24 abril 2010

Governador Cid Gomes concede Entrevista EXCLUSIVA ao BLOG DO CRATO


Cid Gomes no Blog do Crato


Dihelson Mendonça entrevista com exclusividade o governador do Ceará, Cid Gomes, que dentre outras coisas, aborda o poder da educação como fórmula eficaz para garantir o desenvolvimento dos povos.


Na noite da última sexta-feira, dia 23 de Abril, o governador Cid Ferreira Gomes esteve na cidade de Crato, onde assinou a órdem de serviço para a construção de uma escola Estadual de Educação Profissional. O evento, que aconteceu no bairro São Miguel, contou com a presença de diversas autoridades, como Eunício Oliveira, Deputados José Arnon, Sineval Roque, José Guimarães, além do prefeito do Crato Samuel Araripe, do ex-prefeito de Juazeiro Manoel Salviano e do secretário da Agricultura Camilo Santana, dentre outros. Após a solenidade, o governador falou ao Blog do Crato com exclusividade:

Dihelson Mendonça: "Governador Cid Gomes, BoaNoite! Como o Sr. vê todos esses investimentos na área de educação aqui no Estado do Ceará ?"

Diferenças entre o Brasil e os Estados Unidos

Cid Gomes: "Acho que todo investimento que se puder fazer em educação, ainda será pouco. Nós temos um desafio muito grande. Pra mim, uma coisa assim que mostra isso, é a gente comparar o Brasil aos Estados Unidos. Quem já têve oportunidade de ver pela televisão, os Estados Unidos, todo mundo sabe que são o maior país do mundo, é o país mais rico do mundo, mas se a gente fizer um esforçozinho aí de voltar atrás no tempo, a gente vai ver que no Século XIX, portanto, de 1800 até o final dos anos 1800, o Brasil e os Estados Unidos eram muito parecidos. Foram descobertos na mesma época, foram povoados mais ou menos na mesma época, e é curioso...a gente se pergunta: Por quê os Estados Unidos são o que são hoje e o Brasil tem os problemas que tem ?"

Dihelson Mendonça - "Tivemos até uma época em que éramos os Estados Unidos do Brasil..."

Cid Gomes - "É. O Brasil têve isso. Exatamente. Teve esse mesmo nome. Mas realmente no passado eram muito parecidos os dois países. Em tamanho, em dificuldades e tal. Agora, no início do século passado, mil novecentos e pouco, eles lá resolveram se dedicar a solucionar dois grandes desafios. Dois grandes problemas. Um, foi o problema de saneamento básico, água e esgoto. Isso é fundamental porque tem repercussão na saúde das pessoas. Muita gente adoece porque: ou não bebe uma água de qualidade, ou tem esgoto na porta da sua casa, e isso favorece a disseminação de doenças, e eles resolveram então priorizar e solucionar o problema de água e esgoto, e de educação. Eles focaram nessas duas coisas: Saneamento e Educação. E eu, pessoalmente, acho que foi isso que fez a diferença. Por isso é que os Estados Unidos conseguiram ser o que são hoje, e a gente ainda tem uns problemas que ainda hoje nós não conseguimos resolver. Os problemas de esgotamento, de saneamento, e os problemas de educação. A gente ainda tem boa parte da nossa população que não conseguiu nem aprender a ler, quanto mais chegar a uma faculdade. Então, tem muito desafio pela frente, e repito, encerro por onde comecei: Todo investimento que se fizer em educação, será pouco, porque tem ainda muita coisa para fazer."

Dihelson Mendonça - "Qual o balanço que o Sr. faz de todos esses investimentos aqui no Ceará, a essa altura do seu mandato ?"

Parcerias

Cid Gomes - "Bom, eu tenho procurado, tanto com recursos do estado quanto com parcerias, quer seja com o governo federal, que tem sido um grande parceiro, quer seja com instituições de financiamento, inclusive internacionais, procurar viabilizar financiamentos naquelas áreas que a gente considera fundamentais: Educação, nós temos aí projetos de ampliar a oferta de ensino técnico, profissional, como o caso desta escola que nós estamos iniciando aqui no Crato hoje, e até o final do governo, se Deus quiser, serão 128, hoje já estão funcionando quase sessenta, e queremos implantar mais sessenta e oito em diversos municípios do estado do Ceará..."

Saúde

"...Quer seja na área da saúde, com a implantação desses hospitais regionais, aqui no Cariri, ali no Crajubar, naquela praça, nós estamos concluindo um hospital que vai melhorar consideravelmente o atendimento na área da saúde, na área de emergência, mas também procedimentos cirúrgicos, e mesmo em consultas ambulatoriais que ele vai ajudar também nessa área com as policlínicas, com os centros de especialidades odontológicas, foi inaugurado aqui no Crato, inaugurei um dia desses um em juazeiro, estão sendo implantadas em cada uma das microrregiões do estado do Ceará..."

Estradas e Cinturão das Águas

"...nós temos grandes necessidades de Infra-Estrutura, de estradas. No Ceará, ao longo de toda a sua história, construiu 6.000 Km de estradas; Se Deus quiser, até o fim do governo, nós vamos, entre reconstrução e implantação de novas estradas, ter 3.000 Km de estradas; Quer dizer, metade de tudo o que foi feito na História, em 4 anos. Enfim: água é sempre uma grande necessidade, estamos aí com uns projetos... em Ipaumirim ali nós temos um açude pra ser construído; Nós temos um açude também em Antonina do Norte pra ser construído, já está entrando na fase de licitação, quero ver se começo uma obra que acho que vai ser fundamental para resolver essa questão de recursos hídricos no Estado do Ceará, de oferta de água, que é o Cinturão das Águas, que vai sair lá de onde chega a transposição e vai atender também a outras regiões do estado que não são atendidas diretamente com a transposição. Vai atender Brejo Santo, Abaiara, vai atender Missão Velha, Barbalha, Juazeiro, Crato, chegando até Nova Olinda nessa primeira etapa que, repito, ( se Deus quiser), são 160Km de canal aí mais ou menos no sopé da Chapada do Araripe, que a gente quer começar a construir."

Cinturão Digital e a Impantação de Fibra Ótica no Estado

"Enfim, tem muita coisa pela frente: Cinturão Digital é outra obra que acho que vai ser marcante na história do estado; Tá em execução, nós estamos já mais ou menos com metade pronta, e eles estão avançando muito rapidamente, tem 7 frentes trabalhando, cada uma delas fazendo 10 Km de implantação de fibra ótica. Isso vai permitir que a gente amplie consideravelmente a oferta de banda larga, permitindo ter banda larga nos municípios que concentram 90 por cento da população urbana do estado do Ceará. Isso com inúmeras possibilidades de utilização. Em poder usar pra área de educação, para ensino à distância, vamos poder usar para telemedicina, a pessoa vai estar por exemplo, aqui no hospital do Cariri, um caso grave, um trauma de cérebro e não esteja lá na hora um neurocirurgião ( pode ser que não esteja lá na hora ), mas aí um outro cirurgião vai lá, ( esse centro cirúrgico está preparado pra isso ), bota a imagem do paciente, e um médico num centro mais avançado, ou em Fortaleza, ou em São Paulo, vai poder orientar o que é que tem de ser feito até que a gente consiga ter o melhor tratamento pra salvar vidas. Mas enfim, estou falando de algumas aplicações, mas muitas outras vão ser disponibilizadas. O fato de você dar aos jovens nas escolas uma internet de boa qualidade; Hoje não há biblioteca maior, não há fonte de consulta maior, uma fonte mais "amigável" para o jovem aprende, porque se interessa, porque é agradável do que internet. Isso permite que a gente abra aí muitas possibilidades para o Cearense.

Cid Gomes 01

Recuperação da estrada Crato-Farias Brito e Crato-Nova Olinda

Dihelson Mendonça - Os Caririenses pode ficar tranquilos quanto à estrada Crato-Farias Brito e Crato-Nova Olinda ?

Cid Gomes - "Sim, já estão licitadas, como foi um dinheiro que eu consegui lá no Banco Inter-Americano, eu fui lá aos Estados Unidos tentar esse recurso, e foi esse um dos compromissos que eu assumi com o povo Cearense; Foi botar os projetos debaixo do braço, e ir atrás onde eu tivesse notícia que tivesse algum dinheiro pra ver se trazia um tostãozinho aqui para o Ceará, e um exemplo deste esforço é esse financiamento de boa parte das estradas que a gente tá trazendo e outras que estão se iniciando agora. Essas duas, tanto Crato-Farias Brito, como Crato-Nova Olinda, vão ser financiadas por um Banco lá dos Estados Unidos ( Banco Inter-Americano ), e acho que nos próximos quinze ou vinte dias já deve estar começando."

Dihelson Mendonça - "Muito obrigado pela entrevista, Governador Cid Gomes, em nome do Blog do Crato."

Reportagem: Dihelson Mendonça
Fotografias: Dihelson Mendonça e Wilson Bernardo
BLOG DO CRATO - O Crato na Internet - Ano V
www.blogdocrato.com



11 comentários:

  1. Caro amigo Dihelson, parabéns pela entrevista. O governador Cid Gomes tem feito um grande governo e, com certeza, será reeleito. Vamos torcer para que seus projetos sejam viabilizados e tragam melhorias para o Ceará e, especialmente, nosso Cariri. Parabéns a vc e ao governador.

    ResponderExcluir
  2. parabens pela entrevista Dihelson, seria bom ter aproveitado a oportunidade para perguntar ao nosso governador se sera possivel a parceria do estado na recuperação da estrada de Santa Fé

    ResponderExcluir
  3. Caro Amigo Dihelson, SENSACIONAL a reportagens.
    Você que sempre elogia meus artigos, aqui vai o troco.....PARABÉNS.
    Amigo você demonstra em suas perguntas o quanto é abrangente e oportuniza o nosso Bom Governador a prestar contas do seu governo e de seus futuros projetos para o nosso glorioso Estado.
    Estou percebendo que como Jornalista você é um Excelente Psicólogo Social.
    Gostaria que os políticos não só do Crato, mas de todoo nosso Cariri, tomassem como MODELO o nosso Governandor Cid Gomes.
    João César Mousinho Queiroz
    SP/SP-24/04/10

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Dihelson Mendonça pelo ótimo trabalho (entrevista, ...) efetuado.

    Também de parabéns o ilustre Wilson Bernardo.

    Tavares

    ResponderExcluir
  5. Segundo o governador "todo investimento que se fizer em educação é pouco". Isso parece desculpa para aqueles que percebem que o estado pouco investe em educação.

    Um governador que entrou na justiça para não pagar o piso salarial dos professores, quer falar em educação como prioridade, kkkkk.

    Um governo que sempre atrasa o salário dos professores substitutos no início do ano, dando desculpas que é devido a burocracia.

    Um governo que inventou uma etapa no concurso de professores que obrigava professores se deslocarem para outras cidades e passar o fim de semana assistindo um curso de péssima qualidade e tratando muitas vezes de assuntos já abordados nos cursos de licenciatura.

    Um governo do estado que cria um programa chamado "Primeiro Aprender" para recuperar as deficiências dos alunos, com um material muito deficiente e que não surge efeitos.

    Um governo que implanta laboratórios de ciências, mas não dá a devida qualificação aos professores a fim de que os mesmos possam utilizá-lo plenamente.

    No passado foi obrigado por força de lei que todo mundo que terminasse o 2º grau tivesse um curso profissionalizante e por falta de apoio ocorreram as mais assustadoras aberrações. Pessoas constavam em seus certificados profissões que jamais tinham sido habilitados. Criar cursos técnicos requer análise de que cursos são mais viáveis ao potencial da região, invetimento em estrutura e equipamentos, contratação de corpo docente especializado, etc.

    Um governo que tem muitas obras andando a passos lentos e que só serão acelerados no ano da eleição.

    Um governo que inaugura obras sem estarem totalmente completas, veja o metrô do cariri.

    Se realmente essa eleição tiver candidato único, como muitos preveem só enaltece o ditado de que "toda unanimidade é burra".

    ResponderExcluir
  6. Faltou uma perguntinha básica: por qual razão a Região Metropolitana do Cariri resume-se a Juazeiro (já que os médios e grandes empreendimentos do Governo do Estado só lá são implantados.
    Fica prá próxima...

    ResponderExcluir
  7. Obrigado, meus amigos,

    Acho que o Blog do Crato deu um grande passo ontem, ao conseguir obter pela primeira vez uma exclusiva com o Governador Cid Gomes. Já havíamos tentado antes, mas diante da incacessibilidade de um cordão de seguranças que o protege intransigentemente, e evitam até certas fotos, acho que foi um feito notável.

    Quero agradecer ao meu amigo Wilson Bernardo pela insistência e a cobertura que ele me deu ao tertarmos entrar levando o nome do Blog do Crato. Entramos lá num espaço totalmente cercado aonde ninguém poderia entrar, como Jornalistas mesmo e fomos respeitados. Entretanto, o Governador Cid Gomes não estava concedendo entrevistas a ninguém. Mas...o que é que não se consegue quando a boa vontade e a simpatia dos presentes para conosco reina.

    Nisso, quero agradecer também ao Deputado Sineval Roque, que concedeu uma entrevista primeiro ( que irá ao ar também ), e o governador viu tratar-se de um trabalho sério, e assim, concedeu também.

    Ao José Nilton Mariano, eu compreendo a ânsia que nós temos em diversas perguntas ( e isso perguntaremos depois ), mas nesse primeiro contato, eu quis deixar o governador à vontade. Deixar ele falar, já que existia um clima ruim entre nós, desde aquele bate-boca lá na URCA, quando ele insultou o Blog, mas essa entrevista veio assim como um presente, e não quis forçar a barra, porque ele estava muito empolgado para falar nos projetos que etá fazendo no Ceará. Se não me engano, mais de 3.000 obras em andamento, com o apoio do Governo Fedeal. Ele está com a faca e o queijo na mão com o Governo Federal, isso é verdade. Está trazendo 128 escolas profissionalizantes, o que é um feito notável e altamente necessário, além de inúmeras coisas.

    Como entrevistador, eu falo pouco e improvisado, e gosto de deixar a conversa fluir para o lado que o entrevistado se ente melhor em "desabafar". Com isso, as pessoas acabam por revelar aspectos que não revelariam a outros repórteres insistentes em receber certas respostas. Geralmente eu não forço a barra se o entrevistado pensa diferente.

    O que sempre me espantou em Cid Gomes, além da sua capacidade de administração, de ver o todo, ele tem um poder de análise fantástico, ao não ver as coisas por um só aspecto, mas as consequências que isso trará se fosse de outra forma. Mas o que causa espanto e admiração em qualquer pessoa é a sua eloquência. A sua capacidade de dizer exatamente o que pensa, de forma ordenada, sem repetir sentenças, sinteticamente, como se tudo o que falasse, houvesse escrito antes. Ele não titubeia, não fica divagando um só momento, como outros políticos. Não fica remoendo um discurso e consegue em pouco tempo dizer muito. Esta arte da retórica é para mim que escrevo todo dia, um feito invejável, de falar de improviso sem estar escrito, num português corretíssimo, sem ser lacônico.

    Ou seja, é um prazer entrevistar quem realmente sabe se expressar. Nem precisamos perguntar muito, porque as respostas para as outras coisas já vem naturalmente. E se vocês observarem bem, ele fala da forma mais simples, para que todos possam entender, e evita ao máximo dizer uma sigla. Ele não dis BIRD, ele diz "Um banco americano", ou "Banco Inter-Americano"... coisas que facilitam a compreensão or parte das pessoas.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  8. Amigos,

    Haviam muitas perguntas a serem feitas, eu sei que vocês estavam loucos pra perguntarem se ele irá reconstruir a estrada Crato-Santa Fé, e lá no palanque isso foi pedido bastante ( só pode ser pedido mesmo, porque a estrada é municipal, e a prefeitura não tem 4 milhões para sua reconstrução ), então, tem que vir do Estado.

    Mas essa coisa de entrevista, de intimidade com o entrevistado vem muito da pavimentação do relacionamento.

    Por exemplo, em 2006, o Samuel Araripe me era um completo estranho. Eu o achava uma pessoa fechada, inacessível, que só dava entrevista a alguns. Essa impressão mudou totalmente depois que eu fiz a primeira entrevista: Pelo contrário, ele se mostrou uma das pessoas mais acessíveis que um homem público pode ser, não se esconde, está sempre disposto a falar tudo, e é sempre gentil no trato com as pessoas. Quando foi selada a amizade, eu vi que tudo aquilo que eu pensava sobre ele era um grande equívoco. Muita gente só o acha inacessível por não ter tido ainda a primeira conversa entre 2 pessoas civilizadas.

    Da mesma forma aconteceu com o Dep. Sineval Roque. Eu o achava fechado. Mas depois da primeira entrevista, vi que é uma excelente pessoa, e um tanto tímido. De certo modo, eu percebo o seu esforço em vencer essa timidez e tentar sintetizar claramente o pensamento. A partir daí o seu tratamento para comigo tem sido excelente.

    Da mesma forma com o Deputado Ely Aguiar. Ely já sempre foi mais acessível. A pessoa que não conseguir falar com o Ely, é porque não tem boca. Ely é muito acessível. Como homem de imprensa, Ely Aguiar sabe do poder da comunicação e da propagação da informação para com o povo e a repercussão de cada coisa que ele diz. É um sujeito muito precavido com o que fala.

    Já o Ex-Governador Lúcio Alcântara é a pessoa que deixa o repórter sentir-se em casa. Ele gosta de fazer brincadeiras para criar um clima bom na entrevista, pois tem um notável poder de avaliar o lado psicológico do entrevistador. É raro isso. Geralmente o entrevistado não se importa com o entrevistador, mas o Lúcio responde de acordo com o entrevistador, facilitando a vida desde último.

    Outra pessoa que se mostrou muito amistosa recentemente foi o Deputado Vasques Landim. Quem o vê, pensa ser um homem austero ( e é nos seus propósitos ), mas ao conhecê-lo melhor, reconhece-se a extrema educação, o tratamento e a importância que ele dá à imprensa.

    Não estou discutindo aqui os méritos desse ou daquela pessoa pública, mas quero dizer, afinal, que olhando para a diversidade das cabeças, digo que muitas vezes a gente tem uma concepção errônea sobre a personalidade de alguém, mas é apenas uma avaliação superficial, e que muitas dessas podem se desfazer, após selar-se uma amizade.

    Nem sempre temos o prazer de termos personalidades magnéticas ao nosso redor, como a incrível Mônica Araripe, ou o Dr. Marcos Cunha que de longe parecem irradiar alegria e felicidade, mas não devemos prejulgar as pessoas até termos um contato mais aprofundado.

    Sinto que as entrevistas são uma espécie de aula de psicologia e de conhecimento das diversas ideologias profundamente contrárias ao próprio entrevistador. E isso só nos faz crescer interiormente. Tentar compreender as pessoas e as suas razões.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  9. Parabéns Dihelson pela bela entrevista, e pela honestidade em relatar as mais de 3 000 obras que estão sendo realizadas no Ceará, com o apoio do Governo Federal.
    Em outra entrevista o Governador prometeu para dezembro, a inauguração da estrada que liga Juazeiro a Mangabeiras.
    Confesso que já estou me coçando para ver essa nova ligação que vai dar ao Cariri além de uma nova opção no sentido Capital, também uma alavancada no turismo regional.
    Numa hora em que as portas se abrem
    para o diálogo em função dos interesses eleitorais, bem que poderiam sugerir a complementação da estrada do Arajara/Colégio Agricola " pelo Grangeiro" /Santa Fé/Nova Olinda, dando um passo importante nesse roteiro turístico.

    ResponderExcluir
  10. Obs.: E Nova Olinda/Altaneira/Farias Brito.
    Aí seria um Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  11. Elmano, amigo, muito obrigado pelas considerações também, mas por outro lado, nossa função é revelar os fatos. O governador CID GOMES tem mesmo inúmeras obras em andamento, agora precisa ver que tipo de estrada ele pretende fazer entre Crato e Farias Brito, por exemplo, porque essa estrada, assim como a estrada Farias Brito Várzea Alegre já foram feitas há pouco tempo, e muita gente diz que essas estradas são feitas com material que dura pouco. Veja o problema aí de Crato-Farias Brito.

    Seria necessário ter mais cuidado com a execução dos projetos, nao só quantidade, mas qualidade também importa e muito!

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.