05 julho 2010

Gosto de futebol e sou Brasil, sempre. - Por: José de Arimatéa dos Santos


Nesta Copa do Mundo de Futebol observei que muito brasileiro dizia torcer pela Argentina e com esse fato fiquei com uma pulga atrás da orelha. O argumento desses neo-argentinos era que a seleção brasileira era formada por milionários do futebol e não deram o suor pela vitória da seleção nesse torneio de futebol. E a Argentina é formada por jogadores que só atuam nesse país? O fracasso do Brasil e da Argentina têm raízes bem profundas e muito sérias. Fiquemos somente no nosso Brasil. Pode parecer arrogância, mas o Brasil é onde se pratica o melhor futebol do mundo. Os números por si só explicam. Cinco vezes campeão do mundo na modalidade, maior celeiro de talentos para o esporte, apresenta o maior número de jogadores que atuam na europa e outros continentes. Tem talvez o campeonato mais democrático do mundo que é a Copa do Brasil, onde times campeões de Rondônia, Acre ou Espírito Santo participam junto com Corínthians, Flamengo ou Ceará.

O que falta é voltar a seleção jogar o futebol brasileiro. Futebol de toque de bola, drible e ginga do jogador brasileiro. Que alie o futebol de resultados com o espetáculo. Isso é possível! Vejam o exemplo da seleção alemã que ousou e deu chance a jovens talentos que mostram um futebol parecido com aquele futebol brasileiro. Eu tenho uma teoria que a seleção do Brasil deve ser formada por jogadores que atuam no futebol brasileiro mesclada com jogadores que jogam fora do país. Técnicos ousados e experientes nós temos. E que dê a devida e necessária autonomia para convocar quem está melhor no momento. Seleção é momento!

Por fim gosto de futebol e todo dia vejo as resenhas esportivas da tv. Procuro acompanhar o campeonato italiano, brasileiro e o campeonato da segunda divisão cearense, paulista ou o campeonato amador da cidade. Em qualquer momento o Brasil em primeiro lugar e que a Argentina e seus jogadores e técnico arrogantes levem chocolate. E que chocolate!

Por: José de Arimatéa dos Santos

5 comentários:

  1. O interessante é que mesmo a Argentina tomando um "chocolate", Maradona, após o jogo, entrou em campo e abraçou todos os seus jogadores e cumprimentou adversários. Dunga, numa atitute arrogante e prepotente, só fez meia volta e se mandou, sem cumprimentar absolutamente ninguém.

    Isso, a maioria dos torcedores fanáticos do Brasil não perceberam.

    ResponderExcluir
  2. Legal a rivalidade no futebol. No dia que não tiver a rivalidade entre Brasil e Argentina, o futebol não terá mais graça.
    O futebol é o único esporte que o torcedor se diverte com a derrota do adversário.

    ResponderExcluir
  3. Excelente artigo. Essa estória de brasileiro torcer para a Argentina no futebol sempre me pareceu complexo tupiniquim mal resolvido. Perder faz parte do jogo, mas torcer para não ganhar e ainda vibrar com a vitória de um adversário histórico que não sentirá nenhuma preocupação em zoar a todos nós - ai incluidos os seus novos "hermanos" - me desculpem, mas ou é a mais pura demonstração de masoquismo ou da incapacidade de competir honestamente. Isso nem Freud explica.
    José Boaventura Filho

    ResponderExcluir
  4. Caro Boaventura, não tenho nenhum complexo tupiniquim. Se tivesse, meus times do coração não seria o VOZÃO e o VASCO, que ano passado tava na série B. Só não vejo motivos para torcer para uma seleçao que não tem nada a ver com o Brasil. Aliás, pra mim todas as seleções são times. Eu escolhi um para torcer. E agora na fase final vou torcer pela Holanda, exatamente a algoz do Brasil.

    Ao invés de masoquismo, tenho coragem de expressar meus sentimentos de foma aberta e clara, sem falar mal dos demais e muito menos rotular as pessoas disso ou daquilo. Respeito a posião de todo mundo, agora, quero que todos respeitem meus pensamentos.

    ResponderExcluir
  5. Não tive a intenção de fazer nenhum comentário ofensivo meu caro Océlio, muito menos a você. Somente me aproveitei do feliz artigo do José Arimatéia para fazer uma provocação de torcedor. Agora que é estranho tocer pelo algoz, isso lá é.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.