23 junho 2010

FUTEBOL - Super-câmeras revelam que tem muito jogador metendo a mão na bola

Me engana, que eu gosto, diz o sorriso do arbitro francês depois de perguntar a Luiz Fabiano se ele matou a bola no peito ou no braço. Na primeira, Luiz Fabiano está de olhos fechados e só depois de a bola bater no braço ele vê para onde ela foi. Na segunda, é uma ajeitada para lá de suspeita. Tem tido muita mão na bola nesta Copa, que o juiz não viu ou viu, mas achou que não tinha que apitar. A França que não tem que reclamar, diz o torcedor, lembrando a ajeitada na mão de Henry que levou Les Bleux a Copa.

Quando o atacante é tosco, e deixa o juiz ver, é falta e cartão. No caso, do argelino, segundo cartão e expulsão. Graças a dezenas de câmaras e um super 'slow motion'. Essa Copa acontece também no âmbito fora do olho humano. Um excelente exemplo é a raspada na bola do jogador da Nova Zelândia no jogo contra a Itália. O que deixou o autor do gol na sequência em impedimento, mas o juiz não viu. Em compensação, procure à vontade que você não vai encontrar nada de errado em um lance de gol que o juiz anulou na partida entre Estados Unidos e Eslovênia e que teria decidido o jogo. Ninguém sabe até agora o que o juiz viu.

Fonte: g1

Um comentário:

  1. Caro Dihelson

    Muito oportuna sua observação.
    Com os olhos da eletrônica e todo este aparato da tecnologia que a Copa do Mundo 2010 está nos mostrando, não é possível que os dirigentes da FIFA insistam com essas esclerosadas regras do futebol. O juiz é considerado um senhor acima de todas as coisas e sua palavra, aliás, o que ele escreve na chamada "súmula do jogo” é a expressão da mais pura verdade.
    No segundo gol do Brasil, os dois toques da bola no braço e a ajeitada com a parte superior do braço do Luiz Fabiano foram imperceptíveis até mesmo para nós que víamos o jogo pela televisão. E também para juiz e bandeirinhas. Por isso o juiz ficou na dúvida. Se aquele gol tivesse sido anulado, o resultado daquela partida poderia ter sido outro. Já imaginou se a seleção da Costa do Marfim empatasse o jogo? Ou se pelo menos tivesse diminuído o placar para 2X1? Certamente seria uma tragédia para a nossa seleção, um tanto quanto sem alma...

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.