02 novembro 2009

A PETROBRAS E A GESTÃO DO PSDB - Por: Lucimar Bueno

Diversas denúncias marcaram gestão FHC.
É possível arriscar que o feitiço se volte contra o feiticeiro e a investigação da CPI da Petrobras remeta a alguns anos atrás, quando o governo Fernando Henrique Cardoso buscou transformá-la em “Petrobrax”. A possibilidade é defendida pelo jornalista Luiz Carlos Azenha em seu blog : “O brasileiro se identifi ca com a Petrobras. Os inquisidores da empresa correm o risco de serem tachados de entreguistas, de prejudicarem a empresa e, portanto, a imagem do Brasil no Exterior”.
Confira a seguir algumas informações levantadas pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) sobre as denúncias que pairam sob a condução da Petrobras no governo FHC.
• A Petrobras, sob a gestão do PSDB (1995-2002), aparelhou o Conselho de Administração da estatal e substituiu seis conselheiros por prepostos da iniciativa privada e de empresas internacionais de petróleo. O objetivo era demitir, reduzir investimentos e demonstrar que a Petrobras não tinha competência para administrar o monopólio da União.
• Francisco Gros, presidente do período FHC, disse logo após a posse que a Petrobras passaria de estatal a empresa privada de capital internacional.
• O movimento sindical foi reprimido duramente durante a greve de 1995, quando o Exército foi enviado para invadir refinarias e retirar os petroleiros. TST impôs multas exorbitantes aos sindicatos.
• FHC dividiu a Petrobras em 40 subsidiárias, para privatizá-las uma a uma.
• Vendeu 36% das ações da Petrobras na Bolsa de Nova York por menos de 10% de seu valor real.• Aprovou a Lei 9.478/97, que contraria a Constituição e concede o petróleo – que deve ser da União – a quem o produz.
• Mudou o nome da Petrobras para Petrobrax, para vendê-la melhor nos países de língua inglesa.
• “Foi neste período, da dita ‘gestão competente’ do PSDB na Petrobras, que a imagem da empresa no Brasil e no exterior passou por seu pior momento: foi a época dos grandes acidentes da P-36, da Baía de Guanabara e do rio Iguaçu. Foi a época da Petrobrax”, avalia João Antônio de Moraes, da FUP.
• Período de terceirização, precarização e acidentes de trabalho que permanece até hoje. Desde 1995, são mais de 270 mortes, sendo mais de 220 de pessoas ligadas a empresas prestadoras de serviços.

4 comentários:

  1. Inegavelmente o roteiro de internacionalização da Petrobrás náo foi gestado hoje, embora o mesmo seja cantado em prosa e verso e propaganda como uma realização do atual governo.

    Assim como a criação de subsidiárias da empresa, que são diretrizes comuns a qualquer corporação que tenha atividades supranacionais, como é o caso da Petrobrás que atua há dezenas de anos em vários países do mundo. Hoje as subsidiárias, são também cantadas em prosa e verso, como concepções muito boas do ponto de vista estratégico para o crescimento da empresa. Vejamos o caso da logistica, gerenciada pela Transpetro, que hoje contrata a construção de 186 navios, diversos, coisa que também não inventada hoje.

    Uma dúvida: onde consta que a Petrobrás - Petroleo Brasileiro S/A, uma sociedade anonima de capital aberto que atua nos ramos da ndústria do óleo, gás e energia - é uma empresa estatal?

    ResponderExcluir
  2. Maior empresa do Brasil e 8ª do mundo em valor de mercado, estamos presentes em 29 países. Atuamos de forma integrada nas atividades de exploração e produção, refino, comercialização, transporte e petroquímica, distribuição de derivados, gás natural, biocombustíveis e energia elétrica.

    Vejam lá o próprio site da Petrobrás.

    ResponderExcluir
  3. Vejam lá no site da empresa.


    Em 1997, com a Quebra do monopolio.
    Termina o monopólio estatal do petróleo, por meio da Emenda Constitucional nº 9, de 9 de novembro. A Companhia se torna uma das maiores empresas de petróleo do mundo.

    Nem tudo que está escrito no Boletim é verdadeiro. Vamos ser um pouco críticos destas "versões boletinescas".

    ResponderExcluir
  4. sr. joao ludgero, otima materia.se o presidente lula nao assume, o primeiro mandato, certamente esse canalha acabaria com o restante do nosso patrimonio publico. acho de uma hopicrisia sem fim, uma pessoa defender um pilantra desse, com arguemntos que nao convencem nem uma criança. veja aih a petrobras como estah,se nao me engano a terceira maior cia. estatal petrolifera do mundo, a primeira em aguas profundas. gostaria de pergentar a quem de direito ,onde estah o dinheiro da privataria.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.