07 dezembro 2009

O extremo Profissionalismo de Antonio Vicelmo


Quem ouviu o noticiário do radialista Antonio Vicelmo e o seu "Jornal do Cariri", pela Rádio Educadora, edição de hoje, 07 de Dezembro de 2009 não deixou de perceber o extremo grau de competência deste incansável herói de batalha, e o show de experiência que demonstrou. Surpreendido por uma pane no computador principal da estação, que controla desde a abertura ao encerramento do programa e que através de um técnico de estúdio, insere também as vinhetas, o locutor que há mais de 40 anos realiza o noticiário, não se deixou abater, e fez com bastante desenvoltura todo o programa apenas "no peito e na raça", lendo o conteúdo da publicidade ao vivo, as notícias e tentando até disfarçar o problema com os seus ouvintes, acrescentando um tom humorístico que tornou o programa de hoje, numa das suas versões que irá para a história do rádio.

Logo no início, após um longo silêncio, que chegou a assustar os ouvintes, surge a voz grave e já reconhecida pelos caririenses quando diz: "Aqui é a Rádio Educadora do Cariri, porta-voz da Diocese do Crato, na difusão do útil, do bem e da verdade", para alívio de todos os fãs. E começou como de costume o seu noticiário, com a publicidade que o mantém, mas desta feita, sem música, sem gravações, apenas lido. Fato este que já surpreendeu os ouvintes, que até então não se davam conta do que acontecia na estação de Rádio.

Atenção: Para evitar ouvir 2 sons ao mesmo tempo, pare antes o player da Rádio Chapada do Araripe, na entrada do Blog do Crato, canto superor direito!



Após alguns minutos o jornal entra no ar, e as manchetes são lidas. A partir daí, o público começa a perceber que alguma coisa estava errada, pois as notícias eram lidas todas em sequência e apenas a voz do locutor era mantida do início ao fim sem pausas. Apenas um fato foi a gota d´água para o locutor abrir o jogo com os seus ouvintes, quando o correspondente J. Lopes ( comentarista das notícias policiais ) tentou entrar em contato e um erro técnico o impediu de ser escutado corretamente. Antonio Vicelmo então desabafou com os seus ouvintes a real situação do estúdio, de forma dramática:

"..Atenção, J. Lopes, tá com defeito aí no telefone. Por favor, procure outro local, ou outro telefone para telefonar, porque está com defeito... Nós estamos trabalhando também com falta de suporte técnico. Não há condições para colocar a publicidade, nem música, nem vinheta. Nós estamos segurando o noticiário aqui do começo ao fim, sem tomar fôlego para manter o noticiário, mas o técnico já está se deslocando aqui para a Rádio Educadora do Cariri para que a programação volte ao normal."




Após alguns minutos, o correspondente J. Lopes entrou no ar novamente e desta vez, de forma correta, e o noticiário seguiu em frente. Quase ao final, Vicelmo acrescentaria, quase em estado de alívio:

"...estamos terminando, né ? 8 horas... estamos devendo à valorosa torcida do flamengo o hino, porque não tivemos condições técnicas de rodar o hino do flamengo...também o Hino de porteiras porque foi Ronaldo Angelim, "lá de Nóis" que fez o gol de cabeça, né...o gol da vitória do flamengo. Em todo caso, nossos parabéns à valorosa torcida do flamengo aqui no Crato e no Cariri que comemorou com entusiasmo, com alegria merecida, essa vitória do flamengo que começou lá atrás, e terminou sob o comando de Andrade com essa grande conquista do hexa-campeonato Brasileiro de futebol. Nós estamos aqui concluindo aqui o nosso noticiário e esperando o técnico que vem consertar o computador para que a programação siga normalmente. por enquanto, somente o microfone está funcionando, é por isso que eu tô esticando esse noticiário aproveitando os últimos momentos aqui, né ? mas daqui a pouco tá tudo bem, né Roberto ? Daqui a pouco, se Deus quiser, e Nossa Senhora, tá tudo bem...e era só !"

Após uma vinheta muito estranha ao programa costumeiuro, o locutor voltou perguntando:

"Tu não disse que não tinha música, e saiu música aí porque ?"
"Ah! não tem no computador, no Pick Up tem. O problema é que todas as músicas estão concentradas nos computadores ( e ironiza, com seu bom humor característico ): No nosso sistema de informática... e as músicas do Pick up são poucas, não dá nem pra você ir em juazeiro e voltar..."

Mas se há um fato no programa que podemos considerar realmente engraçado até, devido ao problema já mencionado, foi quando o locutor resolveu se explicar sobre uma das notícias veiculadas na edição, a respeito do lançamento do livro do padre Elias no colégio objetivo, ao procurar o título do livro. Ouça-o:




E aqui a versão original da notícia sobre o lançamento do livro do padre Elias. Como os ouvintes podem observar, Vicelmo estava absolutamente certo. Como sempre:



Conclusão:

Nossas saudações a esse grande profissional do Rádio Caririense que como ele mesmo usa o termo: "No peito e na Raça" que aqui o devolvemos, consegue fazer um radialismo eficiente, numa estação de Rádio que muitas más línguas do Cariri dizem, não oferece mais a menor condição de sustentação para um jornalismo de alto nível. Confinados, locutores e técnicos numa diminuta sala menor que muitos quartos infantis, hoje em dia, a famosa Rádio Educadora do Cariri, órgão da Diocese de Crato, está muito mudada, e por anos seguidos, tem perdido a hegemonia, o prestígio e a qualidade que sempre foram suas grandes características, hoje sucumbidas numa grande e notória falta de estrutura de sustentação técnica e de programação. Evidentemente, que problemas técnicos fogem ao controle em muitas organizações, mas acontecer de uma forma tal que chegue a praticamente paralisar as atividades de uma estação de rádio é inadmissível, por mais explicações técnicas que se possam dar ao ocorrido.

Portanto, Salve o Herói Antonio Vicelmo, remanescente de um tempo glorioso, da grande Rádio Educadora do Cariri - Difusora do Útil, do Bem e da Verdade.

E era só!

Texto e Fotografia: Dihelson Mendonça

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. **Quem sabe, sabe, que, não tem que aprender com quem sabe.
    Segurar o noticiário desse jeito,
    até o fim, me faz lembrar o Senna, quando ganhou no braço, pois o carro tinha pifado igual o computador da rádio.
    Parabéns, gigante.
    César Mousinho 08/12/09 SP/SP**

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.