23 janeiro 2010

Tragédia de Angra pode repetir-se em Guaramiranga - Por: Egídio Serpa


Pela ausência dos Governos e também por vários outros motivos, incluindo a corrupção, o que se passou no litoral Sul do Rio de Janeiro e ainda se passa na capital e em cidades do interior de São Paulo, deve servir de alerta às autoridades cearenses. Se a estação de chuvas deste 2010 for intensa aqui no Ceará, há a possibilidade de que se repitam na serra de Baturité, principalmente na sede municipal da pequena Guaramiranga, a tragédia de Angra dos Reis e da Ilha Grande. Se alguém duvida, suba aquela montanha e testemunhe o que nela se faz. E o que lá se faz é o mesmo que se fez no Sudeste: derruba-se a mata, desnuda-se a encosta, aplaina-se o terreno e constrói-se a boa casa de alvenaria, com jardim e piscina. A qualquer momento, a natureza encharcada, deslizando de cima para baixo, sem aviso prévio, vai querer de volta o que lhe foi tomado. Aqui mesmo em Fortaleza, na beira dos rios Maranguapinho e Cocó, onde o Poder Público só agora começa a agir, centenas de casebres habitados por famílias paupérrimas e construídos à revelia da Lei, compõem a crônica de uma tragédia anunciada. O Ibama, a Semace, a Defesa Civil, a Polícia e as respectivas prefeituras municipais serão responsabilizados pelo que, por causa das chuvas, vier a ocorrer nos municípios da Serra de Baturité e nas margens dos rios de Fortaleza, cujas áreas foram e permanecem ainda irregularmente ocupadas.

Por: Egídio Serpa - Via Fábio Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.