18 dezembro 2009

Ao amigo Jackson Antero. por Elmano Rodrigues Pinheiro


Aprendemos a te respeitar, pelas atitudes corajosas que sempre tivemos a oportunidade de assistir, defendendo com mão de ferro e coração de leão , o meio ambiente, a natureza num sentido mais amplo, e o ser humano, respeitando-o em qualquer situação em que ele se encontre.

É dificil lutar num ambiente sujo e promíscuo, onde a falta de caráter abunda, e se atingem pessoas, que mereciam pelo menos serem preservadas, pelo o que representam na defesa do interesse de uma sociedade tão desmoralizada.

O vermelho da tua alma, faz parte de um caráter de homem, que herdartes com todo louvor de um Silva Antero, que fez a vida, dando do suor do rosto a educação e as diretrizes para que representasses muito bem, aqueles que comungam com a mesma fé, e o mesmo ideal.



4 comentários:

  1. Saudações ao companheiro de lutas, colega de trabalho, amigo e professor da URCA, Jackson Antero.
    A luta não pára!

    ResponderExcluir
  2. Ao colega professor Jackson Antero, que aqui (e agora) está sendo homenageado, quero manifestar minha admiração pelo seu trabalho como educador e, principalmente, pela sua gestão à frente da APA Araripe, visto ser este um trabalho de muita responsabilidade e dificuldade.

    Ultimamente, mediante os embates políticos que vem se interpondo à caminhada da Universidade Regional do Cariri, estamos em lados opostos. Mas, nada que possa diminuir o respeito mútuo e, da minha parte, a admiração pela sua ilibada conduta profissional marcada pela seriedade e compromisso merecedores de todo nosso respeito.

    ResponderExcluir
  3. Tive o prazer de conhecer o professor Jackson, aqui homenageado pelo Elmano, numa dessas reuniões da URCA. Ele voltava de Brasíli, de um tratamento, se não me engano. Foi-me apresentado pela jornalista Elizângela Santos. Pessoa amável, tratou-me com bastante respeito e consideração durante uma entrevista.

    Há muitas pessoas no Crato que ainda não tive o prazer de me aprofundar mais na amizade, e que gostaria de conhecer bem mais. Um deles, é certamente, conhecer o trabalho e a pessoa tão falada e respeitada do professor Jackson Antero. Um outro, que pretendo me aproximar e que me causa muita admiração é o nosso amigo Zé Nilton Figueiredo, e outro seria o Emerson Monteiro, outros dois grandes baluartes da cultura e do pensamento vivo aqui da região do Cariri.

    Abraços distribuidos,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  4. Dihelson,

    Você fez um comentário por demais pertinente, ao falar do respeito e (quase sempre da admiração) que temos pelos nossos conterrâeos e coetâneos, os cratenses de estirpe, independente de suas matizes ideológicas, partidárias, sexuais, religiosas, artísticas, futebolísticas ou de ou qalquer outra corrente existente ou a ser inventada.

    Cratense é irmão de outro cratense e é esse é o elo que une acima de tudo.

    Nós, cratenses, temos muito mais afinidades do que diferenças (e até as diferenças, sempre foram, pra nós, cratenses, motivo de aproximação e não de discórdia).

    Também, assim como você, gostaria des estreitar o conhecimento e a relação com outros cratenses a quem reputo qualidades intrínsecas dos homens de bem.

    Minha felicidade é que sou amigo de quase todos os cratenses que se enquadram nesse perfil.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.