24 fevereiro 2010

ASSOCIAÇÃO CEARENSE DE FORRÓ - Por: Kaika Luiz


Ontem estive na reunião da ASF - ASSOCIAÇÃO CEARENSE DE FORRÓ, uma entidade que funciona em Fortaleza há pelo menos três anos. O local do encontro foi no KUKUKAYA, casa de shows já tradicional na capital cearense em apresentações de grupos e músicos do verdadeiro forró. Uma das melhores características da ASF é sem dúvida a valorização do autêntico ritmo nordestino que anda meio que deturpado, diante da proliferação de bandas e de músicas que só denigrem a imagem do povo cearense, com letras que incitam ao sexo, drogas, alcoolismo, violência, baixaria e desvalorização da mulher. O que a associação pretende é tão somente valorizar os músicos que dela participam, dando-lhes apoio e procurando divulgar os seus trabalhos de forma cooperativa e mostrando a qualidade de suas composições, sem a necessidade de requisitos totalmente fora do contexto do forró.

Estive lá a convite do artista NEO PI NEO, que é um dos diretores da ACF. Mas essa não é a primeira vez que estive por lá. Antes, participei das reuniões iniciais, no mesmo KUKUKAYA, sob a direção do Valtinho, que é o seu Presidente, e na ocasião estava lá o sanfoneiro SANTANA, de Juazeiro do Norte, que já participa de uma associação com as mesmas características na cidade de Recife.

Na reunião de ontem, uma ótima coincidência aconteceu. O encontro com João do Crato, que estava conhecendo a ASF e que, junto comigo, se prontificou em dar impulso a uma interiorização da associação através do Cariri. Então marcamos uma reunião para o Crato para a próxima semana, segunda ou terça-feira (mandaremos os convites para os interessados), com a presença de boa parte da diretoria da associação de Fortaleza. No momento, confirmaram as presenças: Valtinho (Presidente da ACF), Neo Pi Neo (Diretor) e outros integrantes da diretoria e sócios. Então desde já fiquem atentos, pois estaremos provocando esse encontro no nosso Cariri, para o lançamento da ACF-CARIRI, com o mesmo sentido que existe a associação em Fortaleza, ou seja, a valorização do verdadeiro forró, do qual temos orgulho de conhecer e de ser um dos ritmos que nos identifica.

Por: Kaika Luiz

6 comentários:

  1. Temos que ressaltar a luta hercúlea que a Associação trava para manter as tradições de nosso verdadeiro ritmo nordestino, tão "aviltado" pelo extremo mal gosto que acabou invadindo as nossas vidas.

    Parabéns a Kaika e João do Crato por nos trazerem esta iniciativa, penso que aqui no Cariri a iniciativa tem tudo para se fortalecer.

    Abraços, contem com o Cariri Cangaço.

    Manoel Severo

    ResponderExcluir
  2. Maravilha amigo guerreiro Severo!
    É sempre assim: a gente que luta por causa justa recebe logo acenos de pessoas especiais. É da maior importância o seu apoio particular, do Cariri Cangaço e da sua Daniele, a quem vou procurar amanhã a esse respeito.
    Aquele abraço especial, sucesso sempre.

    ResponderExcluir
  3. Que bom, Kaika!

    oi muito feliz a sua postagem. Estive com o Neo Pi Neo há poucos dias aqui em Crato e ele ficou de me passar maiores informações.

    É importante que a sociedade se mobilize para resgatarmos o verdadeiro Forró. Impedir que a mais autêntica manifestação musical do povo nordestino fique sob os escombros dessa esculhambação que as estações de Rádio estão mostrando diariamente, que nem é Forró e nem é Nada!

    Se não tivermos cuidado, daqui a uns dias, nem o Rei Luiz Gonzaga será lembrado pelas novas gerações, porque foi exatamente assim que cairam no esquecimento outros tantos como Noel Rosa, Pixinguinha, Chico Buarque, Tom Jobim que quase ninguém conhece mais por aqui porque?

    Porque não toca em lugar nenhum. E o que não toca em lugar nenhum, o povo não pode conhecer.

    Tanto é importante o trabalho do Severo no Cangaço quanto essa frente que se forma em defesa do Autêntico Forró.O Severo está lutando como um verdadeiro soldado pela preservação de um aspecto importante da história nordestina também.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  4. Kaika
    Muito importante esse movimento, que vem tomando forma pelo Brasil inteiro.
    Daqui estamos tentando conseguir apoio, para a realização nos moldes do Festival de Itaunas, o nosso festival "No Balanço das Águas" na região do Cariri, honrando a ligação que que marcou a vida, de Luiz Gonzaga com as nossas raízes.

    Veja no youtube Marcos Farias e Sheilami, no Dia Internacional do Forró, prestando uma linda homenagem ao nosso Cariri.
    A Latada do Cariri está sempre promovendo encontros, tentando fazer o resgate de todos os movimentos que dão sustentação à preservação de nossos valores culturais.
    Pessoas como Você, Manoel Severo, Xico Bezerra,Cacá Araujo, Paulo Vanderlei e tantos outros, nos ajudam a manter acesa a chama da tradição nordestina, dentro da alma.

    ResponderExcluir
  5. Querido amigo Kaika; e Elmano, esta frente que se abre com certeza precisa ser fortalecida, precisamos construir estratégias inteligentes para a difusão ainda mais forte da verdadeira música de nosso sertão. Elmano, esta iniciativa do Balanço das Águas, que eu não conhecia, é muito feliz. Parabéns.

    Estimado Dihelson, vc como timoneiro de todos nós é que é um verdadeiro soldado, parabéns pela perseverança.

    Abraços,

    Manoel Severo.

    ResponderExcluir
  6. É isso amigos, a reunião aconteceu ontem com a pouca mas significativa presença de alguns artistas do Cariri. Sabemos que, ante a urgência do convite, não foi possível a participação de alguns artistas, porém já marcamos outro encontro para o dia 10 de março, próxima quarta-feira no mesmo local onde renovo o convite e contando com a ajuda de todos em divulgar para que alcancemos maior expressividade na reunião.
    Obrigado pela força de todos.
    Sucesso sempre.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.