22 julho 2010

Afastem de nós este cálice – por Pedro Esmeraldo



Esta frase pertence ao compositor Chico Buarque de Holanda; achamos conveniente expressar nossos pensamentos para ver se os políticos cratenses tenham fibras e trabalhem mais pela cidade.
Não temos para quem apelar mas, continuaremos com a nossa ideia de permanecer contrários e evitaremos a sanha dos sangue sugas que vivem penetrando no Crato com atributos violentos e nos levam tudo de bom. Precisamos nos unir numa só corrente de forças iguais para ver se obtivemos um meio de convencer a esses vereadores fantasmas, mostrando, com toda extensão, que o Crato deve ser pra os cratenses e não para esses abutres que vêem nos sugar com unhas e dentes, enganando o povo com palavras falsas, dizendo que vão trabalhar pela cidade.
A nosso ver, esses vereadores fantasmas não trabalham pelo bem da cidade e devem se compenetrar e marchar em linha reta contra os abusos desses carcarás que vem nos sugar.
Primeiramente, devemos observar melhor que esse pessoal não conhece o Crato e vem buscar o seu apoio com cara desavergonhada que como que nós não teríamos vergonha de comparecer nos terreiros das casas desta cidade.
Nós os cratenses, temos por obrigação defender o património da cidade do Crato, pois constantemente nos surpreendermos, quando vemos esse pessoal falacioso abraçar os políticos com. cara de desdém é o que nos enraivece é que alguns políticos cratenses não teem sentimentos e vivem entregando os pontos a esses abutres inimigos.
Não falaremos à toa, mas falaremos com toda a força dos nossos pulmões, solicitando que esses políticos afastem-se do nosso caminho e, ao mesmo tempo, devem recordar o mal que eles nos fizeram, em anos passados, pois impediram que fossemos beneficiados com melhoramento como é o caso da vinda da Universidade Federal pois, com gestos indignos e com mentiras deslavadas, reuniram na calada da noite e açambarcaram o campus da universidade para a cidade de Juazeiro do Norte. Foram falaciosos, arrogantes e indigestos e agora vem desavergonhado pedir voto aqui como se nada tivesse acontecido?
Cratenses tomem cuidados, estejam alertas, não se deixem enganar pela saga dos inquisidores e vamos alevantar o espírito, vingando com uma expressão sublime de discórdia e mandaremos todos irem cair na "caixa prega", visto que, aqui nada vem fazer ao não ser buscar o que é nosso, o voto.
Avante pessoal, chegou a hora da vingança, não queremos mais imiscuir- se, mas convenceremos aos homens cruéis que só pensam em beneficiar-se a si mesmo,pois não toleramos mais essa discórdia de desigualdade de comportamento do progresso educativo. Já chega desse mau pensamento, visto que eles consideram o Cariri somente a cidade de Juazeiro do Norte. Isto é uma blasfêmia, um desprezo aos outros municípios.
Agora, aproveitando a deixa, fiquemos de orelha em pé com os fanfarrões da Ponta da Serra; não dêem rabo a nambu porque nambu não tem rabo. Não dé valor a quem não tem.
Texto de Pedro Esmeraldo
.

6 comentários:

  1. DIREITOS AUTORAIS

    O Sr. Pedro Esmeraldo atribuiu a frase “Afasta de mim este cálice” ao compositor Chico Buarque de Holanda. Se O Sr. Pedro Esmeraldo lesse a Bíblia certamente já teria visto no Evangelho de Lucas 22, 39-46 o seguinte:

    Jesus saiu, então, e foi, como de costume, para o monte das Oliveiras.
    E os discípulos seguiram também com Ele.
    Quando chegou ao local, disse-lhes: "Orai para que não entreis em tentação".
    Depois afastou-Se bruscamente deles até à distância de um tiro de pedra, aproximadamente, e, posto de joelhos, começou a orar dizendo:
    "Pai, se quiseres, afasta de Mim este cálice,
    não se faça, contudo, a minha vontade mas a tua".

    Como se vê, depois de dois mil anos é que o ateu Chico Buarque repetiu em tom de ironia as palavras do Senhor Jesus.

    Pr. Robério Pinheiro
    Juazeiro do Norte - CE

    ResponderExcluir
  2. ...Avante pessoal, chegou a hora da vingança...

    Dihelson seu Blog não é mais o mesmo, por mais que a simples mensagem do post tenha sido tão clara, mas...

    ResponderExcluir
  3. Edy, e o que diabos eu tenho a ver com a postagem de Pedro Esmeraldo ? O Blog é um conjunto de pessoas.

    Não é o Blog do Dihelson, é o Blog do Crato, meu amigo. Aqui as disparidades de pensamento é que dão o tempero das coisas. Seria muito fácil construir uma ditadura. Não é isso que queremos. Se o Pedro Esmeraldo pensa da forma dele, que deixe ele pensar. Escreva a sua crônica contrária à dele, e mande pra meu e-mail que eu publico.

    Dihelson Mendonça
    blogdocrato@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Pedrinho, Pedrinho.

    O que voce diz do seu irmão Dr. Ailton que é vereador, e dos filhos, seus sobrinhos, todos pessoas honradas e preparadas não serem candidatos a deputado para darem a oportunidade aos cratenses de terem um candidato da terra para votar? O amigo sabe dizer de que terra é Neto Nunes? Do Crato certamente não é. Pois bem seu irmão e seus sobrinhos vão votar no Neto Nunes. Acho que eles tem todo direito, mas estão quebrando a ideia de suas ladainhas.

    ResponderExcluir
  5. Sabia que você escreveria que não tinha nada a ver com a postagem do Pedro, ainda assim quis comentar, eu só pensei que você fizesse uma revisão das crônicas, sem alterá-las, claro. Eu respeito e acho construtivo o pensamento do Pedro Esmeraldo, só que apenas me pareceu um pouco radical a forma como ele se expressou, mas ainda assim é válido, pois acredito que também é o pensamento de muitos, não só do Crato como do Cariri.
    Então, fica o meu respeito a todos os meus conterrâneos e a Democracia.

    ResponderExcluir
  6. Edy, quem postou a matéria do Pedro Esmeraldo, como vc pode ver aí, foi o Armando Rafael. E mesmo assim, devido à minha escassez de tempo atualmente, e especialmente nesta semana, com os preparativos para meu Concerto, acontecido na noite de ontem no Teatro Rachel de Queiroz, eu não estou mais revisando nem os erros ortográficos que as pessoas escrevem por aqui. Agora é responsabilidade de cada um corrigirem seus próprio erros de grafia.

    Eu já faço demais em manter o espaço no ar atualizado com notícias. Os colaboradores devem se responsabilizar pelo menos por suas matérias e as implicações que estas possam ter.

    E a bem da verdade, a esta altura, eu ainda não tive tempo sequer para ler o artigo do Pedro Esmeraldo. Não posso tecer qualquer consideração ainda.

    Abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.