24 abril 2010

RÁDIO ARARIPE A Escolinha do Rádio Caririense


Vivi a minha infância e parte da minha adolescência no bairro Alto da Penha. Ali, por iniciativa da minha querida mãe, que sempre sintonizava a sua frequência: ZHY 20, Rádio Araripe do Crato, a voz do Cariri, comecei a gostar, a ouvir, a amar a Pioineira. Pela manhã o matutino “Pré-9”, retransmitindo da Ceará Rádio Clube. Lobo em seguida: “Sertão comé que é” na apresentação do mestre Elói. Meio dia: “Festa em seu lar”, onde eram destacadas as notas sociais e a crônica da cidade, sempre escrita pela inteligência e capacidade cultural invejável de João Lindemberg de Aquino. No início da tarde “Cartas dos ouvintes”, na apresentação de Heron Aquino. No final da tarde “Rítmos do Nordeste”, com a comunicação de Zé Moreira. Essa é uma síntese de um período de atuação daquela emissora, isso no final dos anos 60 e início dos anos 70. Lembro-me das transmissões esportivas, tendo como narrador o meu estimado tio Aderbal Carvalho, nos comentários: Elói Teles, o “comentarista que o Cariri consagrou”. Por falar em transmissão esportiva, lembrei-me do programa “Rádio Esportes Araripe”, sempre no horário de 18:30 horas, com a equipe da pioneira, programa este que ainda cheguei a apresentar nos anos 80. A medida que vou escrevendo vou recordando fatos, curiosidades, notícias da pioneira. Outro programa que marcou minha infância foi “Bazar de Músicas”, que tinha como slogan: “uma festa em cada lar caririense”, na apresentação de Zé Moreira. “Sucessos que marcaram época” na inconfundível comunicação de Campos Júnior. Alguns dos inúmeros profissionais que ali trabalham e que procurarei citá-los são: Ruy Lemos, Paulo Penha, Francisco José, Roberto Silva, José David Gadelha (Dezim), Cirilo Cardoso, Ancelmo Calábria, J. Alcides, Gilberto Pinheiro, Elói Teles, Rajane Limaverde, Lucion Oliveira, Campos Júnior, Roberto Pontes, Lulu Santos, Bandeira de Alencar, Francisco Alexandre, Carlos Alberto Miranda, Barbosa Santos... são esses alguns radialistas “de peso” que me lembro ter ouvido no famoso e carismático microfone da sempre ZYH 20.
A minha ligação com a Rádio Araripe não é só como ouvinte, pelo contrário, é também, familiar. Meus tios Osvaldo Alves, Aderbal Carvalho, Almério Carvalho por ali passaram deixando a presença da família Carvalho e Alves de Sousa na história da pioneira. Por falar em família Carvalho, quem não lembra “Espinhos e Rosas” com Juca e Jeremias, onde meu tio Aderbal fazia o papel de Jeremias?. Alguns nomes talvez tenha eu esquecido de citá-los, por esquecimento no momento. Quero, assim, a todos e todas que trabalharam na pioneira, não só na locução, mas em qualquer outra função, homenagear nosso pequeno artigo que ora escrevo. Lembrei-me do amigo Wilson Rodrigues, do estimado e sempre companheiro MAZINHO, pessoa pela qual tenho a maior admiração e estima. Meu amor à Rádio Araripe é grande. Demonstrando afeto à antiga emissora associada é a aquisição de minha parte (compra dos discos vinil) de todas as características daquela que amei na infância, adolescência e que tenho o mesmo carinho hoje. Todas essas características, que estão gravadas em disco vinil, transportei para CD, num total de 50 faixas, inclusive com a abertura e encerramento da programação da sempre querida, admirada e estimada ZYH 20 – Rádio Araripe do Crato, a voz do Cariri. A escolinha da Rádio Caririense.

Crato/CE Jorge Carvalho - Professor

5 comentários:

  1. Meu caro Jorge, tive o prazer de conversar com o locutor Lulu Santos em Barbalha no início do ano. E com ele relembramos da querida rádio Araripe do Crato.
    Belo texto e grandiosa homenagem ao rádio caririense.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Jorjão,meu professor de todos os tempos!Parabéns pelo excelente texto!
    Fabiana Gomes Vieira

    ResponderExcluir
  3. Caro amigo Jorge.
    Sensacional
    Devido seu texto voltei no tempo maravilhoso e recordei-me de antes de sair de casa para as aulas no Diocesano sempre ouvi seu Eloi.
    Parabéns pela maravilhosoa homenagem a todos os profissionais memoraveiS daquela nossa época.
    Aproveitando mantenha contato:
    psicocesarmousinho@hotmail.com
    Abraços Fraternos.
    César Mousinho SP/SP.

    ResponderExcluir
  4. professor jorge. o senhor nem imagina o tamanho da felicidade q me fez sentir, quando fez alusao, ou seria aluzao? ao meu nome, qdo falou de seus primordios no meu saudoso CAriri. DEPOIS DE TANTAS DEZENAS DE ANOS AQUI ESTOU LENDO SEU TEXTO, AI QUE SAUDADE! ainda continuo amando esta terra q me deu tanto!!! se quizer me dar mais uma alegria meu email e rui_lemos2010@.com repito q SAUDADE.

    ResponderExcluir
  5. Amigo Jorge, estou feliz e até emocionado, em ver o meu nome, no rol dos elogiados por sua honrosa pessoa.O texto, está excepcional.
    Nunca imaginei que depois de 30 anos, eu, seria citado com tanto explendor. Estou, em Cuiabá, Mato Grosso, com o mesmo vozeirão e sempre empolgado com o rádio que na verdade, é uma "cachaça". Depois do que li, fico oxigenado para prosseguir, no meu "ofício".

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.