e simpatizantes geralmente se classificam como de centro. Alguns críticos e intelectuais, de esquerda, no entanto, por considerarem que o partido, em relação a determinados pontos adota pontos de vista classificados como liberais, citam-no como sendo de centro-direita, ou até mesmo de direita. Atualmente a Terceira via de Anthony Giddens é também uma das ideologias assumidas pelo partido.
O PT surgiu da organização sindical espontânea de operários paulistas no final da década de 1970, dentro do vácuo político criado pela repressão do regime militar aos partidos comunistas tradicionais e aos grupos armados de Esquerda então existentes. Desde a sua fundação, apresenta-se como um partido de Esquerda que defende o socialismo como forma de organização social.
Quanto mais eleições, mais segundos turnos, mais debates o que ajuda a formação de uma opinião e atitude mais concreta e consciente, ficando melhor para que com 16 anos vai votar pela primeira vez, ou quem já vota a mais tempo.
Nesse domingo vamos todos as urnas exercer nossa cidadania. Votando no Serra ou na Dilma, o mais importante é que você tenha cada vez maior o seu engajamento no nosso aperfeiçoamento da nossa participação democratica.
Estamos avançando, é verdade, mas temos muito que melhorá. Canditatos corruptos ,ficha Limpa neles, agora ANALFABETOS---nenhuma democracia merece.
Só para ressaltar - Vamu TiririKar u qui Ar Di bow. Nesse domingo vamos todos votar. Você que vota no Serra e você que vota na Dilma todos estamos participando do nosso processo de aperfeiçoamento Democrático, vamos Votar em paz e conscientes.
Artigo XXXVI-São Paulo 30.10.10-Fontes-Diversas-Filho de Seu Mozin e D.Nair lá da Vila

Um comentário:

  1. É...

    Mousinho:

    É uma ótima postagem, e fala a minha língua.

    Na hora de votar, não devemos pensar em partido, oposição, bairrismo ou sectarismo.

    Devemos, sobretudo, de fato, analisar a plataforma de governo de cada candidato e votar naquele que tiver melhor proposta para o povo.

    Na ausência da carta de intenções e proposta de governo, temos os debates televisivos, não conclusivos, mas úteis para formação de opiniões.

    Não devíamos votar pensando em complementação pessoal, em satisfazer o nosso ego, e para isto atropelar até a mãe.

    Devíamos votar pensando no bem estar da população na qual estamos inseridos, pois, se assim o fizermos, os resultados benéficos nos envolverão a todos.

    O que espero, é um governo voltado para o desenvolvimento sustentável deste gigante chamado Brasil.

    Que seus cidadãos trabalhem honestamente para assim obter o sustento de cada dia, pois o trabalho enobrece e dignifica o homem.

    É o que desejo para o Brasil e para os brasileiros.

    Abraços do

    Vicente Almeida

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.