01 fevereiro 2010

FMI propõe fundo de US$ 100 bilhões para combater aquecimento global



Davos (Suíça) - A elite financeira reunida no Fórum Econômico Mundial – que terminou hoje (31) em Davos, na Suíça – mostrou que também está preocupada com os efeitos do aquecimento global. O diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, aproveitou o fórum para anunciar que pretende criar um Fundo Verde com a finalidade de ajudar os países em desenvolvimento no combate aos efeitos do aquecimento global. Segundo Strauss-Kahn, o fundo terá US$ 100 bilhões por ano. O FMI promete divulgar mais detalhes sobre o fundo em alguns dias.

Além disso, para evitar a circulação de carros particulares e táxis, poluindo a cidade, uma frota de vans transportou participantes e jornalistas entre os lugares dos encontros do fórum durante os cinco dias de discussões. Os carros têm colados nas laterais adesivos com a inscrição “Green” (que significa verde em inglês) e, segundo os organizadores, foram escolhidos por emitirem uma quantidade de gás carbônico (CO2) menor do que os carros similares da categoria.

Gislene Nogueira Enviada Especial da EBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.