18 dezembro 2009

Sobre um tal Comentário do Professor Armando Rafael sobre um Professor Deficiente


Assunto Importante:

Recado anônimo pede informações sobre o Prof. Armando Rafael

Olá, Pessoal,

Recebemos nesta tarde, um recado SUI GENERIS deixado na Secretária Eletrônica sem qualquer Identificação da pessoa, sem número telefônico para retorno, e sem dizer qual o assunto de que trata. No recado, a pessoa apenas diz querer saber como poderia ter acesso a um comentário escrito pelo Professor Armando Rafael sobre um "professor deficiente físico", mas não nos provê qualquer meio para que possamos entrar em contato, nem o próprio nome do interessado. Quero deixar registrado tal procedimento.

Quero dizer para esta pessoa sem identificação, que nosso espaço possui regras. Tudo o que se escreve aqui no Blog é da responsabilidade de quem escreve. Logo na entrada do Blog existe uma advertência bastante notória de que o Blog, a estrutura, se exime de quaisquer responsabilidades ( inclusive judiciais ) por qualquer coisa que venha a ser postada no Blog, em razão de que cerca de 80 escritores ( Incluindo o professor Armando Rafael ) possui senha de postagem própria, passe de livre expressão do pensamento, e PODE a qualquer momento, escrever o seu pensamento e as suas idéias, seja ele na forma de artigo ou de comentário. Se o Professor Armando escreveu algo que tenha ferido alguém, certamente ele é quem responderá por isso. Basta procurá-lo.

O que acho estranho é alguém ligar para o meu telefone fixo, deixar recado, não se identificar, e não fornecer nenhum telefone de retorno... Como é que eu poderei fornecer uma cópia do referido comentário, sem ter qualquer tipo de contato ? Então, peço a essa pessoa que ligou anonimamente, que ligue novamente, e forneça todos os meios para podermos entrar em contato a fim de conversarmos sobre esse assunto em particular, e tentar encontrar a melhor solução para o problema.

Eis o recado deixado na Secretária eletrônica, totalmente anônimo. Para evitar ouvir 2 sons ao mesmo tempo, solicito pausar antes o player da Rádio Chapada do Araripe, na entrada do Blog:



Por outro lado, verificando aqui os comentários que são escritos no Blog do Crato, encontrei a que se refere a consulta. Trata-se de um tópico sobre o Geopark Araripe postado pelo Professor José Sales, intitulado:

Novas candidaturas brasileiras ao Programa Geopark UNESCO

Que pode ser acessado no link abaixo:

http://blogdocrato.blogspot.com/2009/12/novas-candidaturas-brasileiras-ao.html

O comentário a que a pessoa se refere, foi postado pelo Professor Armando, no dia 11 de Dezembro. É bom que se leia em que contexto é que o comentário apareceu:

"11 de Dezembro - Armando Rafael deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Novas candidaturas brasileiras ao Programa Geopark...":

Caro José Sales:

Conversava há pouco com influente político e ele me confidenciou que foi o André Herzog quem organizou esse encontro e quem fez a lista de convidados já que conhecia as pessoas que ontem estiveramn aqui. Em reconhecimento ao trabalho foi desconvidado para o encontro. O mesmo político disse-me que sentiu uma grande inveja que algumas pessoas sentem do Herzog, e quem não perdem ocasião para criticar como aconteceu ontem quando um deles - por sinal deficiente físico - fez críticas ao trabalho do ex-reitor...

Postado por Armando Rafael no blog Blog do Crato - O Crato na Internet ! em 10:52 AM "


Atenciosamente,
Dihelson Mendonça

Administrador do Blog do Crato. ( postado às 15:52 )

12 comentários:

  1. E ai Dihelson o que há demais neste comentário.Nada que descrimine este professor, apenas um referencial para identifica-lo. Agora tenha dó, perder sseu valioso tempo com algúem, sem identificaçao. Vamos ter santa paciencia.
    Abraços.
    Jair Rolim
    P.S. A conta bb ainda nao saiu????

    ResponderExcluir
  2. Meu Caro Jair,

    Concordo contigo. Na minha visão, no comentário escrito pelo Professor Armando, não há absolutamente NADA que desabone o caráter de qualquer pessoa. Aliás, nem é do feitio do Prof. Armando tais práticas.

    Em todo caso, aqui no Crato, há pessoas muito problemáticas, que estão sempre atrás de confusão com a comunidade, e não precisam de pavio para incendiar um quarteirão inteiro.

    Por isso mesmo, expus logo todo o contexto para quem quiser tomar conhecimento TOTAL do ocorrido, e finalizarmos com qualquer especulação. O comentário está aí para quem quiser ler, não há um pingo de maldade, mas o Armando deve se dispor no que for necessário para maiores esclarecimentos.

    Mudando de assunto:

    Sobre a conta no BB eu já consegui abrir uma. Vou te passar via e-mail. É que faz poucos dias, e eu preciso saber se ela está mesmo ativa, pois eu não recebi nem o cartão de saque.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  3. O anonimato é o esconderijo dos covardes. O pior covarde é aquele que se esconde no anonimato.

    Peço licença ao Dihelson Mendonça e reproduzo uma parte de um comentário escrito por ele em 20 de novembro de 2007 – há mais de dois anos – no blog Cariricult, pois faço minhas as palavras dele:

    “Quem é verdadeiro não precisa ser anônimo. Quem tem coragem de olhar olho no olho e tem luz própria não precisa do anonimato. Somente as larvas pusilânimes mais primitivas e fracas podem valer-se do anonimato para atacar os outros, porque não têm caráter e coragem para assumir aquilo que são”.

    No caso em tela, um pusilânime vale-se do anonimato para tentar intimidar as pessoas que têm coragem de assumir pensamentos e idéias.

    Identifique-se, pois nunca perdi (e não é agora que vou perder) tempo com os anônimos

    ResponderExcluir
  4. Caro Armando conhecendo sua pessoa e sua história, pautada na correção, integridade, honestidade e simplicidade, quero me solidarizar com você. Essa solicitação anônima objetiva lhe intimidar. Mas como vc mesmo disse não devemos perder tempo com "anônimos". Então vamos pra frente!
    Abç fraterno.

    ResponderExcluir
  5. A covardia nem sempre é cometida somente por aqueles que se acobertam da máscara do anonimato; mas, principalmente, por pessoas que se utilizam do calor dos acontecimentos para destilar o veneno que teem. Só os incautos se enganam com essas atitudes mesquinhas.

    Essas notinhas fajutas de solidariedade são exemplos dessas atitudes sórdidas de gente pequena, insignificante, que vivem à sombra do poder e não podem perder suas sinecuras.

    Às vezes, a mão que afaga é a mesma que apedreja.

    Armando, tão querendo lhe calar; propósito que acho impossível em se tratando de Homens como você.

    ResponderExcluir
  6. Dihelson e Océlio,

    Antes que se instaure qualquer dúvida, o meu comentário anterior não foi endereçado a vocês, que são sinceros naquilo que afirmam. Faço essa ressalva para que os incautos fiquem alerta.

    ResponderExcluir
  7. Opa, Rafa,

    Ainda bem que você fez essa ressalva. Escapamos, Océlio!

    Estou aguardando pra ver se o anônimo volta a telefonar aqui para minha secretária eletrônica e se identifica. De antemão, não quero tomar nenhuma atitude precipitada de desrespeitar a pessoa que fez essa maldade. Mas só em ser anônimo e tentar um ataque a uma pessoa conhecida como o Armando, já é um desrespeito e uma maldade.

    Vamos ver o que se passa e tentar descobrir pelo menos do que se trata. Seria interessante tentar descobrir de quem é a voz na gravação, mas que não se publique aqui as suspeitas, por favor!

    Abraços,

    DM

    ResponderExcluir
  8. Longe de mim criticar o professor Armando Rafael, que por sinal só o conheço de vista. Mas queria entender o porquê da ênfase na frase... “por sinal deficiente físico”.

    ResponderExcluir
  9. Prezado João Paulo,

    Não tenho nenhuma procuração para defedender ninguém,mas a "ênfase" com respeito à deficiência física do personagem em questão está sendo dada a cada comentário que se faz ou questionamento que se apresenta numa polêmica que agora pergunto: interessa a quem?

    Interessa a você, particularmente?

    ResponderExcluir
  10. Meu caro Paulo,

    Seu comentário pode causar grandes problemas que poderiam ser evitados, pelos famosos mal-entendidos. Vou tentar estancar essa tentativa de desenterrar cadáver aí que você começou, colocando apenas um questionamento:

    01 - Porventura é pejorativo descrever alguém de CEGO se a pessoa for realmente Cega ?

    02 - Porventura seria pejorativo dizer que alguém tem câncer por esta pessoa ser acometido de câncer?

    NÃO. Não há mal algum se não há maldade dentro das pessoas.

    É preciso superar os preconceitos. O maior preconceito que alguém pode fazer contra si próprio é não aceitar as coisas que estão além da nossa vontade e do nosso poder.

    É não se aceitar como cego, é não se aceitar como surdo, é não aceitar as nossas fraquezas, os nossos egoísmos, as nossas maldades, as nossas faltas físicas, mentais e psicológicas.

    Decerto que não adoecemos porque queremos! Se somos acometidos por algum câncer, por alguma surdez, não deveremos ser culpados por isso. Muitas vezes a sociedade cria um preconceito em torno das pessoas doentes, como se elas tivessem qualquer culpa pelo seu estado. Não. Somos pessoas. Somos seres humanos e estamos sujeitos a todas as falhas que qualquer ser humano pode ser acometido.

    É preciso se aceitar!
    É preciso entender que somos fracos, Falíveis, Deficientes em algum aspecto das nossas vidas. Ninguém aqui atingiu a perfeição. A maior deficiência do ser humano, é a deficiência de Caráter, daqueles que não são aptos a se aceitarem, e aceitarem a convivência pacífica que deve sempre reger os bons ditames da nossa civilização.

    Compreenda-se apenas este aspecto, e teremos um mundo melhor, de aceitações, em que todos os seres humanos possam ser respeitados e despojados de qualquer ranço de preconceito. Pois o preconceito está puramente na cabeça do preconceituoso, e não nas condições do mundo material.

    Atenciosamente,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  11. Este tópico está fechado, pois a NINGUÉM interessa prolongar um evento que não se sabe quem, como, porque, e pra que.

    Sendo que partiu de um anônimo, não há mais motivos para estarmos questionando e fazendo render. Anônimos não têm vez neste Blog como eu sempre friso. E vamos dar o exemplo, até que o anônimo resolva aparecer.

    Por enquanto, CASO ENCERRADO.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir