28 junho 2010

VÍTIMAS DAS ENCHENTES Campanha de solidariedade


Donativos arrecadados a partir de doações feitas pela população do Cariri. Os alimentos vão para Alagoas - CÍCERO VALÉRIO - O Cariri se mobiliza na aquisição de donativos para serem doados às vítimas das enchentes no Estado de Alagoas
Juazeiro do Norte. Um dos Estados do Nordeste com maior número de romeiros do Padre Cícero, Alagoas, agora recebe o apoio da terra do "Padim". O bispo diocesano dom Fernando Panico e o administrador da Basílica de N. Sra. das Dores, padre Paulo Lemos, se deslocaram na última quinta-feira, em direção ao Estado alagoano, já levando considerável quantidade de alimentos, vestimentas e lençóis para as vítimas das chuvas em União dos Palmares. Os alimentos estavam sendo armazenados no Círculo Operário São José, anexo à Basílica, o principal local das doações, mas o trabalho irá se estender continuando os apelos à população para que doe mais alimentos. Os temporais atingem, também, Pernambuco, com milhares de pessoas desalojadas ou desabrigadas em virtude das chuvas naquele Estado.

Proporcionalmente, Alagoas é o Estado que mais envia romeiros ao Juazeiro em épocas de festas religiosas. O pastor e o sacerdote foram direto para Maceió e, depois, União dos Palmares, tendo reunião marcada com os bispos das regiões afetadas. Os donativos continuam sendo recebidos em qualquer uma das 49 paróquias no Cariri. O próprio bispo está se encarregando de fazer essa convocação em nome da solidariedade e criou uma espécie de comitê central na Basílica de Nossa Senhora das Dores.

Ali, a Guarda Municipal empresta apoio no recebimento das doações. Dom Fernando defendeu a organização das forças vivas para socorrer os que precisam da ajuda de todos. "É importante que a solidariedade aconteça independente de ser romeiro ou não, mas, de fato, milhares de alagoanos nos visitam anualmente. Agora é a hora de retribuirmos num gesto de solidariedade e partilha", complementou o padre Paulo, administrador da Basílica. Em três dias de chuvas, o volume de água em Alagoas e Pernambuco superou a média mensal. Pelo menos 44 áreas foram atingidas. Só em Pernambuco são 24.552 desalojados e 17.808 desabrigados. Em Alagoas, são 26.618 desabrigados e 4.897 desalojados. Cerca de 6 mil são considerados retirantes, por terem abandonado as áreas devastadas.

Quinze municípios estão em estado de calamidade pública. Os desaparecidos, de acordo com a Defesa Civil do Estado, somam 76. Trinta e quatro pessoas morreram. Somadas as 17 mortes de Pernambuco, chegam a 51 as vítimas da chuva no Nordeste. Cerca de 950 homens trabalham nas áreas afetadas pela tromba d´água. De acordo com a Defesa Civil, já há alimentos em quantidade suficiente e as cidades precisam agora de material de limpeza, higiene pessoal, velas, fósforo e fraldas descartáveis. O armazém da Infraero no Aeroporto Zumbi dos Palmares serve como depósito para 46 toneladas de alimentos, água mineral, cobertores, roupas e barracas de campanha doadas. A distribuição é feita por via terrestre e aérea. Cerca de 19 mil cestas básicas já foram distribuídas.

Equipes de buscas, com seis cães farejadores, seguem em varredura nas cidades de São José da Lage, Branquinha, União dos Palmares, Murici, Rio Largo e Santana do Mundaú. O município de União dos Palmares, para onde o bispo e padre Paulo se deslocam este final de semana, fica a pouco mais de 120 quilômetros de Maceió. No local, as casas onde viviam os integrantes da comunidade quilombola Muquém foram praticamente derrubadas. Apenas oito ficaram intactas.

Paróquias

49 paróquias no Cariri estão envolvidas na campanha de arrecadação de gêneros para as famílias vítimas das enchentes. O comitê central é na Basílica de N. Sra. das Dores, em Juazeiro

MAIS INFORMAÇÕES
Secretaria da Paróquia
Rua Padre Cícero, 147
Centro, Juazeiro do Norte (CE)
(88) 3511.2202

Elizângela Santos
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Blog do Crato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.