15 fevereiro 2010

DIA 13 SÁBADO DE CARNAVAL:Chapada Viva do Araripe-Por Wilson Bernardo.

Com Promoção do Governo Municipal(PMC) , Sec.de CULTURA E NUFESPE, o Crato realizou o primeiro Carnaval Eco cultural em plena Chapada do Araripe,evento de natureza turistico,cultural e ecológico,realizado no período carnavalesco,com atividades diversificadas,trazendo uma alternativa inteligente de iteração entre o homem e a natureza,proporcionando assim,um momento de bem-estar e descobertas para turistas e caririenses,durante dois dias de carnavais tivemos atividades como,Trilhas Ecológicas,Montain Bike,Meditação,passeio ciclistico,reflorestamento,corrida de pedestre, e tantas outras manifestações de um Carnaval,que só não vai o ano que vem quem já morreu...E morrer sem nunca ter,vivenciado se quer uma única vez os encantos da chapada,a vida não valeu a pena,é como se os deuses se reunissem em pleno cariri,cercado de suas místicas lendas,seus sabores afrodisíacos,a doce manhã chovida de relvas e uma única certeza,escrever um poema,pintar uma obra de arte é bem mais inferior do que simplesmente o silêncio da infinitude da Chapada do Araripe,e a pedra da Batateira será para sempre a magnitude de quem aqui em Crato chega,bebe de sua água e se faz aqui seu Umbigo de nascença.

A CHAPADA DO ARARIPE É UM ENCONTRO COM deus...
Chegando no portal da trilha

Para começarmos a meditar sobre o sentido da vida
Relaxamento para sete quilómetros de pura satisfação de estarmos VIVOS
Ao fundo no profundo das rochas o inicio de uma origem mística...Chapada
No fruto da pedra o testemunho de que o divino é concretude(Pico do Serrano)
Refletir sempre que estamos aos Pés de um santuário milenar a nos servir
Ser pequeno é engrandecer a alma e refletir a importância do infinito
A trilha,cheia de surpresas e misticismo...
Uma parada para estudos e a importância das águas
Caminhos em que insetos e espécies é bem mais superior ao infecto ide seres DESumanos
Café natural em plena Chapada e uma degustação consumida de purificações
Mãos remanescentes de velhas comunidades tribais KARIRIs
Pico da Coruja e muito mistério
Flores nativas e sugestivas na sua sexualidade
Moscas nativas e depositarias de fazeres fezes indiginas
Trilhas seguidas de encantos e plenitude silvestres
Flores e supremacia
Ao final das atividades da manhã o almoço esperado com um Menu sugestivo,Baião de dois com queijo,Piquizada e paçoca ao sabor de rapadura.
Wilson Bernardo(Texto & Fotografia)
Obs:O Domingo de Carnaval Na Floresta em futuras postagens.

10 comentários:

  1. Wilson, parabéns pelas fotos.

    Estão belíssimas.

    Eu bem que deveria ter ido pra essa aventura.

    :(

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Wilson,

    Maravilhosas. E a reportagem então, valeu a pena ter ido lá...

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  3. Vem cá. quer dizer que o carnaval do crato é só isso aí? mas mountain bike, trilhas isso já tem o ano todo mesmo

    Simone Oliveira

    ResponderExcluir
  4. Só isso mesmo, Simone. O Carnaval do Crato acabou faz tempo.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Feliz de uma cidade com tanta beleza natural.

    Parabéns cratenses.

    Camareada Wilson pense numa postagem porreta e boa igual a feijão com pequi.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Beto,

    Tanta beleza natural que infelizmente não é aproveitada para a Indústria do Turismo. Isso aqui poderia ser a maior indústria, a maior fonte de renda do nosso município. Se fosse em Juazeiro, eu tenho certeza que vocês aí já teriam aproveitado toda essa beleza natural e atraído o turismo, porque "Juazeiro não dorme no ponto". A César o que é de César! Investir é preciso!

    Abraços, meu amigo!

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.