26 fevereiro 2010

Transnordestina terá ponte com 47m de altura em Jati - Reportagem: Antonio Vicelmo


Um guindaste foi instalado no leito do Rio Jardim para possibilitar o transporte de material para construção da ponte. A construção da Ferrovia Transnordestina prossegue no Cariri. O projeto prevê ponte e túnel no percurso. Jati. Uma ponte com 47 metros de altura e 167 metros de comprimento está sendo construída sobre o Rio Jardim, na Fazenda Carnaúba, neste município. De acordo com os técnicos que trabalham na obra, é a mais importante obra d´arte que está sendo executada no trecho cearense, entre Missão Velha e Salgueiro, da Ferrovia Transnordestina, que vai ligar os portos de Pecém, no Ceará, e o de Suape, em Pernambuco, à cidade de Eliseu Martins, no Piauí.

Para execução dos trabalhos de construção da ponte, foi instalado no leito do Rio Jardim uma grua, ou guindaste, com 54 metros de altura que possibilitará o transporte de material destinado à construção dos sete pilares de sustentação. A ponte está sendo erguida entre dois morros, o que dificulta a descida de máquinas. De acordo com os técnicos, se as chuvas não atrapalharem, o obra será concluída em seis meses.

Túnel

Outra obra d´arte que faz parte do projeto no trecho cearense é o túnel que está sendo aberto por baixo da CE-293, que liga Missão Velha à BR-116, na localidade denominada de "Café da Linha". O túnel, com 68 metros, sai do município de Abaiara para Milagres, que são divididos pela rodovia. A abertura está sendo feita com explosivos. A cada explosão, são abertos três metros. Em seguida, é construída a estrutura de sustentação com cimento, ferro, concreto e fibra. Até agora, foram abertos 40 metros. A previsão, segundo os trabalhadores da EIT, é de que a obra seja concluída em dois meses. São abertos apenas três metros por dia. Outro túnel pequeno será aberto por baixo da rodovia que liga Porteiras à Brejo Santo, na altura do Sítio Moquém. O empreendimento, que enfrentou dificuldades com as licenças ambientais e as desapropriações, terá a extensão de 1.730 quilômetros e ligará os Estados do Ceará, de Pernambuco e do Piauí. De acordo com o projeto, deverá custar em torno de R$ 5,4 bilhões. A ferrovia fará a ligação dos centros de produção de grãos, gesso, avicultura e agricultura irrigada do semiárido nordestino, aos portos de Suape (PE) e Pecém (CE). A partir do segundo semestre deste ano, a perspectiva é de que as obras ganhem ações em todos os trechos e por conta disso deverão ser criados até sete mil empregos diretos.

O projeto envolve a construção de 680 quilômetros de novos segmentos, 600 quilômetros de reconstrução com alargamento de bitola e 500 quilômetros de recuperação, restauração e implantação de bitola mista (três trilhos).

Plano de Revitalização

A Transnordestina faz parte do Plano de Revitalização de Ferrovias, lançado pelo presidente Lula. Serão 1.860 quilômetros de extensão, sendo 905 de novas linhas. A previsão é de que a obra seja concluída em três anos. Terá capacidade de transportar 30 milhões de toneladas de carga por ano, de produtos como soja, biodiesel, frutas, álcool e minérios. O objetivo da criação desta ferrovia é elevar a competitividade da produção agrícola e mineral da região, com uma moderna logística que une uma ferrovia de alto desempenho, a portos de calado profundo que podem receber navios de grande porte.


DIMENSÃO

167m de comprimento mede a ponte sobre o Rio Jardim, na Fazenda Carnaúba, município de Jati, que integra parte da Ferrovia Transnordestina no Estado do Ceará

MAIS INFORMAÇÕES

Empresa Industrial Técnica (EIT), escritório em Fortaleza
(85) 3924.8719
(85) 3081.5250

ANTÔNIO VICELMO
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaborador do Blog do Crato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.