07 maio 2010

CARIRI - Seminário discute desafios da Região Metropolitana


Juazeiro do Norte. "Os Desafios e Oportunidades para a Região Metropolitana do Cariri (RMC)" foi o tema dos debates no seminário realizado ontem, neste município, com a presença de representantes das nove cidades que compõem a RMC. Projetos para a região e potenciais a serem aproveitados para o desenvolvimento foram expostos pelos palestrantes e discutidos entre os participantes. Inicialmente, um dos grandes desafios, expostos pelo arquiteto Jório Cruz, foi incorporar o sentido de uma metrópole para o Cariri e a compreensão do fenômeno metropolitano. Ele destacou o processo de adequação à nova realidade. Segundo o arquiteto, a lei para a criação da RMC passa a ser uma consequência do que já existia na região. Jório Cruz destacou os aspectos sociais institucionais de criação de uma Região Metropolitana. A economista e representante do Banco Mundial, Mônica Amorim, destacou os potenciais da região em números e ressaltou os projetos de investimentos voltados para o desenvolvimento da RMC, principalmente na área de serviços.

Melhoria

Segundo ela, a melhoria dos serviços como o transporte nas cidades, identificação das áreas mais problemáticas e a resolução dessas situações, trarão algo planejado nesse sentido, mais seguro, e com custos menores para a população. "Isso ajuda a reduzir o curso de produção e melhora a competitividade da produção", diz ela, ao acrescentar que este é apenas um dos elementos. Outro deles seria um estudo maior das áreas de risco das cidades e a solução para casos como a melhoria dos serviços na área de drenagem. "A solução para a macrodrenagem não está no município. As cheias afetam o município, mas a causa está fora e esse serviço deve ser feito dentro de uma perspectiva metropolitana". Outros projetos como a criação de aterro consorciado, a implementação do Geopark Araripe estão dentro do contexto de desenvolvimento regional, com abrangência nas cidades da RMC. Para o economista Alexandre Weber, o poder público e a população devem aproveitar os potenciais produtivos e mão-de-obra qualificada. Esse envolvimento servirá para avançar no contexto de RM.

MAIS INFORMAÇÕES:
Secretaria das Cidades
Centro Administrativo do Governo Virgílio Távora, Ed. Seplan, Fortaleza
(88) 3101.4458

Elizângela Santos
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Blog do Crato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.