16 agosto 2010

Um Importante Questionamento sobre o Poder Público do Crato - Darlan Reis

Título original - "Pobre só pode praticar corrida?"


(Os ricos não precisam de quadras, piscinas, "sesi" e outros equipamentos)

Nosso amigo Salatiel tem razão no comentário que fez ao tópico sobre o finado SESI do Crato. Segundo ele,

"O SESI é serviço social direcionado para a indústria. Quantas indústrias foram implantadas nos últimos anos aqui no município do Crato? Alguma? Nenhuma? Compare-se com as pequenas e médias indústrias ligadas ao calçado e moda que todos os dias são instaladas no Juazeiro. Justifica-se aí muito bem a nossa perda."

Mas tem outra questão. Não adianta esperar só "serviço social " de indústria, de comércio e outras. Eles tem como objetivo o lucro. Até aí, normal, afinal estamos no capitalismo. O problema é quando o povo depende quase que apenas dos "SESI-SENAC-SESC" da vida. Os que lá trabalham fazem um trabalho digno e importante. Mas quem manda lá que é aplicar "5 S", programa de qualidade total e outras coisas, isso para a cultura e educação!!!

E O PODER PÚBLICO OFERECE O QUE NO CRATO?

Cadê as piscinas para o povo aprender natação? (Piscinas públicas)
Cadê as quadras de basquete, de handebol etc? Ou pobre é só para jogar futebol e praticar corrida?

ONDE ESTÁ O INVESTIMENTO PÚBLICO? ONDE ESTÃO OS EQUIPAMENTOS PÚBLICOS DO CRATO?

Por Darlan Reis

18 comentários:

  1. Dhielson, só para completar. Quando falo dos equipamentos públicos, falo em todos os níveis: federal, estadual e municipal.

    Exemplo: Ginásios, vilas olímpicas, quadras de skate etc.
    Além disso, os profissionais para o trabalho nessa área.

    Quem não pode ser sócio de clube privado, tem o que para seu lazer e desenvolvimento?

    Sinceramente, acho um desperdício oferecerem nada para tantos jovens.

    E as desculpas do "SISTEMA S" não colam. O SESI e o SESC, por exemplo, tem ótimos funcionários, ótimos projetos. Mas a lógica dos que dirigem é só a do resultado quantitativo. Metas, resultados...

    Nem na hora do serviço social eles desgrudam disso?

    Abraço a todos. (Menos aos gênios que acabaram com o SESI Crato).

    ResponderExcluir
  2. O questionamento é importante. Eu assisti a reunião aonde vieram comunicar o fechamento do SESI, e um dos argumentos apresentados pelo Figueiredo, era de que "na ponta do lápis", o SESI do Crato estava dando um pequeno "prejuízo", ao que o próprio prefeito Samuel Araripe, disse num tom irônico mais ou menos assim:

    "O SESI do Crato dá prejuízo ? Pois eu pensei que o SESI prestasse um serviço Social, e não uma organização com fins lucrativos..."

    Darlan, eu trouxe essa sua excelente postagem exatamente porque ela aponta para caminhos ainda não abordados em outras matérias sobre o assunto. Normalmente as pessoas apenas contestam, como eu mesmo fiz, essa coisa do SESI ir para Juazeiro.

    CLARO, e evidente, como todo bom Cratense, que não posso compartilhar da opinião daqueles que querem a desativação desta instituição. Porque que somente o Juazeiro pode ter o seu SESI e o Crato não ? Que estória é essa de levar tudo que existe na cidade satélite para a metrópole ?

    Acho que vou ressucitar aquela minha postagem do sumidouro engolindo tudo ao redor. Muitos vão nos acusar de bairrismo em favor do Crato. Mas os que acusam são exatamente os que não nos interessam a opinião. São os inimigos do crato.

    Quando se pensou em REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI, temos que pensar em desenvolvimento por igual, e não uma cidade a engolir as outras.

    Nesse ponto, o Zé Nilton Mariano tinha razão em não querer a Região Metropolitana. Apesar do bairrismo exagerado que beira a paranóia nos seus comentários, dele e de Pedrinho Esmeraldo, eles têm uma certa razão e eu os cumprimento, quando suspeitaram que esse negócio de Região Metropolitana ia dar nisso.

    E eu fico a me perguntar: Será que nós todos fomos enganados ?
    Será que isso foi um plano ardiloso elaborado por mentes astutas para engolir e destruir o comércio e a indústria das cidades satélites como Crato e Barbalha ?

    O Carlos Eduardo Esmeraldo e tantos outros têm muita razão, quando questionam o fator FORÇA POLÍTICA nisso tudo, nesta verdadeira debandada. Nosso Crato está desfalcado de Força Política que segure o tranco nas resoluções de nível Estadual e Federal. Eu não tenho a menor dúvida ( e digo isto porque participo ), de que o poder municipal trabalha para segurar as coisas aqui no Crato. Mas apenas isso não está sendo suficiente, e a boa vontade não compete de igual para igual quando os $$$ estão em jogo.

    Eu não sei se seria permitido aqui eu lançar um questionamento: Será que não deveríamos procurar votar em candidatos compromissados com nossa Terra, o Crato ?

    O problema é que parece que pra onde a gente se vira, só tem MALA. Eu já estou ficando de saco cheio de quantas pessoas aprenderam o meu nome de 1 mês pra cá e me cumprimentam nas ruas do Crato pedindo meu voto. Pra onde a gente se vira, tem sempre alguém oferecendo uma caneca de cerveja e um brinde.

    De onde surgiram tantos MALAS ?
    O Crato hoje é repleto de carros de som volante pedindo votos para candidatos. Tem mais candidatos do que moscas! Um negócio lucrativo aqui nestes dias é montar um carro de som ou uma moto com reboque, custa 15 reais a hora. Moto não consome quase nada, e eles trabalham muitas horas por dia. Multiplique isso aí pelos dias da semana que vc vai ver como tem gente aí fazendo a festa. Por outro lado, tem um candidato aqui que outro dia, chegou um caminhão abarrotado de carrinhos "caça-níqueis" ( de propaganda ), e desde então, o Crato virou um inferno de publicidade.

    Eu jamais votaria em alguém que não tem respeito nem pela lei do Silêncio e quer ganhar a eleição literalmente, no GRITO.

    Abraços.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  3. "Será que não deveríamos procurar votar em candidatos compromissados com nossa Terra, o Crato? "

    Com certeza Dihelson, o ruim é achar os "tais" candidatos compromissados!
    É inquestionável a discrepância do desenvolvimento de Juazeiro em relação ao Crato.O Crato com seu bairrismo extremista está "perdendo" tudo pro Juazeiro mesmo, e não acho isso nada anormal, visto que o povo tem os governantes que merece. Não adianta o prefeito do Crato lutar sozinho se não temos boas representações a nível estadual.
    Enquanto isso, tudo no Juazeiro vai acontecendo e povo cratense só tem que lamentar!
    O Hospital Regional já tem data de inaugaração marcada e 95% das obras concluídas, e cadê nosso centro de convenções? É amigo Dihelson, o que tem de mala na politica não não tá no gibi!

    ResponderExcluir
  4. Pois é, João Paulo, e se no Crato tem um MALA em cada esquina, a quem nós iremos recorrer ?

    Votar no Chapolim Colorado ?

    É engraçado como as pessoas não raciocinam. A maioria do povo não sabe que é nesta época de política que cabe a cada um escolher que futuro nós queremos para nossa cidade. E é exatamente porque fizemos escolhas erradas no passado, que estamos aí a perder o SESI, e inúmeros aparatos para o coração da metrópole.

    Se hoje nós amargamos essa derrota, se hoje o Crato nao tem representatividade a nível estadual e principalmente Federal, de quem é a culpa ? De nós mesmos!

    Será que faltaram candidatos do Crato ? Será que todo mundo era ruim, ? Não tinha nenhum candidato bom ? Será ?

    Hoje temos aí uma cidade como o Crato, que luta para se sair de um prejuízo por ter DORMIDO NO PONTO durante cerca de 30 anos.

    Amigos, 30 anos de sono profundo, é muito prejuízo. Olhem para trás e se perguntem:

    Em quem os Cratenses votaram nos últimos 30 anos para Deputado, para Senador, para Vereador e para Prefeito ?

    A resposta de porque o SESI e outras trocentas coisas estão de mala e cuia para Juazeiro está aí. Não me venham culpar o Juazeiro pelo seu sucesso. Juazeiro fez o dever de casa.

    O Crato é que não fez.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente, neste caso do SESI, acho que procuraram uma desculpa.
    Se os índices que apresentaram sobre o Juazeiro forem verdadeiros, aí que se justifica mais ainda o SESI no Crato. Para fortalecer a cidade.
    E não o contrário.

    Mas o argumento de "prejuízo" só desnuda o sentido que os dirigentes dão à instituição. Não se sustenta. Cai a farsa.

    Se não querem mais o local, que pelo menos cedessem ao patrimônio público, em nome de não deixarem órfãos a coletividade.

    ResponderExcluir
  6. Darlan,

    Isso é que eu também não entendi direito. Na reunião, quem apontou os altos índices do Crato, como o IDH, foram os próprios integrantes da comitiva, muitos índices, estatísticas, como se a justificarem que com a elevação do padrão de vida das classes menos favorecidas e os selos recebidos, o sistema era mais necessário em outro local, onde estivesse pior. Pra mim, nao colou...prejuízo ? cortes nos gastos ?

    A ironia que fizeram com o trem bala também foi de péssimo gosto. chamaram aquela geringonça de trem bala, e que os cratenses agora poderiam ir para o SESI de juazeiro nele. ora...

    Eu tenho aqui a gravação de parte da reunião, em áudio, e seria até bom disponibilizar para as pessoas possam ouvir e tentar compreender essas "desculpas".

    Ouça aí o áudio que eu colhi do tal do "Figueiredo", já deve estar na segunda página do Blog. Ouça todos os depoimentos. Não parece se encaixar.

    DM

    ResponderExcluir
  7. Darlan Reis,
    Convido vc para juntos conhecer td nosso trabalho e estruturas que temos com os programas sociais, tenho certeza que vc vai rever seu conceito em relação a quem faz a quem trabalha com inclusão social e posso te garantir que não é só com futebol. Concordo com vc quando fala que é importânte em ver em quem votar, a hora é essa. E eu tenho certeza que se realmente votar sem ser só por ser contra e for olhar para quem trabalhou em prol do nosso Crato, vamos ter uma eleição justa e eu como vc temos obrigação de mostrar isso. Isso se for realmente sem paixão e olhando pelo Crato.
    Amigo estou a sua desposição para mostrar tudo e com muito prazer. meu email é monicararipe@globo.com me passa um e-mail com o seu celular e eu te passo o meu celular e marcamos.
    Um grande abraço,
    Mônica Araripe

    ResponderExcluir
  8. Darlan Reis,
    Convido vc para juntos conhecer td nosso trabalho e estruturas que temos com os programas sociais, tenho certeza que vc vai rever seu conceito em relação a quem faz a quem trabalha com inclusão social e posso te garantir que não é só com futebol. Concordo com vc quando fala que é importânte em ver em quem votar, a hora é essa. E eu tenho certeza que se realmente votar sem ser só por ser contra e for olhar para quem trabalhou em prol do nosso Crato, vamos ter uma eleição justa e eu como vc temos obrigação de mostrar isso. Isso se for realmente sem paixão e olhando pelo Crato.
    Amigo estou a sua desposição para mostrar tudo e com muito prazer. meu email é monicararipe@globo.com me passa um e-mail com o seu celular e eu te passo o meu celular e marcamos.
    Um grande abraço,
    Mônica Araripe

    ResponderExcluir
  9. João Paulo,
    Vamos lutar juntos, não só o prefeito, mais td a sociedade tem uma tremenda responsabilidade com nossa a situação da nossa cidade e falo sem bairrismo, mais falo para alguns que é contra só por ser e esquece que o prefeito passa a cidade fica e é por ela que devemos ver quem tem compromisso.
    Abraços,
    Mônica Araripe.

    ResponderExcluir
  10. Caros Senhores Boa Noite
    Trabalho como professora no Sesi Crato(agora fui remanejada para o Juazeiro)concordo plenamente com todas as discussões feitas sobre este assunto, nós profissionais da instituição tínhamos uma excelente infra-estrutura para realizarmos nosso trabalho, porém como foi dito várias vezes nos falta alunos, investimentos dos próprios empresários na formação intelectual dos funcionários, além do incentivo por parte dos políticos desta região para trazer empresas que possam proporcionar o crescimento da cidade e a permanência do Sesi no Crato( que infelizmente é realmente inviável).
    Ilanna Tenório Farias Campos.

    ResponderExcluir
  11. Gente, acho que esta na hora do Crato acordar e crescer. E' obvio que o Juazeiro e' uma cidade maior e com mais force e vai continuar atraindo atencao. E o Crato o que vai fazer, so continuar se lamentando, achando que tem direito hereditario? Nao adianta tentar competir com o Juazeiro, copiando, pois vai terminar perdendo. O Crato tem que planejar o seu futuro e tentar ver o sucesso do Juazeiro como uma oportunidade e nao uma ameaca. O que precisamos mesmo e' uma mudanca de atitude, pois se lamentar nao vai levar a nada. O mundo global do seculo 21 apresenta muitos oportunidades, entao vamos deixar o passado para tras e pensar no futuro; nos reinventar como Cidade. O Crato, cariri e Brasil de hoje nao e' o mesmo do seculo dezenove quando o Crato era a metropole da regiao.

    Abracos

    George

    ResponderExcluir
  12. Darlan, já que a justificativa do SESI em relação a concentração industrial em Crato tem base na realidade(cruel realidade, é verdade) a "responsabilidade" do "Sistema S" em questão deveria ser forte o suficiente para fazer a doação daquelas instalações para a URCA. Porém, isso no ouvido deles deve soar como um acinte, até como piada. Não duvido. Agora é saber que fim vão dar as instalações.

    ResponderExcluir
  13. D. Mônica,

    Eu me referi ao geral. Não ao específico. No geral, as políticas públicas de inclusão ainda são deficientes, apesar de terem avançado.
    Que bom que existem programas sociais da prefeitura.
    Eu estava falando mais da parte do desporto e do lazer. Para jovens.

    Sobre em quem votar, acho que foi outra pessoa que tratou do assunto, com pertinência, mas não fui eu.

    Imagino a dificuldade que é estabelecer num município, equipamentos de esporte e lazer como ginásios, piscinas, parques e outros. Ao mesmo tempo, depender da filantropia, ou do serviço "social" da indústria nos deixa nessa situação que agora todos nós, cidadãos, estamos vivenciando.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Podiam passar para a URCA, para a Prefeitura, para alguma entidade pública. Ou será que vão vender?

    ResponderExcluir
  15. Darlan, o Presidente da FIEC disse textualmente, e está na entrevista que o objetivo é VENDER ( rapaz, fico aqui com meus botões se não já existe um comprador... )

    Bem, mas o Prefeito Samuel Araripe propôs então que ao invés de vender, que se faça ali uma Universidade. Encarregou o secretário Duda Alencar de procurar alguma faculdade ou coisa do gênero que queira se instalar ali.

    Por outro lado, uma coisa engraçada aconteceu. Dr. procópio da SAAEC reagiu bravamente a uma provocação desses caras do SESI. Existe um Poço da SAAEC lá dentro do SESI, e chegou lá na SAAEC um documento de que a SAAEC tinha até o dia 15 de Julho passado para desativar esse poço. Procópio ficou irritado, porque segundo ele, aquela região do Crato é toda abastecida com a água daquele poço. Teve então uma idéia brilhante de fazer um "croquis" o local e registrou parte do imóvel, passando o terreno do poço para o Município, assim o SESI não tem mais qualquer jurisdição sobre o terreno do Poço. Eles podem até vender o terreno do SESI, mas não poderão mandar na parte aonde está instalado o poço da SAAEC. Menos mal.

    Abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  16. Ali poderia funcionar o curso de educação física da URCA.

    ResponderExcluir
  17. Na gestão de D. Violeta Arraes a URCA tinha uma parceria com o SESI, o curso de educação física funcionava lá.

    ResponderExcluir
  18. O Prefeito Samuel Araripe me disse nesses dias, que ALI podem ser inúmeras coisas que podem beneficiar o Crato ATÉ MAIS do que o SESI vinha fazendo. Algo assim como uma Universidade, ou pelo menos uma nova faculdade. Talvez seja o momento de reparar uma perda, trazendo algo que seja de maior benefício, se ela for inevitável.

    A questão que eu me irritei é a decisão do SESI em Vender o local. Vender pra quem ? Pra um Supermercado ? Quanto vale aquilo ali ?

    Abraços,

    DM

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.