09 dezembro 2009

Repercussão de matéria sobre possível crise entre Monsenhor Murilo e Dom Fernando – Parte III - Por: Beto Fernandes

E para fechar essa série de postagens sobre a repercussão deste episódio eis que no Portal da Prefeitura de Juazeiro do Norte foi veiculada uma nota de repúdio ao Site Juanorte e em solidariedade ao Bispo Diocesano, Dom Fernando Pânico. A nota tem colocações pesadas considerando a notícia de Jota Alcides “caluniosa”, afirma que Monsenhor Murilo é “inesquecível” e que Dom Fernando é “benfeitor incondicional da causa do Padre Cícero”.

Está assinando a nota o prefeito Manoel Santana, o Procurador do Município, Bernardo de Oliveira Neto, o Procurador Adjunto, José Carlos Pimentel e o Chefe de Gabinete, Geraldo Carreiro.

Qual será o próximo capítulo? Haverá próximo capítulo? Aguardemos...
Obs.: Clique sobre as fotos para ampliar:





Fonte: Beto Fernandes - Revista do Beto

4 comentários:

  1. Louve-se esta iniciativa de lideranças de Juazeiro do Norte contribuindo para repor a verdade.
    A rigor, não se deveria levar a sério esta insanidade desse jornalista Jota Alcides que há tempos tenta macular o trabalho feito pelo Exmo.Sr. Bispo de Crato, dom Fernando Panico, um homem sério,objetivo e que vem fazendo um bom governo episcopal no Sul do Ceará.

    ResponderExcluir
  2. Para mim, esse Sr. Jota Alcides que surgiu - a parir de Brasília - como um "defensor" de Juazeiro do Norte, esconde alguma outra intenção.

    Vi, neste episódio do ataque à figura do Bispo muita dissimulação.
    E os dissimulados não demonstram – porque escondem à socapa – suas reais intenções, sempre utilizadas para obter alguma vantagem. Geralmente o dissimulado – embora tente esconde dos outros – é uma pessoa com falha de caráter, mesquinha, fria e egoísta.

    A característica maior de uma pessoa dissimulada – os popularmente conhecidos como “falsos inocentes” – é, em resumo, esconder seus reais sentimentos, através de atitudes disfarçadas e astuciosas com a finalidade de atingir um alvo.

    Assim agindo, os dissimulados evitam que suas ardilosidades resultem em algum desgaste para sua pessoa.
    Mas, numa única coisa, o dissimulado pisa na bola: quando julga que pode fazer os outros de bobos. O maior erro deles é pensar que os demais são “uns bandos de abestados”...

    ResponderExcluir
  3. A propósito, li um comentário endereçado a Jota Alcides, pela religiosa Anne Dumoulin, que foi uma pessoa muito ligada à ação pastoral do monsenhor Murilo.
    Confira:

    "Quem são esses "amigos" do Padre Murilo? Por que se escondem? As "revelações" que fazem são gravíssimas. Parece que esses "intimos" não aprenderam muito sobre os ensinamentos de Monsenhor Murilo.
    Sou Irmã Annette, colaborei mais de 30 anos com o Vigario do Nordeste e posso dizer que ele seria o primeiro a condenar tal absurdo de interpretações sobre a pessoa de Dom Fernando, Bispo da Diocese do Crato. Não é assim que se faz a memória de nosso querido Monsenhor Murilo.
    Anne Dumoulin
    Juazeiro do Norte - CE"

    ResponderExcluir
  4. Essa história toda do jornalista Sr. J. Alcides, se é que podemos chama-lo de jornalista, parece-me interesse contrariado. Como diria no jargao o tiro saiu pela culatra.
    Jair Rolim

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.