06 abril 2010

População reage: Cidadão mata Bandido a Pedradas ! - Hoje no DN


Mais um cidadão reage e mata o assaltante. Jornal Diário do Nordeste

Fortaleza. José Cleilson se apresentou à Polícia Civil depois do crime. "Um deles roubou minha bicicleta e eu consegui segurar o outro. Ficamos lutando e peguei a pedra. Me defendi", desabafou RODRIGO CARVALHO. Desta vez, um jovem operário trava luta corporal com o bandido que roubara sua bicicleta e o mata a pedradas.

A história se repetiu. Em menos de uma semana mais um cidadão fortalezense é assaltado, reage contra a ação dos delinquentes e mata um deles. O fato aconteceu na madrugada de ontem, no bairro Luciano Cavalcante, em Fortaleza. O ajudante de pedreiro José Cleilson de Sousa Martins, 21, que teve sua bicicleta roubada por dois homens quando foi violentamente atacado na companhia de sua namorada, conseguiu dominar um dos bandidos no momento da abordagem e o matou.

"Entrei em luta corporal com ele e, para me defender, usei uma pedra que estava ao meu alcance, na calçada", contou. Cleilson tinha ido até a pracinha do bairro Luciano Cavalcante com a namorada e percebeu que dois homens o observavam enquanto bebia com a jovem. "Eles estavam de olho na bicicleta. Por isso nos apressamos em ir embora do local", contou, em entrevista ao jornal, ontem pela manhã, no 13º DP (Cidade dos Funcionários). Quase na chegada em casa, o ajudante de pedreiro foi atacado pelos bandidos. "Eles nos empurraram da bicicleta, minha namorada caiu. Um deles pegou a bicicleta e eu conseguiu segurar o outro. Ficamos lutando e peguei a pedra, que usei para me defender dele", contou. Quando percebeu que o assaltante estava desacordado, Cleilson procurou pelo outro. "Ele tinha fugido com minha bicicleta. Fui atrás. Aquele (a bicicleta) é meu único bem, é o meu meio de transporte, trabalho desde os 16 anos para ter minhas coisas", disse.

O ajudante de pedreiro conseguiu alcançar o outro bandido, mas este já estava em companhia de outros dois, em duas mobiletes. "Eles estavam armados de revólveres. Eu pensei que ia morrer. Fiz a única coisa que pude: corri", contou. Logo em seguida, foi o próprio Cleilson quem procurou uma viatura do Ronda do Quarteirão para contar o que havia acontecido. "Me apresentei", disse.

Inquérito

O operário se dirigiu ao 13º DP, onde foi ouvido pelo delegado Antunes Teixeira, e liberado, em seguida. "Será instaurado um procedimento para apurar o crime de assalto em que houve reação por parte da vítima e que culminou na morte do assaltante", explicou o delegado. O morto foi identificado como Elissandro Ribeiro Alves, 33.

Outro

Na quinta-feira passada (1º), outro caso muito semelhante ocorreu no bairro José Bonifácio. Publicada sob o título "Vítima persegue e mata bandido", a matéria teve ampla repercussão. Depois de ter seu carro roubado, Jairton Santiago Oliveira contou com a ajuda de João Martins Lima Neto, funcionário de uma loja próxima para perseguir o assaltante. João lutou com o assaltante, tomou seu revólver e o matou. Mas acabou preso por PMs.

Criminalidade

451 homicídios já foram registrados na Grande Fortaleza este ano. O jornal tem feito o acompanhamento dos casos de assassinatos, confirmando a crescente onda de violência

NATHÁLIA LOBO
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.