13 dezembro 2009

Palestino esfaqueia mulher israelense após profanação de mesquita


Um palestino feriu a facadas na noite de sábado uma mulher israelense no território ocupado da Cisjordânia, após um dia de confrontos provocados pela profanação de uma mesquita, informam fontes policiais. A mulher, de aproximadamente 20 anos de idade, moradora do assentamento de Karnei Shomron (norte da Cisjordânia), ficou levemente ferida. Na hora do ataque, ela estava parada, aparentemente esperando alguém, em um cruzamento de vias perto do bloco de colônias de Gush Etsion, ao sul de Jerusalém. O agressor conseguiu fugir, acrescentou a polícia. O titular do Conselho Municipal de Gush Etsion, Shaul Goldstein, culpou o governo de Benjamin Netanyahu por "dar asas aos terroristas" ao "mostrar fraqueza dentro e fora" de Israel.

A declaração foi uma referência à suspensão parcial da ampliação das colônias judaicas na Cisjordânia pelo período de dez meses. O incidente aconteceu depois que cerca de dez pessoas ficaram feridas em confrontos em Yasuf, um povoado do norte da Cisjordânia onde colonos judeus profanaram uma mesquita durante a madrugada. A violência foi maior entre soldados israelenses e jovens palestinos que protestavam contra a profanação do templo muçulmano, que teve móveis e tapetes queimados, Corões destruídos e paredes pichadas com mensagens agressivas. Fontes da polícia de Israel disseram à edição de hoje do jornal "Haaretz" que temem que profanações como a de ontem gerem uma onda de represálias palestinas, como o esfaqueamento da jovem israelense na Cisjordânia.

da Efe, em Jerusalém - Via Folha OnLine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.